sábado, 29 de novembro de 2008

Fórum - GDC

O Municipio de Celorico de Basto, tem dezenas de colectividades, que devido ao seu objecto prosseguem fins, desportivos, recreativos e culturais. Anualmente a Câmara inclui no seu orçamento, subsídios para estas instituições, absorvendo a maior fatia, as instuições mais representativas do concelho, os clubes de futebol, Celorico, Fermil, Gandarela e o Mota.
Acha que os apoios às colectividades são distribuídos de forma equitativa?

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Editorial

Operação “Fair Play”
Os No Name Boys, “claque” afecta ao Benfica, é uma organização informal pois não está registada no Conselho Nacional do Desporto, segundo foi tornado público, apenas existem 10 claques registadas naquele organismo. Os No Name Boys, resultaram de uma desunião da claque Diabos Vermelhos. Da cisão resultou a ideia de dar continuidade a um projecto do grupo inicial, mas como já tinham um nome registado acabaram por ficar sem nome.
Após vários meses de investigação, foram detidos alguns dos seus elementos, indiciados por crimes de posse e tráfico de droga e roubo, danos e ofensas corporais, roubos e agressões. Nas buscas domiciliárias foram encontrados, droga, armas de fogo, munições, caçadeiras, revólveres, bestas, soqueiras, embalagens de gás de defesa, bastões, tacos de basebol, um machado, tochas, very-light, viaturas, um autêntico arsenal.
O Benfica tem-se demarcado, afirmando que esta claque funciona de forma ilegal, não é reconhecida pelo clube, nem tem deste qualquer apoio. O Presidente LFV já sofreu na pele a ira destes adeptos, quando foi insultado numa Assembleia Geral do clube, onde foi necessário a intervenção de força policial para serenar os ânimos exaltados.
Estas organizações surgiram na década de 80, e foram emergindo com o apoio dos seus clubes, através de patrocínios nas deslocações, bilhetes mais baratos, pois entendiam que eram importantes no apoio às suas equipas, que traziam uma animação extra, um colorido diferente, motivavam os outros apoiantes e/ou simpatizantes, especialmente, nos jogos fora de casa, que fazem parte do espectáculo. Acontece que as claques, frequentemente estão envolvidas em actos de violência, quer nas viagens com a equipa, quer nas imediações dos estádios, quer nos campos de futebol, e quando isto acontece, os Dirigentes Desportivos descartam-se das suas responsabilidades, afirmando que nada tem a ver com estas organizações de adeptos.
Para apurar responsabilidades, foi criado o registo das claques no Conselho Nacional do Desporto, mas continuam algumas organizações a funcionar de forma ilegal, como esta situação que se passa com a “claque” dos No Name Boys.
São conhecidos alguns actos de violência perpetrados pelas claques de futebol em Portugal, pela claque do FCP “Super Dragões”, violência junto à Câmara Municipal do Porto, por causa das incompatibilidades geradas após as eleições, entre o Rui Rio e Pinto da Costa. Pensa-se que estiveram por trás das pressões ao Mourinho, Paulo Assunção para que este renovasse o contrato com o clube, vidros partidos ao treinador italiano Del Neri. Os No Name Boys, estiveram envolvidos em agressões a jogadores de hóquei em patins do FCP no Pavilhão da Luz, também são acusados de envolvimento do caso do incêndio ao autocarro do FPC em Lisboa.
Afinal para que servem as claques?
A resposta é simples, para gerar violência e incendiar o pânico nos outros adeptos que se deslocam aos campos, para assistir aos jogos de futebol, pois nunca estão descansados, a qualquer momento podem ser surpreendidos com incidentes, esta situação afasta espectadores dos estádios, pois estes não arriscam a levar a família, temem pela sua segurança, porque a polícia não pode acudir a tudo ao mesmo tempo.
Sabe-se que parte dos elementos das claques, tem origem nos bairros sociais mais problemáticos do Porto e Lisboa, onde abunda o desemprego, exclusão social, tráfico de droga, e inserem-se nas claques dos clubes mais representativos, como forma de afirmação e estão dispostos a tudo.
Outra situação discutível é o financiamento destas organizações, como é que sobrevivem, quando se sabe que parte dos seus elementos são desempregados, onde arranjam o dinheiro para pagar deslocações, viagens ao estrangeiro, pagamento de bilhetes, t-shirts, cachecóis e alimentação?
Tráfico de droga?
Algumas claques tem lojas próprias (Super Dragões), onde vendem os seus próprios produtos, tem editado vários CDs, com músicas e cânticos de animação dos estádios, tem apoio de empresas e marcas e apoio dos seus clubes, na cedência de instalações para a sua organização e funcionamento e bilhetes mais baratos.
O futebol podia perfeitamente viver sem as estas claques organizadas, os adeptos podiam perfeitamente organizarem-se à hora do jogo, conviviam, cantavam, puxavam pela sua equipa comportando-se de forma ordeira e pacifica, sem por em risco a integridade física dos outros adeptos ou simpatizantes.
Em Itália, já se questiona a influência das claques em equipas de futebol, pois já são detentoras de parte do passe de jogadores, o que acresce mais um problema, que é a pressão que pode ser exercida sobre o treinador de futebol, nas suas opções técnicas, pois tem todo o interesse na valorização dos seus jogadores.
Esta situação dos No Name Boys, deveria merecer uma nova reflexão dos clubes, sobre a existência das claques de futebol.

Campeonato de Futsal - A.F.Braga

Seniores AFCB 3 - GD Pinheiro Torto 5
Há dias assim...
Quem não esteve presente no jogo de sexta feira da AFCB ficará surpreendido pelo resultado alcançado pela equipa que ocupava o último lugar da tabela classificativa em casa da AFCB. Mas o FUTSAL é mesmo assim e ganha sempre quem marca mais golos, só assim se justifica a vitória da equipa do Pinheiro Torto. O Jogo começou mal, com a equipa visitante a atrasar-se na chegada ao pavilhão. Com o início do jogo começou-se a desenhar um mau dia para a AFCB, o Pinheiro Torto jogava fechado cá atrás e explorava o contra-ataque. Foi assim que cedo inaugurou o marcador e colocou a equipa da AFCB numa posição desconfortável que exigia que fosse atrás do prejuízo. Durante a primeira parte a equipa visitante nunca esteve em desvantagem e por isso nunca mudou a sua actuação na partida. A AFCB reagiu sempre bem ao andamento desfavorável e apenas faltaram os golos para fazer justiça ao resultado. Durante a primeira parte a equipa da AFCB dispôs de mais de uma dezena de oportunidades claras de golo, três delas através da marcação de livres sem barreira e mesmo assim não conseguiu passar para a frente do marcador. Na segunda parte a toada manteve-se, a AFCB atacava e criava perigo, mas era o Pinheiro Torto quem marcava. Os nervos foram tomando conta da equipa que jogou o 2.º tempo em esforço e arriscando tudo, inclusive com a utilização de um Guarda-Redes avançado, mas nada surtia efeitos positivos no marcador e o Pinheiro Torto ia aproveitando para aumentar a vantagem. No final 5 para os visitantes, 3 para a AFCB, num jogo em que a nossa equipa sai castigada pela falta de eficácia ofensiva. Os resultados dos restantes jogos da série deixam a AFCB num 5.º lugar que terá que ser defendido no próximo jogo, difícil em casa do Nun'Álvares em Fafe.
In blog da AFCB

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Porque será?

Os portugueses estão entre os europeus que manifestam menor satisfação com a vida e felicidade, de acordo com o Inquérito Social Europeu de 2006, um estudo que compara os valores e atitudes sociais na Europa.
Os resultados da terceira fase do estudo, que tem sido desenvolvido desde 2001 em países comunitários e fora da União Europeia, são apresentados esta quinta-feira em Lisboa, no Instituto de de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, que, em consórcio com o Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE), assegura em Portugal a realização do inquérito.
Comparando com os resultados de inquéritos semelhantes realizados em 23 países europeus, Portugal ocupa «o quinto lugar mais baixo em bem-estar subjectivo, isto é, em felicidade e satisfação com a vida», revela.
Além do bem-estar subjectivo, que compreende avaliações acerca do grau de agradibilidade da vida, o inquérito debruça-se igualmente sobre o bem-estar psicológico dos europeus, entendido como a visão mais profunda da qualidade de vida e o bem-estar social, equivalente à qualidade do funcionamento pessoal ao nível das relações com os outros e com a sociedade.
No que diz respeito ao bem-estar psicológico, Portugal está também abaixo da média europeia, ocupando o 16º lugar, entre 23, só à frente da Hungria, Federação Russa, Estónia, Eslováquia, Bulgária, Polónia e Ucrânia, que encerra a tabela.
No capítulo do bem-estar social, a posição portuguesa também não é brilhante. Numa tabela liderada pela Noruega, Portugal ocupa o 17º lugar, à frente da França, Rússia, Polónia, Ucrânia e Bulgária.
Relação com o nível de desenvolvimento
Os autores relacionam estes valores com o nível de desenvolvimento do país. «De facto, quanto maior o nível de desenvolvimento avaliado pelo índice de desenvolvimento do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) de 2007, maior o bem-estar subjectivo, psicológico e social», referem no estudo.
O trabalho de campo foi conduzido em Portugal entre Outubro de 2006 e Fevereiro de 2007, através de 2.222 entrevistas presenciais em casa dos entrevistados.
Um dos países onde os cidadãos menos confiam nos outros
Portugal é um dos países europeus onde os cidadãos menos confiam nos outros, revelam os resultados do Inquérito Social Europeu, um projecto que desde 2001 estuda e compara os valores e atitudes sociais na Europa.
A partir de entrevistas face-a-face realizadas em casa de 2.222 portugueses, entre Outubro de 2006 e Fevereiro de 2007, o ESS III (na sigla em inglês) conclui que «desde 2002 que Portugal faz parte do grupo de países (dos 17 estudados) com menores níveis de confiança» e que apresenta sempre «níveis de confiança abaixo do ponto médio da escala», tal como a Polónia, a Hungria e a Eslovénia.
Os resultados relativos à confiança interpessoal foram obtidos a partir das respostas às questões: «de uma forma geral, acha que todo o cuidado é pouco quando se lida com pessoas ou acha que se pode confiar na maioria das pessoas?»; «acha que a maior parte das pessoas tentam aproveitar-se de si sempre que podem, ou pensa que a maior parte das pessoas são honestas?» e «acha que, na maior parte das vezes, as pessoas estão preocupadas com elas próprias ou acha que tentam ajudar os outros?».
Tal como os portugueses, também os polacos, húngaros e eslovenos tendem a desconfiar da honestidade dos outros, ao contrário dos nórdicos. Suécia, Finlândia, Noruega e Dinamarca são os países com os níveis mais elevados de confiança entre as pessoas.
Portugueses também confiam pouco no futuro
Os autores do estudo associam a grande desconfiança interpessoal a uma «baixa interajuda e associativismo que é frequente verificar na nossa sociedade».
Os resultados mostram que os inquiridos portugueses evidenciam baixa confiança no futuro e confiam pouco nas instituições.
.
Portugal diário

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Correio do leitor

A nossa língua que futuro!...
Cada vez mais, se sensibilizam as crianças e adultos para que aprendam a escrever e ler correctamente a língua portuguesa. Mas, com os cursos que proporcionam às pessoas, designados de novas oportunidades, cujo objectivo é o reconhecimento das suas competências já adquiridas ao longo dos anos, na sua actividade profissional, sendo estas acções de formação ministradas com recurso às novas tecnologias, nomeadamente, o computador.
Esta ferramenta é essencial hoje em dia, na actividade profissional dos trabalhadores, mas tem como consequência negativa, o facto de vir substituir a tradicional caneta e papel, pois passaram todos os trabalhos a serem escritos no computador. Isto significa que, se houver um erro é fácil ao aluno corrigir, com um simples clic e a correcção é automática. Porquê, perguntam vocês?
Porque os professores pedem que os trabalhos sejam escritos no computador, e aqueles alunos que tem a letra pouco legível e/ou feia, nunca vão aprender a corrrigir a sua forma de escrever, o que apenas facilita a correcção de quem tem o dever de corrigir. No fundo o aluno não aprende nada e o professor não se dá ao cuidado de ensinar, o que é um dos principais símbolos do país, a língua portuguesa, que nos distingue dos outros povos e que constitui parte da cultura portuguesa.
As crianças aprendem desde o início, a verdadeira língua escrita em suporte de papel, onde não se consegue apagar nem corrigir os erros automaticamente, criando uma maior exigência na aprendizagem. Mais tarde, quando iniciam os estudos a outro nível, tem a possibilidade de ter um computador, será que esta situação, não terá repercurssões negativas ao nível da utilização da lingua portuguesa?
“O futuro é das crianças” como se diz.
Contudo, esperamos que os nossos jovens sejam bem preparados para enfrentar o futuro, e não percam o hábito de respeitar a nossa língua.
Serão compatíveis a tecnologia com o ensino, no que diz respeito à aprendizagem da língua Portuguesa?
Por
. A. P.

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Campeonato Distrital de Futsal Vila Real

10ª Jornada - 22 de Novembro 2008, 21.00 horas.
Pavilhão Gimnodesportivo de Mondim de Basto
Assistiram ao Jogo cerca de 130 espectadores.
Futsal Clube Mondim de Basto 10 S. C. Régua 3
Futsal Mondim: Brioso, Chumbadinha, Miguel Ângelo (1 golo), Kukes (1 golo), Nuno, (3 golos), Ruben (3 golos), Toni (1 golo), Litos (1golo), Niko, Luís, Gijio, Victor.
Treinador: Cassiano.
S. C. Régua: Decio, Cristiano, Fábio, Filipe (1 golo), João, Francisco, Joaquim, Sandro (2 golos), Ruben, Fábio Guedes.
Treinador: José Figueiredo.
Árbitros: Mário Gonçalves, João Moura.
Intervalo: 4 - 2
Mondim continua goleador…
Jogo de futsal entre um dos primeiros classificados e um dos últimos e que só tem sete pontos no campeonato, portanto adivinhava-se um encontro desnivelado e provavelmente de goleada, que foi o que acabou por acontecer. Mas a história do jogo não começou favorável ao Mondim que sentiu algumas dificuldades em se afirmar nos primeiros dez minutos, o Régua aproveitou a desconcentração e inaugurou o marcador, mas a equipa da casa pouco tempo depois empatou, a equipa visitante sem fazer muito para isso acontecer acabou por se adiantar novamente no marcador e fez o 1-2, a equipa de futsal de Mondim surpreendida mas não convencida empatou logo de seguida 2-2, acabando aqui a resistência dos homens do Douro, o que já é de louvar, mas como se costuma dizer “ quem tem unhas toca viola” e a qualidade que o líder do campeonato tem evidenciado até esta jornada e os resultados obtidos falam por si e este jogo não foi diferente, dá sempre jeito ter um plantel rico em qualidade e com muitas opções para fazer alterações e tentar mudar o rumo dos acontecimentos a qualquer momento, não é por acaso que ao intervalo o marcador já tinha sofrido uma reviravolta para 4-2.
Na 2ª parte as diferenças entre as duas formações ainda foram mais acentuadas, a equipa visitante acusou o esforço dispendido na 1ª parte e com um banco com poucas soluções acabou por ser o Mondim em ritmo de treino a aproveitar para marcar e jogar a seu belo prazer e sem nervosismo, o resultado começou a avolumar-se com uma naturalidade que já era previsível e a equipa da casa só precisou de jogar no erro do adversário, sem forçar muito o que se compreende visto nunca ter sido obrigada a puxar dos seus galões o que é pena porque quem fica a perder é o publico, mesmo assim é de salientar a coragem demonstrada pela equipa visitante que jogou sempre de forma aberta, a equipa do Mondim fez o que se esperava e mais uma vez cilindrou o adversário com uma dezena de golos, “é uma equipa de outro campeonato, com certeza”.
Melhores em Campo: Nuno e Ruben, distinguiram-se pelos três golos que marcaram cada um.
Equipa de arbitragem: Excelente exibição e quase nem se deu pela sua presença devido à sua discrição, fair-play entre jogadores também ajudou.
F. Machado

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

SINAL ( - )

Claques de futebol
Para os No Name Boys, claque afecta ao Benfica. Desconhece-se se está legalizada ou não, sabe-se apenas que está a ser objecto de investigação por vários crimes ligados ao tráfico de droga, armas de fogo, espancamentos, carros ou autocarro incendiado e violência, alguns dos seus membros encontra-se em prisão preventiva.
*
*
* Violência doméstica.
Desde 2004, já morreram 182 mulheres às mãos dos seus companheiros e este ano o número de vitimas quase duplicou quando comprado com o ano de 2007. Segundo a União de Mulheres Alternativa e Resposta, desde o inicio de 2008, morreram 43 portuguesas, em consequência da violência doméstica.
Estes números continuam a envergonhar os portugueses!
*
*
* Avaliação dos professores.
A Fenprof abandonou a reunião com a ministra da Edução sobre o processo de avaliação de professores. O processo de avaliação, foi simplificado pelo ministério da educação, eliminando alguns pontos da discussão, mas os professores só aceitam a suspensão da avaliação.
Sem cedência de ambas as partes, não há resolução à vista.
*
*
* Falta de dinheiro
Segundo o Banco de Portugal o crédito mal parado aumentou 29% em Setembro face a igual período do ano passado. O incumprimento das famílias portuguesas ao Banco totaliza os 2,8 milhões de euros, mais 649 milhões que no ano de 2007.
*
*
* Selecção nacional
Maior derrota dos últimos 53 anos
A goleada de 6 – 2 sofrida pela selecção nacional frente ao Brasil, não deve cair em saco roto. A falta de motivação, baixa de forma e empenho de alguns dos jogadores portugueses, não serve para explicar este desaire, pois vestir a camisola da selecção portuguesa deveria seu um orgulho para qualquer jogador e muito mais quando tem como adversário uma selecção onde jogam os melhores jogadores do mundo.
Espero que este jogo serva de lição
*
*
* Crise no BPN
Gestão ruinosa e outras irregularidades, levaram ao desaparecimento de cerca de 700 milhões de euros. O Governo nacionalizou o BPN, integrando-o no Grupo da Caixa Geral de Depósitos, SA, e garantiu os depósitos bancários aos seus clientes, com dinheiro de todos os contribuintes. Pela administração do Banco passaram alguns ex-ministros, bem conhecidos de todos nós. Agora que decorrem vários processos de contra-ordenação e investigação criminal, para apuramento de responsabilidades criminais e/ou civis dos administrações, todos esperam que haja responsáveis para que a culpa não morra solteira.

sábado, 22 de novembro de 2008

Notícias de Celorico de Basto

Praça da Alegria da RTP1 em directo de Celorico de Basto na Terça Feira dia 25 de Novembro Enviado por Henrique Gomes (H.G)
A Feira Anual de Santa Catarina que se realizará nos dias 25 e 26 de Novembro no concelho de Celorico de Basto, terá honras de destaque no programa da RTP1 apresentado por Sónia Araújo, Jorge Gabriel, Serenella Andrade e Helder Reis.
"Praça da Alegria"; no próximo dia 25 de Novembro (Terça-Feira) das 10h da manhã às 13h.
O programa da RTP1 será também em directo de Celorico de Basto onde será montado um cenário no espaço da tradicional feira celoricense.
Tendo em conta o sucesso organizativo da autarquia de Celorico de Basto deste certame, ao longo dos anos, a RTP1 disponibilizou-se para divulgar a Feira Anual de Santa Catarina que atingiu já uma dimensão nacional.
.
In notícias de basto

Visita ao museu do BP

Museu do Banco de Portugal
Visita virtual
(flash)
evolução da moeda portuguesa

SMS

AVISO IMPORTANTE - HIV POSITIVO ONDE CHEGA A MALDADE DE CERTAS PESSOAS NESTE MUNDO!!! SEJA CAUTELOSO NOS CINEMAS E TEATROS!!!!! VERIFIQUE AS CADEIRAS QUANDO FOR AO CINEMA OU TEATRO!!!! ACONTECEU UM CASO COM UMA COLEGA DE TRABALHO. QUANDO SE FOI SENTAR NUMA CADEIRA E SENTIU ALGUMA COISA ESPETAR-LHE. ENTÃO ELA LEVANTOU-SE E VIU UMA AGULHA COM UM BILHETE NA PONTA, QUE DIZIA: BEM-VINDO AO MUNDO REAL! AGORA TAMBEM ÉS PORTADOR DO HIV POSITIVO!'. OS MÉDICOS EXAMINARAM A AGULHA E REALMENTE ERA HIV POSITIVO . PORTANTO, SEJA CUIDADOSO QUANDO FOR AO CINEMA OU TEATRO, VERIFIQUE BEM OS BANCOS ANTES DE SENTAR, TAMBÉM ESTÃO A DEIXAR AGULHAS USADAS DENTRO DOS TELEFONES PÚBLICOS, NO COMPARTIMENTO ONDE AS MOEDAS SÃO DEVOLVIDAS. QUANDO AS PESSOAS ENFIAM O DEDO PARA VERIFICAR SE TEM MOEDAS DE TROCO, ACABAM POR SER ESPETADAS POR ESTAS AGULHAS,INFECTADAS COM HEPATITE, HIV POSITIVO E OUTRAS DOENÇAS. DIVULGUE ESTA MENSAGEM PARA O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS POSSÍVEL. Alcides Ruivo

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Só visto - Destak

Namorada afinal era um homem
Um jovem brasileiro de 19 anos descobriu que a namorada, Bruna de Souza, que alegadamente se encontrava grávida de cinco meses era, na realidade, um transexual. Rondinelli de Souza, o nome original do jovem transexual, foi descoberto por acaso devido a uma investigação da polícia, depois de ele apresentar queixa por agressão contra o padrasto. As autoridades que tomaram conta da ocorrência estranharam o facto de não existir identificação de uma Bruna, mas sim de um Rondinelli.

Informação

Actualização de Rendas - 2009 = 1,028
.
. Aviso 23786/2008 pelo qual se fixa o coeficiente de actualização de rendas para 2009 em 1,028.
.
. Aviso n.º 23786/2008, D.R. n.º 184, Série II Presidência do Conselho de Ministros - Instituto Nacional de Estatística, I. P.
.
.
Coeficiente de actualização dos diversos tipos de arrendamento para vigorar no ano civil de 2009.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Notícias de Codessoso

Estas fotos demonstram o estado avançado das obras do Centro de Dia de Codessoso, que é administrado pela Associação de Solidariedade de Stº André.
Um dos seus responsáveis, adiantou ao “Codessoso On-Line” que em princípio esta obra de grande envergadura e utilidade para a população desta Freguesia, estará pronta para meados de Junho de 2009, mas já a entrada em funcionamento, segundo declarações do mesmo, ainda se desconhece datas ou previsões. Já em relação ao seu funcionamento, o Centro está vocacionado, essencialmente, a prestar cuidados a pessoas da terceira idade, podendo o mesmo albergar idosos para pernoitar caso seja necessário.
O Centro é composto por 14 quartos, com casas de banho privativas, tem ainda um espaço amplo que se destina à ocupação dos tempos livres para crianças, existem ainda, outras divisões no edifício que se desconhece de momento para que efeitos se destinam.
Para já fica aqui o estado actual das obras, mas também se sabe que para concluir as mesmas, ainda é preciso gastar muitos milhares de Euros.
F. Machado

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

O problema do ambiente

É urgente reciclar
O que é que você faz quando o seu telemóvel, computador ou outro aparelho electrónico avariam, e não é possível compor? O mais provável é mete-lo no lixo, sabe que esses aparelhos tem componentes que quando se deterioram, são prejudiciais ao ambiente, como mercúrio e as placas em corrosão, que contaminam os solos.
É possível evitar esses danos no ambiente, se os enviassem para empresas que recolhem os aparelhos para reciclar. O chamado lixo electrónico é reciclável até 80% de todos os seus componentes, significa que pode ser reutilizado para poder fazer outros componentes, para ser utilizado na indústria informática.
Quando tiver algum aparelho electrónico avariado, pense no fim que lhe vai dar, porque se não fizer a opção correcta vai estar a prejudicar-se a si e as outras pessoas. Estas são imagens onde se vê uma criança, a tirar a parte protectora dos fios e placas que possam ser aproveitadas.
Na imagem seguinte vê-se a queima de tudo o que não dá para aproveitar, sem protecção alguma onde o fumo é altamente poluente, tudo feito por crianças, que devim estar a estudar ou a brincar e não a fazer isto.
É isto o que você deseja que aconteça?
Pense nisso...
A.P.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Campeonato Distrital de Futsal Vila Real

Campeonato Distrital de Futsal A.F.Vila Real
9ª Jornada - 15 de Novembro 2008, 16.00 horas.
Pavilhão Gimnodesportivo de Chaves
Assistiram ao Jogo cerca de 150 espectadores.
Ervededo Futsal 0 Futsal Clube Mondim de Basto 10
Ervededo: Luís, Duarte, Stéphane, Paulo, Bruno, Alexandre, Xavier. Treinador: Manuel Reis.
FCM.Basto: Brioso, Chumbadinha, Miguel Ângelo (1 golo), Kukes (1 golo), Nuno, (2 golos), Ruben (1 golo), Toni (2 golos), Litos (1golo), Niko (1golo), Luís (1 golo), Gijio, Victor. Treinador: Cassiano.
Árbitros: José Pinto, Diogo Mesquita.
Intervalo: 0 - 4
Mondim demolidor, Soma e Segue…
A equipa do Mondim que comanda o Campeonato de Futsal da A.F.Vila Real, deslocou-se mais uma vez a Chaves, agora para jogar com a equipa do Ervededo no Pavilhão Municipal daquela cidade, a equipa local apresentou-se só com 7 jogadores, porque os restantes estão a cumprir castigos, a equipa da Sr. Da Graça na máxima força e com todos atletas disponíveis, até apresentou um cinco inicial diferente do habitual mas mesmo assim a resistência dos visitados durou cerca de 5 minutos, tal era a diferença de qualidade entre as duas formações, um Mondim solto e com muita confiança e que vem de uma série de resultados excelentes foi o bastante para ir marcando golos atrás de golos, Nuno marcou os dois primeiros golos, litos e Ruben fecharam a contagem na 1ª parte.
Na segunda parte assistiu-se a mais do mesmo, os jogadores do Ervededo tinham poucas soluções no Banco, aos visitantes soluções era o que não lhe faltava e quase todos os jogadores fizeram o gosto ao pé e nem foi preciso carregar no acelerador para o resultado se ir avolumando. O Ervededo com o adiantamento da equipa visitante ainda teve um punhado de oportunidades para marcar o golo de honra mas Brioso atento respondeu sempre com boas intervenções, a equipa da casa mostrou sempre que era um conjunto sem rumo e com falta de organização, já pelo contrário a equipa de Futsal de Mondim mostrou-se mais uma vez um conjunto muito forte no jogo técnico e táctico e com muita experiência e pelo futsal que pratica é sem duvida de outro campeonato, aproveitou bem este encontro para melhorar o seu “goal-average” acabando por fazer um jogo em ritmo de treino, aliás os melhores atletas desta equipa nem precisaram de puxar dos seus galões, em suma um jogo sem história, de positivo ficam os 10 golos marcados e alguns de belo efeito.
Melhor em Campo:
Equipa vencedora no seu todo, uma palavra de incentivo para luís que marcou e deu a marcar e para Niko que fez um golo fenomenal correndo de lés a lés.
Equipa de arbitragem:
Esteve em bom plano e os jogadores contribuíram para esse factor.
.
Textos: F. machado

Estado da justiça

" A Justiça é cega (antes fosse muda) "
Artigo de opinião de Ricardo Araújo Pereira na revista Visão.
Os portugueses devem reflectir sobre o estado da justiça em Portugal.
Visão
Boca do Inferno:

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Concurso - sloggi

Eleição de melhor rabo do mundo, realizou-se este ano na cidade de Paris.
A concorrente portuguesa chama-se Marie Brethenoux, tem nacionalidade francesa, e vive actualmente em Lisboa. É mais conhecida por “francesa”, tem 19 anos e venceu a final do evento nacional, realizado em 23 de Outubro de 2008 na discoteca Loft, que lhe valeu chegar à final internacional que se realizou na cidade luz.
O concurso teve participação masculina e o candidato português chama-se Nuno Mota.
O evento contou com o patrocínio da marca de roupa interior Sloggi.
Os vencedores do título “Sloggi mais bonito do mundo” receberam, entre outros prémios;
Um contrato de modelo para uma campanha internacional slogi,
€ 15 mil euros em dinheiro, Seguro pela imagem da parte mais preciosa do seu corpo,
Estiveram presentes em Paris 31 países de todo o mundo.
A concorrente vencedora tem apenas 20 anos, é natural do Rio Grande do Sul, da cidade de Pelotas no Brasil. Esta gaúcha já tinha ganho o concurso realizado no país natal.
Ver mais aqui:

Comente!...

Defesa de Dantas apresenta queixa
Vale e Azevedo faz manobra de 529 milhões
Vale e Azevedo deve 40 milhões de euros à Caixa Geral de Depósitos e ao empresário Dantas da Cunha, 416 mil euros de renda da casa em Londres, dois milhões ao BPN. Apesar de todas as dívidas, a empresa V&A Capital Limited, gerida pelo ex-presidente do Benfica, acaba de contrair mais um empréstimo de 529 milhões de euros junto da principal accionista Sipor para comprar uma participação accionista numa "companhia pan-europeia" com um grande volume de negócios.
A operação foi anunciada num comunicado emitido pela recém-designada administração 360 Holding AB, uma sociedade sueca adquirida no mês passado pelos quatro sócios de Azevedo na empresa britânica.
Esta manobra financeira de Vale e Azevedo, sobre o qual pendem dois mandados de detenção e um pedido de extradição para Portugal, vai motivar uma queixa internacional por burla da defesa de Dantas da Cunha contra a sociedade sueca, revelou ao CM o advogado António Colaço.
O defensor do empresário já manifestou não acreditar que Vale seja extraditado, classificando todo o processo como uma "palhaçada".
In correio da manhã
Ana Luísa Nascimento com Lusa

Nós por cá...

Nós por cá esquecidos…
Os automobilistas que já fizeram o percurso na Variante do Tâmega, entre Amarante – Celorico de Basto ou vice-versa, já se aperceberam com certeza que iniciar ou acabar a viagem no concelho do Prof. Marcelo Rebelo de Sousa e do Cardeal D. António Ribeiro, é sinónimo de conduzir cerca de 12 km sem sinalização horizontal e porque será?
Pergunto eu e o comum dos mortais, já lá vão cerca de oito meses desde que pararam com as obras de pavimentação e ninguém me sabe explicar o que aconteceu, pensava que éramos uns privilegiados, porque essas mesmas obras começariam e acabariam primeiro no nosso concelho o que é coisa raríssima, mas afinal engano meu, pois ainda não sei o que é que se passou para não termos sinalização horizontal.
Uma estrada sem linhas contínuas ou descontínuas, sem stops, sem nada, é sem dúvida um troço muito idêntico ao de alguns países do terceiro mundo e nós por cá, já estamos habituados a estas distinções públicas.
Mas o que faz mais confusão é que as autoridades competentes, ainda não se lembraram que existe perigo para quem circula na referida via, visto que sem marcações no pavimento é feita uma condução perigosa por alguns automobilistas e nem culpa lhe pode ser imputada, porque não existe sinalização horizontal, como é uma zona de nevoeiros baixos e densos, dificulta a visibilidade dos condutores que não têm por onde se orientar quando circulam, principalmente de noite.
Agora me lembro de um provérbio que a minha avó me ensinou, “depois da casa assaltada, trancas à porta”, se algum dia ocorrer um acidente grave e cause vítimas, depois não vão faltar soluções imediatas e logo aparecem os tais proclamadores da desgraça a atirar culpas uns aos outros.
Nós por cá esquecidos, vamos estar atentos.
Se alguém souber de algo ou pretender opinar em relação a este assunto e o quiser partilhar, era favor fazê-lo neste espaço, pois é obrigação de todos contribuir para uma informação mais credível.
F. Machado

sábado, 15 de novembro de 2008

Diga não ao tabaco

Recentemente foi divulgado um estudo que revela que os médicos portugueses estão a deixar de fumar. São vários os factores que motivaram estes profissionais de saúde a evitar o fumo do tabaco, dos quais se destacam o força de vontade e os riscos de saúde como, as doenças pulmonares e cardiovasculares.
Cerca de 11 por centro dos médicos afirmaram que vão continuar a fumar. Estes dados foram revelados por um estudo “os médicos e o tabaco”, realizado junto de 327 médicos de todo o país.
Este estudo revela também um dado curioso, pois a percentagem de médicos fumadores está vem abaixo dos 19 por centro da população em geral.
Os profissionais que abandonaram o vício do tabaco, revelaram que foi principalmente por influência dos familiares, amigos e colegas, que deixaram o tabagismo. Isto significa que, o fumador pode e deve sempre que necessário, pedir ajuda para combater o vício do tabaco, pois para além dos malefícios para a saúde, dá um certo jeito no final do mês para ajudar a reequilibrar o orçamento das pessoas. Não fará sentido aplicarmos aos médicos o velho provérbio “não olhes para o que eu faço, mas olha para o que eu digo”? Por favor deixem de fumar…

Para descontrair!...

Comente - recorte comunicação social

Liga perde mil adeptos por cada jogo de futebol
00h54m NUNO A. AMARAL
A tendência de quebra nas assistências é comum a quase todos os clubes, tendo o Benfica como excepção mais notória. A crise económica é a justificação mais plausível para a diminuição de cadeiras ocupadas nos estádios.
Cumpridas sete jornadas, é possível fazer um balanço parcial. E os números são claros. A média de espectadores em cada jogo da Liga desceu de 11448 em 2007/08 para 10478 em 2008/09, e 11 dos 14 clubes que transitaram da época passada para a actual baixaram a afluência aos respectivos estádios. Até ao final da primeira volta, tendo em conta que os três clássicos já foram realizados, a tendência é de descida - e se estes números se mantiverem no fim da época, será possível falar numa perda de 240 mil pessoas no total dos jogos da Liga.
O Benfica é a única equipa que tem atraído uma média de espectadores significativamente superior em relação à temporada anterior (53057 contra 37557), mas, mesmo no caso do clube da Luz, esse factor apoia-se no facto de as águias já terem jogado em casa com os rivais F. C. Porto e Sporting nas primeiras jornadas. Na única partida realizada em casa contra uma equipa que não luta para o título, neste caso a Naval, o Benfica teve 45714 adeptos nas bancadas, um número bem superior à média da época passada, tal como aconteceu nos embates da UEFA com o Nápoles (56516) e o Galatasaray (46767).
Dragões (35911 por jogo) e leões (29502) possuem registos parecidos com os do ano passado no campeonato, embora ambos tenham descido os números na Liga dos Campeões, destacando-se as fracas assistências registadas no F. C. Porto-Kiev (32209) e nos jogos do Sporting com o Basileia (22368) e Shakhtar (24282), mas sobretudo o recorde negativo em partidas entre as duas equipas em Alvalade, estabelecido no recente embate da Taça de Portugal (27800).
Paços de Ferreira, Trofense e Rio Ave são os outros clubes com médias mais altas do que as de 2007/08, só que os pacenses já receberam Benfica e Sporting, enquanto trofenses e vila-condenses competiram na época passada na Liga de Honra. O caso do Rio Ave é especial, pois já recebeu a visita de Benfica, F. C. Porto e Sporting, nas sete primeiras jornadas, e mesmo assim regista uma taxa de ocupação do estádio de apenas 42%. Para além dos três grandes, só Vitória de Guimarães e Braga registam médias superiores a 10000 adeptos por jogo, existindo três clubes com médias inferiores a 2000 pessoas (E. Amadora, Nacional e Naval).
Recorde-se que, na semana passada, os dirigentes dos emblemas da Liga se reuniram no Porto para debaterem o calendário da próxima época, tendo naturalmente discutido a situação actual e as soluções para combater a crise, que poderão passar pelo condicionamento do sorteio, para que, por exemplo, não se volte a verificar o caso de os três clássicos se disputarem nas cinco primeiras jornadas.
Na Liga de Honra, os números são um pouco diferentes, registando-se uma subida de quase cem espectadores por partida (1239 em 2008/09, contra 1141 em 2007/08). A participação do Boavista é o factor decisivo para este ligeiro aumento na média, pois apenas dois dos 16 clubes subiram as assistências e todos ficam longe do número de adeptos nos jogos já disputados no Bessa.
Em comparação com a época passada, na qual competiram na Liga principal, os axadrezados desceram a média, mas mesmo assim são os únicos da Honra com uma assistência superior a 3000 espectadores por partida. Na cauda da tabela está o Estoril, com uma média de 246 adeptos por jogo, seguido pela U. Leiria, que tem a mais baixa taxa de ocupação de um estádio nas competições profissionais (2,6%).
.
In Jornal de Nóticas - 15.11.2008

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Editorial

Cerca de 120 mil professores manifestaram-se no sábado passado em Lisboa, em sinal de protesto contra a avaliação, voltando a bater recordes na adesão a uma manifestação pública.
O Governo tem-se mantido firme, em levar por diante a reforma no ensino, afirmando que a avaliação é importante para que se mantenha um sistema justo, enquanto a ministra reafirma que a avaliação é para avançar e que os sindicatos devem respeitar o compromisso que assumiram.
Por seu turno os professores afirmam que vão manter a luta, enquanto a avaliação não for suspensa, dizendo que a manter-se esta situação, farão novo protesto no dia 19 de Janeiro de 2009.
Por seu lado, o representante da Associação Nacional de pais congratulou-se por os sindicatos e professores, terem o bom senso de marcar a manifestação para um fim-de-semana, para não prejudicarem os alunos. Os sindicatos além da suspensão imediata da avaliação, exigem o recuo do Governo na proposta ao novo regime de concurso e a disponibilidade do executivo para regularizar os horários “ilegais”. Há inclusivamente quem afirme, que a aproximação do calendário das legislativas pode funcionar como um trunfo para resolver este combate político-sindical.
Ao que parece, a avaliação dos professores tornou-se inevitavelmente um caso político-sindical, quando os seus interlocutores pretendem resolver esta questão na perspectiva do calendário eleitoral, quando deveria ser resolvido num plano de concertação e diálogo.
Quando todos afirmam que é necessário apostar na formação e valorização profissional dos trabalhadores portugueses, para que as empresas sejam mais competitivas, capazes de responder às exigências do mercado com recurso às novas tecnologias, como é possível atingir estes objectivos, sem uma educação de excelência? Tudo isto só é possível se houver rigor, pois é necessário incutir uma cultura de eficiência e exigência, que passa pela avaliação dos professores e alunos, como se faz em todas as actividades profissionais.
Todos nós somos diariamente avaliados nos nossos empregos, temos objectivos a cumprir, temos alguém que nos “fiscaliza”, quem vê o nosso desempenho no trabalho e os professores não devem fugir à regra. Como é do conhecimento de todos, recentemente foi divulgado o ranking nacional das escolas portuguesas, onde as escolas privadas aparecem melhor classificados e os alunos com melhores notas , bem à frente das escolas públicas. Isto revela bem o seu funcionamento.
Nas melhores Escolas e Colégios privados, os professores são seleccionados pelo seu mérito, tem sentido de “responsabilidade”, não faltam às aulas quando lhes apetece, há uma grande exigência dos docentes e alunos e os resultados estão bem à vista de todos, basta analisar os números. Por sua vez os professores que leccionam nas escolas públicas, faltam muitas vezes às aulas, prejudicando os alunos, quebram de certa forma o ritmo escolar, sem que nada lhes aconteça. Esta situação gerou junto dos encarregados de educação falta de confiança, pois querem o melhor para os seus filhos, e procuram outros centros de ensino, ficando o ensino público para os parentes pobres.
De lamentar os protestos na recepção à Ministra da Educação em Fafe, onde foi recebida num ambiente hostil e insultuosa, protagonizada pelos alunos. É de censurar a manipulação dos alunos que foram utilizados numa questão que apenas diz respeito a professores e Ministério da Educação.
A preocupação dos docentes é a avaliação, porque está em causa as promoções automáticas nas carreiras da função pública, mas é importante premiar o mérito, pois é uma questão de justiça social.
Já agora, se os professores estão tão preocupados com a educação em Portugal, porque não discutem outros problemas no ensino, como a renovação do parque escolar, melhores condições nas escolas, espaços para a prática do desporto, violência entre alunos e a segurança na escola?
Esta questão revela bem que os portugueses estão atentos a estas situações, a comprovar isto é o facto de o Governo resistir às críticas dos sindicatos dos professores e continua bem à frente nas sondagens.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Notícias de Celorico de Basto

O concelho de Celorico de Basto, voltou hoje a ser destaque pela imprensa nacional sob o titulo
"Universidade dos Árbitros".
O Jornal desportivo "A Bola", publicou uma página inteiro sobre o Projecto da Academia de Olímpica de Arbitragem em Celorico de Basto destacando o vereador do Desporto da Câmara Municipal celoricense, Joaquim Mota e Silva.
O mesmo prestigiado jornal desportivo avançou que as obras da Academia que poderá servir todas as modalidades desportivas devem já arrancar em 2009.
.
In Noticias de Basto

Voz do cidadão

Má sinalização
É dever de cada cidadão, alertar as entidades competentes que têm o dever de reparar o que devia estar em condições, um dos casos mais gritantes na nossa freguesia é a má sinalização que existe.
Em alguns casos há sinais de trânsito que já deveriam ter sido substituídos, por estar em condições tão más que já é difícil saber o que significam, levando os condutores a situações de risco.
O mais grave é a falta de sinalização, que por vezes cria inúmeras dificuldades para as pessoas que procuram um lugar ou localidade, como é o caso das Piscinas e Parque de Lazer de Fiães em Codessoso.
Apela-se às entidades competentes que façam, o que devia ser feito desde o início, isto é, colocação de sinais na estadra de Codessoso, com a informação do Parque de Lazer, visível nos dois sentidos, para que as pessoas não andem perdidas ou tenham sistematicamente de perguntar pelo local.
. Por: A. P.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Comente!...

Dificuldade para pagar contas atinge 58% dos lusos
Apenas 26% dos consumidores dizem gastar o mesmo ou mais.
Bebidas alcoólicas, tabaco, restaurantes e hotéis entre mais afectados.
Os analistas discutem a existência ou não de uma crise, mas os portugueses já a sentem na pele.
Tanto que 58,1% dos inquiridos pela Netsonda assumem ter dificuldades para pagar todas as contas no fimdomês. De acordo com a sondagem, que o Destak analisou, para28% dos entrevistados o seu poder de compra diminuiu muito emrelação hácinco anos, enquanto 45,5% dizemque piorou. Ouseja, a capacidade para gastar dinheiro degradou-se para três em cada quatro inquiridos. Por isso, nogeral, os portugueses estão a consumirmenos, cortando nos gastos mais supérfluos. Prova disso é que os produtos alimentares e as bebidas não alcoólicas (70,5%), a saúde (67%) e a educação (54%) são os serviçosonde o nível de despesas mais se manteve. Situação contrária à evidenciada pelas bebidas alcoólicas, o tabaco e os narcóticos, onde o consumo diminiu para 52% dos entrevistados, a mesma percentagem registada pelos restaurantes e hotéis.
Lazer e compras em queda
O vestuário e o calçado, apesar de continuarem a ser uma constante no cabaz de 43,5% dos consumidores, deixaram de estar tão presentes nalistade compras de outros 44,5%. Percentagem um pouco acima dos 41,6% que deixaram os acessórios para o lar, os equipamentos domésticos e a manutenção da casa ou dos 39,8% que abdicaramdo lazer e cultura. . In Destak

Insólito!...

Casal detido por ter sexo em comboio cheio
Um casal foi detido pelas autoridades britânicas, após uma sessão de sexo, numa carruagem apinhada de passageiros, noticia o Daily Mail.
O casal, ambos na casa dos 40 anos, ignoraram os restantes passageiros quando se envolveram numa cena íntima, e provocaram a estupefacção geral.
Quem seguia viagem de Liverpool para Londres, no intercidades da Virgin, no passado dia 22 de Outubro, não queria acreditar quando percebeu que a mulher estava a praticar um acto sexual no comboio.
O casal foi detido assim que o comboio chegou à estação de Euston, com as autoridades a serem chamadas quando um guarda se apercebeu do que estava a acontecer, através das câmaras de videovigilância.
O homem, Gregory Sim, de 49 anos, foi acusado de «comportamento impróprio» e tem de se apresentar em tribunal no próximo dia 16 de Novembro.
Já a mulher, de 41 anos, cuja identidade não foi divulgada, teve de pagar fiança para sair em liberdade.
.
In Destak 12.11.2008

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Notícias de Celorico de Basto

Concelho de Celorico de Basto assinala Dia dos Diabetes no dia 14 de Novembro
No âmbito do projecto “Câmara Amiga” através da Unidade Móvel de Saúde, a autarquia de Celorico de Basto vai assinalar no próximo dia 14 de Novembro o Dia Mundial dos Diabetes que terá inicio ás 14h30 no Largo da Biblioteca Municipal Marcelo Rebelo de Sousa
DIABETES atingem no concelho de Celorico de Basto cerca de 600 pessoas
No concelho celoricense, a Câmara Municipal e o Centro de Saúde estão a organizar a comemoração do dia da diabetes que se realiza no dia 14 de Novembro. A acção terá início às 14h30 junto à biblioteca e prosseguirá com algumas actividades pensadas especialmente para adaptar aos portadores da doença. A iniciativa pretende alertar a população para a importância da prevenção e informar os portadores da doença sobre o estilo de vida ideal de acordo com a especificidade de cada utente. Esta acção de sensibilização terá acompanhamento médico e de enfermagem. O vereador da acção social, Joaquim Mota e Silva refere o que levou a autarquia a assinalar este dia. “É importante informar a população sobre uma doença que atinge um elevado número de pessoas e que tende a aumentar”.
Em Celorico de Basto estão diagnosticados cerca de 600 diabéticos.
Refira-se que a diabetes é um problema orgânico que provoca o aumento da quantidade de açúcar no sangue por muita ou alguma falta de insulina, uma substância que ajuda a transportar o açúcar no sangue, para mais tarde ser usado como fonte de energia. Os sintomas são cansaço, perda de peso, sede, necessidade frequente de urinar e visão turva. Mas com o tempo, podem surgir problemas mais sérios nos olhos, podendo levar à cegueira, e ainda problemas nos nervos, coração, pés, artérias e veias. O número de pessoas com diabetes tem aumentado em todo o mundo. Estima-se que em Portugal existam cerca de 400 mil diabéticos.
Alguns especialistas dizem que em 2025 o número poderá andar perto de 700 mil.
In Noticias de Basto

Campeonato Distrital de Futsal Vila Real

8ª Jornada - 08 de Novembro 2008, 21.00 horas.
Pavilhão Gimnodesportivo de Chaves
Assistiram ao Jogo cerca de 100 espectadores.
Hóquei Clube Flaviense 0 Futsal Clube Mondim de Basto 5
H.C.Flaviense: Luís, Mário, Victor, Ricardo F., Tiago, Caldas, Iban, Pipoca, Toyota, Nelson, Acácio, Ricardo. Treinador: Amaro Santos.
FCM.Basto: Brioso, Chumbadinha, Miguel Ângelo (3 golos), Kukes (1 golo), Nuno, Ruben (1 golo), Toni, Litos, Niko, Luís, Gijio, Victor. Treinador: Cassiano.
Árbitros: António Carvalho, Diogo Martins.
Intervalo: 0 - 1
A arte de bem contra-atacar…
Jogo muito bem disputado e de entrega total, onde as duas equipais só se preocuparam em jogar futsal, um exemplo de fair-play a seguir. Nos primeiros 10 minutos assistiu-se a um jogo muito movimentado no meio do terreno e com poucas oportunidades de golo de parte a parte, mas com o maior pendor atacante a pertencer ao Mondim, a equipa da casa mais recuada utilizou como arma o contra-ataque e a espaços criou algum perigo ao adversário, quando faltavam cerca de 9 minutos para o final da 1ª parte e numa jogada de contra-ataque a bola sobrou para Kukes e este em frente á baliza rematou forte e fez o 0-1, até ao fim da 1ª parte ambas as equipas criaram algumas situações de golo que foram desperdiçadas, a situação mais flagrante e que poderia ter dado o empate pertenceu á equipa Flaviense que rematou á trave quando faltava pouco mais de um minuto para o fim.
Na 2ª parte a equipa de futsal de Mondim ampliou a vantagem para 0-2, logo no minuto inicial de jogo por Ruben, num remate de fora da área forte e colocado sem hipóteses para o guarda-redes da equipa local, depois desta vantagem assistiu-se a um jogo de parada e resposta, com a equipa da casa a arriscar mais com o intuito de recuperar da desvantagem, a equipa do Mondim a jogar mais pela certa e a controlar o jogo e o resultado, aproveitou a subida da equipa da casa e no contra-ataque sentenciou o jogo, com Miguel Ângelo a marcar três golos seguidos entre o minuto 10 e 13, resultado dilatado que não mostrou verdadeiramente o que se passou em todo encontro, a equipa Flaviense fez um bom jogo e mostrou que sabe jogar futsal mas mostrou também que o seu grande problema é a finalização, a equipa visitante fez o jogo que lhe convinha e em contra-ataques rápidos e com uma excelente troca de bola e com executantes de grande nível e experiência, acabou tornar tudo mais fácil.
Melhor em Campo: O que mais rematou e que mais marcou, Miguel Ângelo 3 golos.
Equipa de arbitragem: Fez uma excelente exibição e mostrou qualidades acima da média, há árbitros neste campeonato que primam pelo ridículo e falta de qualidade, podiam ver estes jogos para aprender mais e ver a diferença de nível.
. Texto: F. Machado
.

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Post it

Mulher russa dá à luz bebé gigante
O peso médio de um bebé recém-nascido é de 3 quilos. O caso que relatamos a seguir não é de todo normal, mas aconteceu. Uma mulher russa deu à luz Nadia, uma menina de 7,75 quilos.
Dado o tamanho desproporcional da criança, Tatyana Khalina, de 43 anos, teve de fazer uma cesariana no hospital na região de Altai, na Sibéria. Quando nasceu, a 17 de Setembro, olhou para ela e ficou "em estado de choque", reconheceu a mãe em declarações à Reuters.O pai nem conseguiu expressar por palavras o que sentia - "Não conseguiu dizer nada - ficou pasmado", reconheceu a parturiente.
Explicações para o sucedido?
Tatyana reconheceu apenas que durante a gravidez usava e abusava "de batatas, massas e tomates", devido à falta de dinheiro para comprar alimentos mais variados.Khalina não foi a única mulher a dar à luz um bebé gigante.Em Janeiro de 2005, uma brasileira teve um rapaz com 7,73 quilos. Porém, há a registar casos inéditos como o do rapaz italiano que nasceu em 1955 com 10.2kg e um outro de um menino com 10.8kg, que nasceu nos Estados Unidos em 1879, mas acabou por falecer 11 horas depois.
Fonte: BBC
.
In ciberia

Penedo d'oiro em Codessoso

Penedo maior que uma habitação
Segundo a lenda, esta pedra que foi carregada nas margens do Rio Tâmega, destinava-se à construção de uma fortaleza e/ou castelo e era transportada pelos mouros numa “padiola” (espécie de maca) suportada em paus de madeira. Estes homens cansados, pousaram a carga para descansar e recuperar energias, ao retomar a caminhada os paus partiram e por ali ficaram.
Segundo os antepassados, sempre houve um grande mistério em redor deste penedo, o que motivou várias tentativas de abrir a rocha ao meio, com recurso inclusivamente a dinamite, pois pesava-se que no seu interior tinha oiro, mas continua intacto, tendo apenas ficado lascado numa das extremidades e ali permanece por tempos imemoriais.

sábado, 8 de novembro de 2008

Post it

Atribuições entre Janeiro de 2003 e Julho de 2008
Câmara de Oeiras dá 114 carros a funcionáriosA Câmara de Oeiras distribuiu carros de serviço a 114 funcionários camarários. "O elevado número de viaturas atribuídas", segundo o diagnóstico da Direcção Central de Investigação da Corrupção e da Criminalidade Económica e Financeira (DCICCEF) num inquérito realizado à autarquia já este ano, diz respeito ao período "entre 1 de Janeiro de 2003 e o momento presente [Julho de 2008]." O inquérito resultou de uma denúncia anónima sobre o alegado "uso pessoal reiterado e abusivo [de um carro municipal]".
Conheça todos os pormenores em exclusivo, na edição do ‘Correio da Manhã’ deste sábado.

Barcelona

Conhecer Barcelona
.
.
Um livro com 149 páginas para folhear...
.

MMS

Movimento Mérito e Sociedade "MMS" http://www.mudarportugal.org/ Novo partido politico Propostas do MMS relativas ao IVA. Passa naquela estação na Segunda feira às: 12.30 14.30 17.30 19.30 21.30 23.30 Pode ser visto através: http://www.rntv.pt/ . Por: M.Pinho

Sugestão de leitura

Autor
José Maria Eça de Queirós
Titulo
Os Maias

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Correio do leitor

O Governo decidiu para o ano de 2009, aumentar o salário mínimo nacional para € 450,00. Este aumento foi decidido em sede de concertação social, onde estiveram representados os outros parceiros sociais, associações sindicais e associações patronais.
As reacções não se fizeram esperar, por parte dos partidos políticos, os da esquerda a defender mais direitos para os trabalhadores, os da direita a contestar esta medida do governo, alegando que a economia nacional não esta preparada para este aumento, de € 24,00, pois o salário mínimo nacional cifra-se neste momento nos € 426,00.
Os representantes das ANPMES (Associação Nacional de Pequenas e Médias Empresas), criticaram duramente este aumento, fazendo inclusivamente “chantagem” com os trabalhadores, que são os menos culpados desta crise, que se abateu sobre a economia nacional. Aconselham os seus associados a não renovar os contratos de trabalho a termo, o que equivale que cerca de 43.720 mil postos de trabalho que podem ficar em risco.
Compreende-se as dificuldades das nossas empresas, pois não têm competitividade para superar as dificuldades da actual conjuntura económica, actualmente, desfavorável.
O primeiro-ministro já defendeu que esta medida em nada compromete a competitividade das empresas, mas tal argumento não tem convencido os seus interlocotores.
Contudo, esta situação pode atirar mais trabalhadores para o desemprego no próximo ano, o que ainda pode agravar mais a situação das famílias portuguesas.
Perante este cenário é legítimo saber quem defende os trabalhadores portugueses, uma vez que são sempre os que pagam a factura da crise, pois cada vez mais vêem o seu poder de compra a diminuir, sem condições para enfrentarem os seus problemas do dia-a-dia.
.
AJMG

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Sem comentários...

Cadilhe foi para o BPN ganhar 700 mil por ano Miguel Cadilhe ganha no BPN um total de 700 mil euros brutos por ano. Com a saída voluntária do banco, na sequência da nacionalização decretada pelo Governo, o ainda presidente do BPN perde uma indemnização de 2,2 milhões de euros, referente a 45 meses do mandato de quatro anos que acaba por não cumprir.
Já os restantes seis administradores do banco têm uma remuneração de 500 mil euros por ano.
Conheça todos os pormenores na edição de quinta-feira do jornal 'Correio da Manhã'.

Recortes de futebol internacional

Lembra-se de André Luís? O defesa que representou o Benfica há duas épocas está a dar que falar no Brasil, depois de ter sido protagonista de um momento insólito no encontro da Taça Sul-Americana entre o Botafogo e o Estudiantes.
Depois de fazer uma falta a meio-campo, André Luís perdeu a cabeça quando viu o árbitro puxar do cartão amarelo, o segundo, e preparar-se para o expulsar. Correu na direcção do juiz, arrancou-lhe o cartão da mão e mostrou-lho, antes de o devolver. Tudo com maior aparato do que o incidente semelhante protagonizado há pouco mais de um ano pelo português Zequinha, numa partida do Campeonato do Mundo de sub-20, frente ao Chile, que lhe custou uma suspensão de um ano imposta pela Federação portuguesa.
O treinador do Botafogo, Ney Franco, não se mostrou muito duro para com a atitude de André Luís. «Ele não teve o controle emocional», afirmou , citado pelo Terra, atribuindo o problema às dificuldades de comunicação dos brasileiros com os árbitros nas competições continentais: «Nós, brasileiros, temos esse grave problema na Copa Sul-Americana: como único país de língua portuguesa, enfrentamos árbitros com os quais a comunicação é difícil e somos mal interpretados.» Resta dizer que o jogo terminou com um empate (2-2) e o Botafogo foi eliminado da Taça Sul-Americana.
Veja o vídeo
IOL Portugal Diário

Video da desfolhada

video

Musicos:

Concertina - Sr. Moura e filho

Violão - Joaquim Mota

Viola - Manuel Monteiro

Harmonica - Albino Monteiro

Video da desfolhada em Codessoso

video

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Campeonato Distrital de Futsal Vila Real

01 de Novembro 2008, 18.00 horas
Pavilhão Gimnodesportivo de Vila Pouca de Aguiar
Casa do Benfica V. P. Aguiar 3 F. C. Mondim de Basto 6 FCMB: Brioso, Toni, Miguel Ângelo (1 golo), Chumbadinha (1 golo), Kukes (1 golo), Nuno, Ruben (2 golos), Litos (1golo), Niko, Luís, Gijio, Victor. Treinador: Cassiano.
Equipa de arbitragem foi o pior obstáculo…
Esta foi a 6ª jornada do Campeonato de futsal da A.F. Vila Real e ponha frente a frente estas duas equipas classificadas nos lugares cimeiros da competição e separadas por apenas três pontos. A equipa de futsal de Mondim começou muito bem o jogo e como vem sendo habitual inaugurou o marcador logo nos primeiros cinco minutos e foi sempre a equipa mais pressionante e perigosa quer na transição defesa ataque, quer na recuperação de bola e na segurança que manteve sempre na defesa de princípio ao fim, o seu jogo pautou-se sempre por uma excelente técnica e rapidez de movimentos e com a equipa da casa a ver jogar, portanto não foi de estranhar que o segundo e terceiro golo aparecessem com naturalidade, mas numa das poucas descidas e em contra-ataque a equipa visitada depois de uma boa triangulação reduziu para 1-3 e foi ai que começou o espectáculo da equipa de arbitragem (comentário em baixo), ao intervalo o resultado era de 2-4 favorável ao Mondim.
Na segunda parte continuou o pendor atacante a pertencer ao Mondim e foi a equipa que controlou sempre o jogo e a vitoria nunca esteve ameaçada, tal era a sua supremacia em relação ao adversário, aliás só não houve goleada porque a certa altura teve que se defender da equipa de arbitragem que mostra cartões e marca faltas que só existem na cabeça deles, mas esta situação já é reincidente e portanto foram estes senhores que têm um apito e correm pelas laterais o maior obstáculo, que mesmo assim não conseguiu intimidar os atletas da equipa que já comanda o campeonato isolada.
Melhor em Campo: Equipa esteve muito bem no jogo táctico e psicológico e aguentou a pressão de uma arbitragem caseira, Toni bem a defender, Ruben eficiente marcou 2 golos e Brioso deu segurança à equipa ao defender 3 livres directos.
Equipa arbitragem: Os números da vergonha, 27 faltam marcadas em todo o jogo, 5 cartões amarelos mostrados a equipa visitante e todos sem nexo, Litos isolado foi ceifado por trás e ainda levou amarelo, intimidação e ameaças de cartões e faltas aos jogadores do Mondim, na segunda parte ainda faltavam 12 minutos de jogo e já a equipa visitante tinha atingido as 5 faltas e até ao fim marcaram-se 5 livres directos, a maior parte das faltas foram inventadas de forma ridicula, Kukes marca golo com o peito e arbitro anula e marca falta e diz que foi com a mão, no ultimo minuto livre directo favorável ao Mondim e quando Miguel Ângelo se preparava para o marcar o arbitro não deixou e mandou jogar a equipa da casa, esta não percebi e foi a cereja em cima de um monte de asneiras que não me parecem por engano, estes senhores de negro já são reincidentes e primam pelo caseirismo porquê? Têm falta de qualidade e chegam a ser ridículos e nunca vão sair dos distritais de certeza absoluta ou então muito mal andava o futsal, só lhe faltava ter marcado golos para atingirem a perfeição, é pena só aparecerem em certos locais deviam-se expandir mais para todos verem o seu trabalho vergonhoso.
Texto: F. Machado

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Desfolhada - Codessoso

No passado dia 25 de Outubro realizou-se uma desfolhada, no Largo de Escola Primária de Codessoso. A iniciativa partiu do Grupo Desportivo de Codessoso, que procurou manter vivas as tradições do mundo rural, como forma de defender os usos e costumes locais.
Durante mais de duas horas um grupo de várias dezenas de pessoas de todas as idades, recriou uma desfolhada tradicional que, em tempos, reunia aldeias inteiras, onde as pessoas, no final de uma jornada de trabalho se juntavam num saudável convívio que muitas vezes, terminava com dançares e cantares.
As desfolhadas eram, tradicionalmente, momentos em que o trabalho era associado ao convívio e confraternização festivas e ao início dos namoros, onde eram por vezes permitidas certas ousadias, como abraçar ou beijar na face.
O processo era simples, as espigas eram recolhidas no campo, carregadas e depois colocadas no centro da eira, os trabalhadores posicionavam-se em circulo, sentados no chão outras vezes em pequenos bancos, onde desfolhavam as espigas para dentro de cestos de madeira, estrategicamente distribuídos no monte das espigas e o folhelho era atirado para fora da roda.
Este acontecimento decorria tradicionalmente à noite, sempre num ambiente de grande expectativa, de desfolhar uma espiga de milho vermelho ou milho-rei, pois era uso, quem o encontrasse se levantasse e desse um abraço aos convivas e a escolher um rapaz ou rapariga para dançar e dar um beijinho.
Antigamente havia em Codessoso outra tradição muito importante, onde os rapazes mais velhos se vestiam com um lençol pela cabeça e percorriam a freguesia de Codessoso de lés-a-lés e obrigavam os mais novos a recolher a casa, muitas vezes contra a sua vontade e com recurso à força, pois entendia-se que não tinham idade para andar sozinhos pela aldeia.
Chegados ao fim da desfolhada os organizadores serviam aos trabalhadores uma merenda, composta muitas vezes por aguardente (bagaço), pão, biscoitos e por vezes até se faziam magustos.
Mais uma iniciativa de grande êxito realizada pelo GDC, pois conseguiu reunir várias dezenas de pessoas, que animaram a desfolhada com as tradicionais cantigas e o pé de dança no final.
O Grupo Desportivo de Codessoso, agradece a presença e colaboração de todas as pessoas, especialmente:
Belmiro Peixoto – por ter colaborado com as espigas para a desfolhada
Vinhos – Quinta do Barreirinho – Codessoso
Tocadores – Sr. Moura e filho, Manuel Monteiro, Joaquim Mota

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Museus on-line

MUSEUS NO MUNDO Alemanha www.smb.spk-berlin.de Canadá www.national.gallery.ca Canadá www.mmfa.qc.ca China www.chinapage.com Espanha www.museoprado.mcu.es Estados Unidos www.amnh.org Estados Unidos www.metalab.unc.edu Estados Unidos www.metmuseum.org Estados Unidos www.tamu.edu Estados Unidos www.artic.edu Finlândia www.nba.fi França www.louvre.fr França www.lyon.cci.fr França www.museedelapub.org Israel www.imj.org.il Japão www.kyohaku.go.jp México www.arts-history.mx Reino Unido www.nms.ac.uk Reino Unido www.tate.org.uk Rússia www.hermitagemuseum.org Suécia www.nationalmuseum.se Vaticano www.christusrex.org www.vanmuseum.bc.ca

Humor

A LOIRA... AGORA NA PT... Uma loira queria falar com a mãe, que estava na Alemanha, e foi à PT.
Como o funcionário a informou que a ligação custava 2 Euros o minuto e ela não tinha dinheiro, disse que faria qualquer coisa para poder falarcom a sua mãe.
O homem perguntou-lhe:
- Qualquer coisa?
- Sim, respondeu ela.
- Acompanhe-me até à sala ao lado.
Ela foi. Chegando lá, ele disse:
- Ajoelhe-se!
Ela ajoelhou.
- Baixe o fecho das minhas calças!
Ela baixou.
- Tire-o para fora
.Ela tirou e segurou-o entre as mãos.
O homem disse:
-Pode começar.
Ela aproximou-o da boca e falou:
- Alô... maezinha...
você nem imagina de onde estou falando!!!!!!!!!!!

Terceiro anel - fórum

Aproveite esta oportunidade para dar a sua opinião e/ou comentário sobre o futebol e outros desportos.