sábado, 30 de julho de 2011

Liga de Futebol Português de 2011/2012


A Liga de Futebol da 1ª Divisão está prestes a iniciar a competição.

A cada início do campeonato, os adeptos de futebol dos três grandes do futebol português, renovam a ambição e as expectativas de ganhar o título.

O início da competição está aí, e será a Liga mais cara de sempre, onde os três grandes investiram em força para a temporada 2011/12, com um investimento de cerca de 74 milhões.
O que traduzido em números, o FCP já gastou 30 milhões, Benfica 29 milhões de euros e o Sporting 15 milhões de euros.

Ainda estamos a um mês do fecho das inscrições, o que significa que o investimento ainda pode aumentar, o que parece um contra-senso num país que teve de pedir ajuda externa à União Europeu e FMI.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

27 de Julho 2011, 22.00 horas

Polidesportivo da Mota – Fervença
Assistência cerca de 300 espectadores.

ACR Fervença 2 GD Codessoso 5

GD Codessoso: Zé Pinto (1), Paulo Leite, Miguel Ângelo, Kukes (2), Miguel Pires, BóBó (2), Fredo, Zé Ibraimovic, Marco Machado.
Treinadores: Carlos Leite e Paulo Lopes.

Intervalo: 1 – 3
                                Um bom treino para a Liga…

A equipa do Grupo Desportivo de Codessoso venceu fora por 5-2, a equipa do ACR Fervença, nas meias-finais da taça da liga AFCB, num jogo que controlou de princípio ao fim, com posse de bola quase constante e uma postura defensiva quase irrepreensível, só a espaços a equipa da casa deu um ar da sua graça. Foi um bom jogo, com muito público e excelente fair-play entre as equipas.

Encontro entre duas equipas de divisões diferentes mas que tinham objectivos idênticos, a equipa de Codessoso não deixou os seus créditos por mãos alheias e entrou muito bem no jogo exercendo uma pressão alta e controlando o mesmo, aos 7 minutos Bóbó inaugura o marcador, aos 13 minutos novamente Bóbó a facturar á boca da baliza (0-2), depois passou-se por um período de acalmia com a equipa da casa a tentar mudar o rumo dos acontecimentos, mas faltava-lhe discernimento e objectividade no seu jogo, Zé Pinto subiu no terreno e aos 26 minutos quase do meio campo faz um golo de bandeira (0-3), aos 27 minutos a equipa da casa vai reduzir para (1-3), num remate cruzado e bem colocado. Até ao intervalo o resultado não sofreu alteração.

Na 2ª parte a equipa do GDC limitou-se a gerir, a equipa da casa num jogo a eliminar praticamente não passava do meio campo, tal era o receio de sofrer golos. Entre o minuto 17/19 kukes, abre o livro e marca dois golos de excelente recorte técnico, estava feito o (1-5). A equipa do GDC começou a rodar todos os atletas porque sexta-feira tem um jogo complicado para a liga, a equipa visitada ainda viria a reduzir aos 24 minutos para (2-5), depois de aproveitar uma saída do guarda redes do GDC. Resultado final não sofre contestação e só peca por escasso, dado o volume de jogo e oportunidades desperdiçadas pelo GDC.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Pedalada à Vitela - todos a subir o Alto da Sra. da Graça e a descer rumo à Vitela


PEDALADA TEAM – G. D. CODESSOSO

Organizou passeio em bicicleta ao Alto da Senhora da Graça

video


A equipa de ciclismo “Pedalada Team” do Grupo Desportivo de Codessoso, organizou no passado dia 03 Julho, um passeio em bicicleta ao “Monte Farinha” Mondim de Basto.

A iniciativa intitulada de “Pedalada à Vitela” contou com a participação de mais de 40 ciclistas, de ambos os sexos, provenientes de diversos concelhos do Norte, nomeadamente o concelho da equipa organizadora, Braga, Matosinhos, Guimarães, Fafe, Vila Nova de Gaia.

A distância percorrida foi de 74 km, num dia em que as condições meteorologistas estavam perfeitas para a prática desta modalidade.

A partida deu-se pelas 08H30 no Parque de Lazer em Codessoso com o regresso ao mencionado parque pelas 14H00.

A segunda etapa e tendo em conta o esforço dispendido pelos atletas, teve inicio no mesmo parque, com destino à vitela assada no churrasco, respectivo arroz de feijão e o tradicional vinho verde da “Quinta do Barreirinho”.

Durante o repasto houve ainda tempo para a animação com música da região, terminando cerca das 21H00, pois o sol a partir dessa hora pregou uma partida e escondeu-se.

Dado o sucesso do evento, fica prometido para o ano a realização de prova semelhante.

Fica ainda um agradecimento especial a todos os participantes na "Pedalada à vitela", desde os corajosos que subiram o Alto da Senhora da Graça, bem como ao apoio que foram fantásticos, não deixando que nada faltasse, aos cozinheiros que prepararam boa comidinha e a todos quantos de alguma forma colaboraram para a realização desta Pedalada.

Liga de Futsal CBT - Meias-Finais da Taça - 27 Jul. pelas 22h

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Liga de futsal CBT - 1ª Divisão Masculina.

22 de Julho 2011, 20.30 horas.
1ª Mão dos Quartos-final

Polidesportivo da Vila – Celorico de Basto
Assistência cerca de 200 espectadores.

Dragões de Britelo 1 GD Codessoso 13

GD Codessoso: Zé Pinto (2), Paulo Leite (3), Carlos Leite (1), Fredo, Miguel Pires, BoBó, André Celorico (1), Zé Ibrahimovic (1), Marco Machado (4), Quim Zé (1).
Treinador: Carlos Leite.

Intervalo: 1 – 4

Assim parece fácil…

A equipa do Grupo Desportivo de Codessoso venceu (13-1) na Vila, os Dragões de Britelo, do jogo pouco á dizer porque o resultado já diz tudo, mas mesmo assim se ressalva o Poker de Marco com os golos a serem apontados todos na 2ª parte, Quim Zé estreou-se a marcar e Zé Pinto o outro guarda-redes continua a facturar e desta vez fez um bis, mas o protagonismo vai para toda a equipa que esteve homogénea.

A equipa do GDC teve sempre o domínio absoluto do jogo e os seus atletas foram sempre uma seta apontada á baliza adversária, a eficácia da equipa na concretização foi excelente principalmente na 2ª parte, mesmo assim foram desperdiçadas inúmeras oportunidades que a serem concretizadas daria um resultado histórico.


24 de Julho 2011, 22.00 horas.
2ª Mão dos Quartos-final

Polidesportivo de Fiães – Codessoso
Assistência cerca de 130 espectadores.

GD Codessoso 4 Dragões de Britelo 2

GD Codessoso: Zé Pinto, Paulo Leite (2), Fredo, Miguel Ângelo (1), Miguel Pires (1), BoBó, Zé Ibrahimovic, Diogo Machado, Marco Machado, Quim Zé.
Treinador: Carlos Leite.

Intervalo: 3 – 2

Serviços mínimos garantidos…

A equipa do Grupo Desportivo de Codessoso venceu (4-2) em casa, os Dragões de Britelo, e continua a ser mais uma vez nesta fase e pelo quinto ano consecutivo a única equipa de Codessoso na competição, a equipa do GDC fez um jogo relaxado e quase só para cumprir calendário, mas mesmo assim não deixou os seus créditos por mãos alheias e venceu mais um jogo, continua a ser única equipa sem derrotas e nas meias-finais vai defrontar a prestnett.

Foi um jogo muito pachorrento e sem interesse, a equipa do GDC limitou-se a gerir e a fazer rodar toda a equipa para testar outras situações de jogo e soluções para os jogos importantes e decisivos que ai vêm, é importante também dizer que guarda-redes da equipa de Britelo foi uma barreira quase intransponível e defendeu quase tudo que havia para defender, o GDC está de parabéns porque mesmo quando os jogos não correm tão bem a sua luta pela vitória é impressionante.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Voto de protesto

O governo decidiu em Conselho de Ministro, aumentar os preços dos transportes públicos. Esta medida apenas visa receita para combater os prejuízos anuais das empresas públicas do sector. Quem conhece o regime jurídico das empresas públicas sabe que as mesmas não visam maximizar lucros, mas apenas a satisfação das necessidades colectivas dos cidadãos, daí que os preços que praticam se cifram abaixo dos custos de produção.

Os défices destas empresas são suportados anualmente com o dinheiro dos contribuintes através do orçamento do Estado. O que parece despropositado é o aumento dos preços para combater as despesas de organização e funcionamento, e indirectamente atacar a divida pública do Estrado.

O que deveria é haver coragem politica para diminuir as despesas cortando no despesismo com a sua Administração, onde os Gabinetes são mais que muitos, sem se saber muito bem para quê. Administradores pagos a preço de ouro, de competência muito duvidosa; bastando analisar o resultado anual do exercício e ver os prejuízos avultados.
Porque não alteram o seu regime jurídico e estabelecem medidas restritivas de endividamento, como por exemplo, reduzir os membros dos Conselhos de Administração e respectivas regalias?

Para tomar estas medidas é que os Governos portugueses não têm coragem, mas tal incapacidade tem uma justificação, dá emprego aos boys da política e alimenta o clientelismo e tráfico de influências, que são os malefícios que minam a democracia portuguesa.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Liga de futsal CBT - 1ª Divisão Masculina.

17 de Julho 2011, 22.00 horas.

Polidesportivo de Canedo – Celorico de Basto
Assistiram ao Jogo cerca de 200 espectadores.

SC Canedense 0 GD Codessoso 0

GD Codessoso: Zé Pinto, Paulo Leite, Miguel Ângelo, Fredo, Miguel Pires, BoBó, André Celorico, Kukes, Diogo Machado, Zé Ibrahimovic, Quim Zé.
Treinador: Carlos Leite.

Intervalo: 0 – 0

Só faltaram os golos…

A equipa do Grupo Desportivo de Codessoso empatou (0-0) em Canedo, resultado anormal no futsal e ficou assim invicto na 1ª fase, o guarda-redes da equipa da casa mostrou-se intransponível e defendeu tudo o que havia para defender, um jogo entre duas equipas típicas de futsal que proporcionaram um bom espectáculo e onde só faltaram os golos.

A equipa do GDC na primeira parte teve o domínio absoluto do jogo, encostou o adversário na sua defesa e rematou que se fartou, podia ter construído um resultado confortável mas o guarda-redes adversário esteve sempre á altura, a equipa da casa limitava-se a fazer um jogo mais calculista e defensivo e raramente criava perigo.

Na 2ª parte e principalmente nos primeiros 10 minutos continuou o domínio da equipa visitante que esteve sempre segura na sua defesa apesar do seu adiantamento no terreno, mas com a expulsão de Miguel Ângelo por acumulação de amarelos a situação alterou-se um pouco, a equipa da casa começou a acreditar que era possível vencer e criou a espaços algumas oportunidades de golo, mas arriscou muito pouco no ataque e jogou mais para não perder do que para ganhar, mesmo assim não se pode tirar o mérito da sua exibição e do seu excelente posicionamento em campo durante todo o encontro, o GDC nos últimos 15 minutos arriscou pouco e deixou correr o tempo, estava mais preocupado em não apanhar cartões, porque vêm ai jogos mais importantes.

domingo, 17 de julho de 2011

Liga de futsal CBT - 1ª Divisão Masculina.

15 de Julho 2011, 21 horas.


Polidesportivo de Fiães – Codessoso
Assistiram ao Jogo cerca de 150 espectadores.



GD Codessoso 9 Juve Gagos 2

GD Codessoso: Quim Zé, BóBó, Paulo Leite (1), André Celorico (1), Miguel Ângelo (1), Fredo (2), Marco Machado, Kukes , Diogo Machado (1), Zé Ibrahimovic (2).
Treinador: Carlos Leite.

Intervalo: 4 – 0

Golos e espectáculo …

A equipa do Grupo Desportivo de Codessoso continua a ganhar e ao nono jogo a nona vitória, o segundo classificado tem pouco mais de metade dos pontos, o jogo da 10ª jornada em canedo é só para cumprir calendário e claro tentar o pleno na 1ª fase.

Em relação ao jogo pouco á dizer, domínio absoluto da equipa do GDC, Miguel Ângelo abriu o activo logo no primeiro minuto, depois foi um festival de golos marcados e de oportunidades perdidas que podiam ter avolumado ainda mais o resultado, de salientar a estreia de Zézinho a marcar e logo com dois golos plenos de oportunidade, Diogo Machado  fez o golo da noite com uma chapelada do meio campo e fez vibrar os adeptos da casa, o GDC chegou ao 7-0 com relativa calma e facilidade, só depois á que a equipa de Gagos deu um ar da sua graça e marcou por três vezes (uma na própria baliza), excelente exibição do GDC que rodou todos os seus jogadores e continua a primar por dar excelentes espectáculos de futsal.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Liga de Futsal CBT -> 9ª e 10ª Jornadas -> 15 e 17 Jul.

Liga de futsal CBT - 1ª Divisão Masculina.

13 de Julho 2011, 22.15 horas.

Polidesportivo de Fiães – Codessoso
 Assistiram ao Jogo cerca de 150 espectadores.

GD Codessoso 6 Gandarela Team 5

GD Codessoso: Zé Pinto, BóBó, André Celorico (1), Miguel Ângelo (1), Miguel Pires, Fredo (2), Marco Machado (1), Kukes (1), Zé Ibrahimovic.

Intervalo: 3 – 4

Árbitro foi artista principal …

A equipa do Grupo Desportivo de Codessoso continua a não dar hipótese e com menor ou maior dificuldade continua 100% vitorioso, este jogo que já começava tarde ainda começou 30 minutos atrasado, mas como isso não basta-se um tal senhor arbitro conhecido pelo nome de Cigano, deu um espectáculo deprimente de exibicionismo e não prejudicando ninguém em particular irritou ambas as equipas e o publico, aliás este senhor fala para o publico constantemente durante o jogos e isso qualquer dia vai ter consequências, os dirigentes da Liga sabem isso e deviam tomar medidas.

Em relação ao jogo, aos 4 minutos André na boca da baliza não perdoa e faz (1-0), a equipa visitante empata o jogo aos 7 minutos através da marcação de um livre, no minuto seguinte e em contra ataque coloca-se na frente do marcador (1-2). Aos 18 minutos Kukes regressa aos golos com um remate cruzado de fora da área (2-2), aos 22 minutos Miguel Ângelo de penalti remata forte para o fundo das redes (3-2), depois e por alguns minutos o jogo esteve parado com o treinador do Gandarela e um jogador a serem expulsos, demoraram a sair do campo e o atleta tentou agredir o arbitro sendo impedido pelos colegas, alguns elementos do público afecto a esta equipa chegaram a entrar em campo e colocaram-se junto á rede para intimidar o dito arbitro, a equipa do GDC assistia a este espectáculo impávida e serena, o jogo retomou e entre o minuto 26/27 o Gandarela dá a volta ao jogo com dois golos (3-4) muito consentidos pelo guarda redes do GDC, que arriscou no ataque quando a equipa vencia, até ao intervalo o marcador não sofreu alteração.

Na 2ª parte a equipa visitante marcou logo aos 4 minutos e ampliou para (3-5), mas a equipa do GDC que estava nervosa devido a estas situações todas, começou a assentar o seu jogo e Fredo esteve na reviravolta entre o minuto 12/13 marcando por duas vezes (5-5) em duas situações idênticas junto á baliza, a partir desta altura o GDC encostou o adversário junto á sua defesa e não teve medo de arriscar, Zé Pinto começou a jogar no 5 para 4 e a circular a bola para abrir espaços para o remata o Gandarela já se contentava com o empate, mas aos 27 minutos Marco Machado oportuno aparece ao segundo poste e remata para o fundo das redes (6-5), depois o GDC de forma inteligente manteve a posse de bola e não se percebe porque é que o arbitro deu 4 minutos de desconto, boa replica do Gandarela e excelente vontade de vencer do GDC que apesar das adversidades nunca virou a cara á luta.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

A crise das economias na Europa


É muito discutível o papel das Agências Internacionais de notação financeira. Estas entidades não passam de meras porta-vozes dos agentes económico que vivem da especulação dos mercados. Isto vem reforçar a ideia de falta de credibilidade dos pareceres técnicos que estes Agentes imitem na avaliação dos riscos de investimento, porque exteriorizam a ideia de promiscuidade, falta de autonomia e imparcialidade.

O corte no rating da divida pública de Portugal na tabela como lixo, veio ainda mais, acentuar essa ideia, gerando uma onda de contestação por essa Europa fora, uma vez que essa avaliação não faz sentido quando o Governo de Passos Coelho criou um imposto extraordinário no corte dos 50% do subsidio de natal aos portugueses, que representa uma medida excepcional que não estava contempladas no memorando da troika.

O que significa que, a mudança de Governo em Portugal não chegou para serenar a instabilidade nos mercados internacionais, nem as medidas de austeridade que foram adoptados pelo executivo que representam “um murro no estômago”  nas palavras de Passos Coelho.

A Agencia de notação financeira norte-americana a Moody's, corta rating de algumas empresas públicas algumas das quais lucrativas, REN, ANA, RTP, Refer, CP, Câmaras Municipais de Lisboa e Sintra, Bancos (CGD, BCP, BES e Banif), regiões autónomas dos Açores e Madeira, que tem por objectivo directo beneficiar os especuladores internacionais que se preparam para atacar as privatizações que estão em curso e, que estão contempladas no acordo com a troika, beneficiando os investidores estrangeiros a comprar a preços de saldo. Este comportamento destas agências, levou a ANA, Câmara de Lisboa e Porto a não renovar o contrato ou a cessar a prestação destes serviços técnicos por não lhes reconhecerem seriedade.

Liga de Futsal CBT - 7ª Jornada - 13 Jul pelas 22h15 - Jogo em atraso

terça-feira, 12 de julho de 2011

Liga de futsal CBT - 1ª Divisão Masculina.

10 de Julho 2011, 20.00 horas.

Polidesportivo de Arnoia – Celorico de Basto
Assistiram ao Jogo cerca de 200 espectadores.

ACR Ourilhe 3 GD Codessoso 6

GD Codessoso: Zé Pinto (1), Paulo Leite (2), Miguel Pires, BóBó (1), André Celorico (1), Fredo (1), Kukes, Zé Ibrahimovic, Quim Zé.
Treinador: Carlos Leite

Intervalo: 2 – 3

Astúcia de saber vencer…

A equipa do Grupo Desportivo de Codessoso venceu o Ourilhe, com esta vitória quase garantiu o 1º lugar no seu grupo, neste jogo soube contornar a dureza aplicada pelos atletas adversários e a passividade e dualidade de critérios utilizada pelos árbitros, mas no final a experiencia veio ao de cima e o GDC venceu com a classe do costume.

A equipa do GDC entrou em campo disposto a resolver as coisas cedo, aos 7 minutos Paulo Leite de livre e com alguma sorte á mistura inaugura o marcador (0-1), aos 11 minutos na sequência de um pontapé de canto o inevitável BóBó aparece no sitio certo a encostar para o (0-2). A equipa do GDC controlava o jogo como queria mas a dureza do adversário era o principal obstáculo, o Ourilhe acaba por reduzir para (1-2), depois de uma perda de bola fatal do GDC, aos 27 minutos Fredo na boca da baliza não facilita e amplia para (1-3), aos 30 minutos a equipa da casa marca e reduz o resultado para a desvantagem mínima (2-3), resultado ao intervalo.

Na 2ª parte o Ourilhe empata o jogo logo no 1º minuto (3-3), relançando o encontro, mas se na primeira parte tinha havido alguma dureza na segunda foi o descalabro, o Ourilhe não jogou e não deixou jogar e a arbitragem continuava manietada e incomodada com o publico, é sempre complicado jogar futsal com estas adversidades todas, mas a equipa de Codessoso começou a interiorizar que tinha que ultrapassar estas situações e a sua experiencia veio ao de cima, aos 27 minutos Paulo Leite remata e a bola tabela num atleta adversário e só para no fundo das redes, estava feito o (3-4), aos 29 minutos o sensacional André vai por ai fora os adversários ficam a apreciar e este faz o golo da noite (3-5), ainda havia tempo para o momento de Zé Pinto que no minuto final faz o golo (3-6) na transformação de um livre de 10 metros. Vitória certa da única equipa que procurou jogar futsal.

sábado, 9 de julho de 2011

Comunicação de Falecimento.

Ao Codessoso on-line cumpre o doloroso dever de comunicar o falecimento do Sr. Albino Machado, mais conhecido pelo nome de “Albino da Portela”, tinha 82 anos de idade, era natural e  residente da freguesia de Codessoso.

O funeral realiza-se amanhã às 16 horas na Igreja de Codessoso e em seguida o corpo será sepultado no cemitério local.

A toda a família os nossos sentidos pesamos.

Ultimas Noticias - Liga de Futsal.

   O jogo entre o GD Codessoso X Gandarela Team  da 7ª jornada da 1ª divisão da Liga de Futsal CBT, que se realizava ontem no Polidesportivo de Fiães, foi adiado para data a designar devido ao mau tempo (chuva).

   O jogo da 8ª jornada contra o ACR Ourilhe realiza-se amanhã às 20 horas no Polidesportivo de Arnoia, as previsões dos meteorologistas são de bom tempo, mas caso contrário o jogo poderá ser realizado no pavilhão da Vila. A direcção do GDC vai mantê-lo informado da alteração dos jogos através do Codessoso on-line, facebook e afixação de cartazes nos sítios habituais.

Notícias da terra


Piscina Municipal de Codessoso ao ar livre abriu as portas para receber os banhistas – Celorico de Basto

As piscinas municipais do parque de Fiães de Cima em Codessoso abriram ao público e aguardam a visita do público, nos dias quentes de verão.

O equipamento que pretende ser factor de desenvolvimento desportivo e bem-estar da população, bem como, responder às necessidades de manutenção da saúde e ocupação dos tempos livres está em funcionamento de Segunda a Domingo entre as 10h00 e as 13h00 e das 15h00 às 19h00.

Os preços de entrada são aplicados mediante escalões diferenciados tendo em conta a idade de quem usufrui do equipamento:

Escalão A – com idades entre os 0 e 18 anos de manhã pagam 0.50 € à tarde as crianças dos 0 aos 9 anos pagam 0,50 € e dos 10 aos 18 anos o valor é 0.70 €.

Escalão B – dos 19 aos 64 anos o custo da entrada de manhã é 1€ e à tarde é 1.80€.

Escalão C – Maiores de 65 anos pagam de manhã 1€ e de tarde a mesma quantia.

O complexo é composto por duas piscinas, uma com dimensões de 20m X10m e profundidade de 0,90m e 2m, destinada a jovens e adultos e outra para crianças com 5mX10m e profundidade máxima de 0,40m, oferece condições de segurança aos visitantes e está vigiada durante o horário de funcionamento.

In metronews

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Liga de Futsal CBT - Taça AFCB

O jogo para os quartos de final da Taça AFCB que o Grupo Desportivo de Codessoso iria disputar na próxima quarta-feira, jogo este que já tinha sido adiado por pedido da equipa adversária os “Amigos de Borba”, já não se irá realizar, visto estes terem desistido.
Assim sendo, a equipa do Grupo Desportivo de Codessoso está automaticamente nas meias-finais da Taça, onde irá defrontar a equipa “ACR Fervença” que ocupa um bom lugar da classificação da série A da 2ª Divisão da Liga AFCB, e ganhou os quartos de final da Taça à equipa do “Gandarela Team” por 5-3.
Este jogo, que o Grupo Desportivo de Codessoso vai disputar para a meia-final da Taça AFCB, irá realizar-se no próximo dia 20 de Julho, no polidesportivo da Mota e com horário ainda a designar.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Liga de Futsal CBT - I Divisão Masculina.

03 de Julho 2011, 20.00 horas.

Polidesportivo de Fermil – Celorico de Basto
Assistiram ao Jogo cerca de 100 espectadores

Molares FC 3 GD Codessoso 6

GD Codessoso: Zé Pinto (1), Carlos Leite (1), Miguel Ângelo, Miguel Pires, BóBó (1), André Celorico (2), Fredo (1), Diogo Machado, Zé Ibrahimovic, Quim Zé.
Treinador: Carlos Leite

Intervalo: 1 – 2

Grande personalidade e entreajuda

A equipa do Grupo Desportivo de Codessoso venceu fora por 6-3 o Molares FC , viu um dos seus melhores elementos ser expulso aos 9 minutos, sofreu o golo 2 minutos depois, mas como grande equipa que é, deu a volta ao resultado e rubricou uma exibição de grande nível, continua sem perder, o apuramento foi conseguido e já leva seis pontos de avanço sobre o segundo classificado.

A equipa do GDC entrou em campo com a postura habitual, a pressionar o adversário e muito concentrada na sua defesa, aos 9 minutos Miguel Ângelo foi expulso com vermelho directo, por uma falta como tantas outras onde o amarelo seria o aceitável, aos 9 minutos a equipa da casa inaugura o marcador (1-0), aos 16 minutos André não perdoa e empata o jogo (1-1), aos 19 minutos Carlos Leite num remate oportuno coloca o GDC a vencer (1-2), resultado com que terminou a 1ª parte.

Na 2ª parte o inevitável Bóbó aparece na cara do guarda-redes adversário, e depois de ganhar o ressalto “fuzila” para o (1-3), a equipa visitante passou a controlar o jogo de forma inteligente mas aos 8 minutos comentou um erro num pontapé de linha lateral, aproveitado pela equipa visitada para reduzir a desvantagem (2-3), mas o GDC não ficou desmotivado e André muito rápido e ágil contornou alguns atletas e encostou para o (2-4), aos 14 minutos Zé Pinto faz jus ao seu atributo de guarda-redes goleador e remata forte e colocado para o fundo das redes (2-5), a equipa de Codessoso mandava no jogo, aos 21 minutos Fredo de forma eficaz e depois de uma jogada de entendimento colectivo amplia para (2-6). Mesmo perto do apito final a equipa do Molares ainda conseguiu reduzir para (3-6), resultado que não sofreu mais alteração.

domingo, 3 de julho de 2011

Liga de Futsal CBT - I divisão Masculina.

01 de Julho 2011, 22.30 horas.
Polidesportivo de Fiães – Codessoso

Assistiram ao Jogo cerca de 200 espectadores.

GD Codessoso 6 SC Canedense 1

GD Codessoso: Zé Pinto (1), Paulo Leite, BóBó (1), André Celorico (2), Miguel Ângelo, Fredo (1), Diogo Machado (1), Kukes, Zé Ibrahimovic.
Treinador: Carlos Leite e Paulo Lopes.

Intervalo: 2 – 0


Encostados às cordas …

A equipa do Grupo Desportivo de Codessoso continua vencer e a convencer, já leva seis pontos de avanço sobre o 2º classificado e é a única equipa sem derrotas. Desta vez a vítima foi o Canedo que nem respirou na abordagem ao jogo e limitou-se a ver jogar e a defender como podia para evitar o descalabro, jogo fácil para o GDC que fez a melhor exibição até ao momento.

A equipa do GDC inaugurou o marcador aos 10 minutos (1-0), por intermédio de André, que meteu a bola pelo buraco da agulha. A primeira parte pode dar a ideia de equilíbrio devido ao resultado mas este deve-se exclusivamente ao posicionamento demasiado defensivo do adversário que se limitava a ver jogar e com alguma sorte á mistura, o GDC até arriscou em demasia e a vencer chegou a jogar com o guarda-redes avançado , aos 27 minutos Fredo aproveitou uma dadiva da defesa contraria para rematar colocado e fazer o (2-0), resultado ao intervalo.

Na 2ª parte o visitado entrou disposto a marcar mais e a traduzir em golos a sua superioridade em campo, aos 5 minutos BóBó oportuno como sempre amplia para (3-0), aos 7 minutos Zé Pinto de penalti não dá hipótese e faz o (4-0), resultado merecido e que só peca por escasso, alias o guarda redes do Canedo fez um excelente exibição tal era o “bombardeamento” a que esteve sujeito, a equipa da casa fez rodar todos os seus atletas sem perder qualidade e aos 24 minutos Diogo descaído pela direita remata para o (5-0), aos 29 minutos Diogo remata ao poste depois de uma jogada de insistência, e André no sitio certo rodopia e coloca a bola no fundo das redes (6-0), nos descontos a equipa visitante ainda teve tempo para chegar ao tento de honra (6-1). Vitória certa da melhor equipa em campo que continua a demonstrar que é nas quatro linhas que se ganham os jogos.



sexta-feira, 1 de julho de 2011

Crise na União Europeia


A Europa continua sem rumo, onde grassa a incompetência e tráfico de interesses económicos dos países com a economia dominante no seio da união europeia. Falta a coesão económica, social e política, no fundo o espírito de solidariedade. Os líderes europeus não governam em prol do interesse dos mais países mais desfavorecidos, mas dos grandes lóbis que se vão governando com a especulação económica. Se repararmos bem, a quem está entregue os interesses europeus, a Sarkozy da França, Itália do Berlusconi e a Alemanha da Merkel que estão a destruir a Europa. Daqui, facilmente se compreende a incapacidade destes Srs e da Comissão Europeia para resolver os problemas económicos da Grécia, Espanha, Portugal e Irlanda.

As dificuldades económicos destes países poderiam ser resolvidos se houvesse vontade destes senhores, mas tinham de mudar de estratégia e opções políticas, mas os especuladores económicos que são em maioria franceses e alemães, de quem estes líderes europeu são reféns iam perder muito dinheiro, daí não terem interesse em acabar com esta crise económica.
A Sra. Merkel apenas se tem preocupado com o Governo Grego, para que este aumente as medidas de austeridade, com aumento de impostos e cortes nas regalias sociais na função pública, daí as greves gerais.

Os especuladores que emprestam dinheiro, vão enriquecendo à custa da promiscuidade das agências internacionais de rating, que de vez enquando emitem pareceres económicos que aumentam o risco de incumprimento dos devedores e disparam os juros, como é o caso de Portugal que tem juros a vencer a 3 e a 5 anos a 12 %.

Sempre fui muito céptico relativamente à credibilidade destas agências, que não passam de especuladores técnicos e económicos que a pedido de países ou agentes económicos vão emitindo pareceres técnicos, criando instabilidade junto dos mercados internacionais dificultando aos países em crise o acesso ao financiamento para suprir dificuldades das Finanças Públicas. Alias, nos Estados Unidos foi realizado um estudo sobre a actuação destas agências e concluíram, que estas entidades têm sido responsáveis pelo aparecimento da crise mundial que teve origem na América, com o denominado surprime.

A opção para resolver o crise económica da Grécia, deveria passar pelas instituições europeias, isto é, a própria união europeia é que deveria financiar-se junto dos agentes económicos internacionais (quem empresta o dinheiro) e depois emprestava-o países que necessitassem de financiamento público, impondo-lhes geras orçamentais adicionais no cumprimento dos prazo de pagamento, isto ia impedir a especulação económica dos mercados, no que se refere ao acesso ao crédito e no pagamento dos juros de mora da amortização. Como é possível a Grécia ter empréstimos com juros de 20%!
Como é que um país nesta situação se vai recuperar economicamente?