quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Convívio de Natal do GDC.

  O Grupo Desportivo de Codessoso organizou em 18 de Dezembro de 2010 o tradicional jogo "Solteiros vs Casados", este ano no Campo 4 de Maio em Codessoso, foi um encontro bastante disputado entre as duas equipas e que teve resultado indefinido até ao apito final, os Solteiros venceram por 3-1, mas a excelente réplica dos casados merecia um resultado positivo, mas o mais importante nestes jogos é o convívio e o resultado é o menos importante.

  No final houve um jantar convívio de Natal onde estiverem presentes cerca de meia centena de pessoas de todas as idades. De salientar a presença de um representante do Município que acabou por discursar e enaltecer o trabalho e empenho da direcção do GDC, já o Presidente do GDC não pode estar presente por motivos familiares, mas enviou uma mensagem de Natal para todos os sócios e simpatizantes, em relação à junta de freguesia não se fez representar por ninguém, embora lhe fosse endereçado o convite atempadamente, mas como só faz falta quem está, nem se notou essa pequena lacuna.

  Todos os que se quiserem juntar a este jantar de Natal, fizeram-no de livre e espontânea vontade e às suas custas, daí o sucesso da organização do mesmo. No final foram entregues prendinhas às crianças presentes como anunciado previamente.

  Mas como uma imagem vale mais que mil palavras, aprecie este pequeno vídeo fotográfico.


terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Igreja de Codessoso às escuras.



    Esta fotografia como já todos devem ter reparado, é da igreja de Codessoso iluminada na época natalícia, mas em anos anteriores, este ano continua na escuridão absoluta.

  Estamos quase na véspera de Natal e a igreja de Codessoso está de luto, com as lâmpadas de enfeite Natalício totalmente apagadas, não se sabe se é para poupar devido há crise ou se por alguma anomalia no sistema de iluminação, de qualquer forma está comprovado que as entidades da freguesia nesta situação se  esqueceram que é Natal,  o que é de lamentar, por isso e a pedido de várias familias é favor que quem de direito não se esqueça das suas obrigações, e que não torne esta imagem em mais uma utopia de outros tempos .


sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Nostalgia...

   Nostalgia é a palavra-chave que definem as próximas imagens a que vamos assistir, o Comboio a vapor já é uma imagem histórica dos Caminhos de Ferro Portugueses, utilizado hoje em dia só para turismo, foi uma realidade na Linha do Vale do Tâmega no final dos anos oitenta.

  Na freguesia de Codessoso passava o Comboio , havia uma estação que fazia parte da referida linha e foi muito importante para o transporte de pessoas e bens durante mais de cinquenta anos, era o único meio de transporte existente na região e foi construído com muito esforço, agora só se conhece os vestígios de estações e linha que se encontram em elevado estado de degradação, de Amarante á Chapa as travessas e os carris foram substituídos por uma écopista para praticas pedonais, está também já prevista e aprovada a segunda fase da écopista entre Codessoso e Veade. O Município de Celorico de Basto já vendeu em concurso publico as travessas e os carris, esperando-se agora o inicio da obra.

  
 

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

II Pedalada GDC

   Decorreu no passado dia 11 de Dezembro do corrente ano, a segunda prova de cicloturismo organizada pelo Grupo Desportivo de Codessoso, denominada “2ª Pedalada GDC”, contou com os participantes do costume, todos residentes nesta freguesia. Segundo a direcção do GDC: "Esta foi mais uma prova experimental e composta por um grupo de amigos que gostam de Cicloturismo, esta é a nossa política na organização de eventos desportivos e culturais, primeiro ganhar experiência e conhecimento da modalidade, e só depois se pode pensar em provas de outra envergadura e com mais projecção".

  Esta foi mais uma prova de grande sucesso, pela brilhante valentia e poder de entreajuda que os participantes demonstraram durante a prova, em que o objectivo era chegarem todos ao fim, e o lema “ um por todos e todos por um” esteve patente nestes mais de 100 km percorridos, com maior ou menor dificuldade todos chegaram ao objectivo a que se propuseram, felizmente também mais uma vez não houve problemas e estes podem sempre acontecer quando se organiza alguma iniciativa, quer chova ou faça sol, mas quando se tem cuidado e precaução essas hipóteses diminuem com certeza. No final repuseram-se as energias perdidas com um almoço convívio entre toda a comitiva.


Itinerário: Saída de Codessoso – Vila Garcia – Lixa – Penafiel – Entre-os-Rios - Porto - Vila Nova de Gaia – Chegada Sr. da Pedra.


Distância: 108.534 Km                      Tempo de Prova: 06:25:32 h

 

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Notícias da região

Cheque - contra plano de barragens...


in Jornal de Notícias, N.º 192, Ano 123 (p. 51) - 10 de Dezembro de 2010

PUBLICADA POR MOVIMENTO CIDADANIA PARA O DESENVOLVIMENTO NO TÂMEGA (MCDT

sábado, 11 de dezembro de 2010

Novo Presépio da Igreja de Codessoso.


O presépio da Igreja Matriz de Codessoso foi remodelado e tem imagens novas, este Natal quem se dirigir a este espaço de culto para visitar o menino Jesus, vai encontrar um presépio que parece um autêntico postal ilustrado e que se enquadra na perfeição com as restantes imagens da igreja.

E como estamos em tempo de Natal, o Codessoso on-line esteve lá e tirou uma fotografia ao referido presépio para satisfazer a sua curiosidade .

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

53º Aniversário da Igreja de Codessoso.

A Igreja de Codessoso faz hoje 53 anos de idade, inaugurada em 8 de Dezembro de 1957, é um monumento com um estilo inconfundivel. Construida e custeada exclusivamente pelos habitantes desta freguesia, seis anos foi o tempo que demorou a sua construção.

A Igreja pelo seu modelo arquitectónico e características singulares dá o aspecto de ser um monumento já com alguns séculos de existência, a pedra do qual é composta ainda hoje é bastante procurada e apreciada, na altura foi extraída do local onde foi construída a igreja e da pedreira da ribeira, moldada pelos pedreiros da terra e colocada pedra sobre pedra até á conclusão final, fazendo deste local de culto uma Igreja original, com as suas duas torres de cerca de 18 metros de altura, tendo na torre esquerda umas escadas interiores que dão acesso aos três sinos que se encontram no topo.

A Igreja Matriz de Codessoso é a memoria viva dos seu povo, e representa o passado, presente e futuro.





domingo, 5 de dezembro de 2010

Deu que falar...

Doenças respiratórias custam mais de 500 milhões por ano.


Especialistas alertam para a necessidade de uma maior prevenção no âmbito do 26º Congresso Nacional de Pneumologia.

As doenças respiratórias custam ao país mais de 500 milhões de euros por ano. O valor corresponde a custos directos e indirectos, provocados por cerca de quatro milhões de portugueses, que sofrem deste tipo de doenças.

O presidente da Sociedade Portuguesa de Pneumologia, Carlos Robalo Cordeiro, adiantou à Renascença o custo geral na saúde. “Mais de 500 milhões de euros dizem respeito às doenças respiratórias – o que é muito dinheiro”.

É preciso investir mais na prevenção, porque as doenças respiratórias, além de uma questão de saúde pública, são em termos sócio-económicos, um problema que não pode ser ignorado, alerta: “Os custos não estão só relacionados com os medicamentos que se consomem, com os recursos às urgências ou com os internamentos hospitalares. Mas, também com a perda de dias de trabalho, com os custos com a segurança social, com a incapacidade laboral – tudo isto são custos indirectos, que somados aos custos directos dão este montante assustador”.

Cerca de quatro milhões de portugueses sofrem deste tipo de doenças, sendo a mais comum a asma, que atinge 10 a 25% da população de todas as idades.

O tema é discutido hoje, em Coimbra, no XXVI Congresso Nacional de Pneumologia.

In renascença 

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

GDC vs "Amigos da Costa Grande"


Jogo Particular no Campo 4 de Maio
01 de Dezembro 2010, 15 horas - Codessoso


GD Codessoso 3 “Amigos da Costa Grande” 5

GD Codessoso: Ricardo, Diogo Machado, Paulo Lena, Bruno, Rui Pinto, Pisca, Xavier, Faneca, Silvino, Tiago, Macedo (3).
Jogaram ainda: KáKá e Miguel Ângelo.

Intervalo: 3 – 3

Últimos 20 minutos decisivos…

A equipa do Grupo Desportivo de Codessoso Perdeu por 5-3 com os “Amigos da Costa Grande” de Amarante, em mais um jogo de Futebol no campo 4 de Maio em Codessoso, o GDC apresentou-se bastante desfalcado e com algumas novidades na equipa, mas como não há equipa tipo, o principal objectivo é a participação e o convívio entre todos.

Em relação ao jogo teve uma primeira parte dividida mas com sinal mais para o GDC que esteve a vencer por 2-0 e 3-2, e com várias oportunidades para ampliar a vantagem, Macedo foi o marcador de serviço e fez um hat-trick, no segunda tempo as duas equipas mostraram-se algo cansadas devido ao terreno pesado e a esse facto aliou-se também a presença de poucos suplentes de parte a parte. Nos últimos vinte minutos a equipa visitante aproveitou algumas fragilidades defensivas da equipa da casa para marcar por duas vezes consecutivas e colocar o marcador em 3-5, resultado com que terminou o encontro.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Fórum - desporto

Candidatura ibérica derrotada

RÚSSIA ORGANIZA MUNDIAL 2018

E QATAR O DE 2022

Já foram anunciados os resultados oficiais das votações:
Mundial'2018
1.ª ronda:
Inglaterra - 2 votos (eliminada)
Holanda/Bélgica - 4 votos
Espanha/Portugal - 7 votos
Rússia - 9 votos
2.ª ronda:
Holanda/Bélgica - 2 votos
Espanha/Portugal - 7 votos
Rússia - 13 votos (vencedora)
Mundial'2022
1.ª ronda: Austrália eliminada com 1 voto
2.ª ronda: Japão eliminado com 2 votos
3.ª ronda: Coreia do Sul eliminada com 5 votos
4.ª e última:
Qatar - 14 votos (vencedor)
Estados Unidos - 8 votos
Inglaterra foi eliminada logo à primeira. Portugal ainda passou a uma segunda votação, fase que atribuiu a vitória à candidatura russa.
In record
Esta decisão da FIFA não terá sido uma boa notícia para Portugal?

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

GDC vs Os Amigos da Costa Grande

 

O Grupo Desportivo de Codessoso vai realizar mais um jogo particular de Futebol 11, desta vez será  com a equipa dos Amigos da Costa Grande, no Campo 4 de Maio em Codessoso, no dia 1 de Dezembro pelas 15h.


Aparece...vem apoiar a tua Equipa e aproveitar para ver mais um bom jogo de futebol...

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Videoclip - Eminem & Rihanna.

Um dueto de sucesso mas com estilos diferentes, Eminem o Rei do hip hop e Rihanna uma das Rainhas da pop, esta mistura explosiva só podia dar nesta musica fenomenal e que já tem mais de 200 milhões de visitas no you tube.   



quinta-feira, 25 de novembro de 2010

GDC Perde em Paredes


Jogo Particular no Estádio Cidade Desportiva

20 de Novembro 2010, 17 horas - Paredes


U.S.C. Paredes (Vet.) 5 GD Codessoso 0

GD Codessoso: Ricardo, Cassiano, Zé Russo, Alfredo, Venâncio, Moura, João Portilho, Miguel Pires, Macedo, Gonzaga, Marco Machado.
Jogaram ainda: Mário e Diogo Machado.

Intervalo: 2 – 0


Exibição melhor que o resultado …

A equipa do Grupo Desportivo de Codessoso perdeu por 5-0 com os Veteranos do União S. C. Paredes, em mais um jogo particular e que visa essencialmente a prática desportiva e o convívio saudável entre atletas de várias localidades.


O encontro foi dominado pela equipa da casa, mais habituada a jogar na relva sintética e com valores individuais que fizeram a diferença, atletas que ainda á poucos anos jogavam ao mais alto nível em equipas como o Penafiel, Rio Ave e Paços de Ferreira. Refira-se que a equipa do GDC também se apresentou com mais de metade da equipa com idade superior a 45 anos, mas nunca virou a cara á luta e durante todo encontro foi sempre uma equipa aguerrida e com vontade de discutir o jogo, isso não foi possível porque teve pela frente uma formação com um entrosamento e ritmo de jogo mais elevado e com atletas de outro calibre, de salientar que o resultado é exagerado para aquilo que o GDC mostrou em campo mas é com estas equipas que se aprende e se chega á melhor forma.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Em Portugal há portugueses de 1ª e de 2ª

Parlamento aprova corte de salários com regime de excepção
Ontem às 19:22
A Assembleia da República aprovou um regime de excepção proposto pelo PS que permite a empresas públicas e com capital maioritariamente público fazer adaptações autorizadas.

A Assembleia da República aprovou, esta terça-feira, o corte de salários para a Função Pública, que vai incluir um regime de excepção as empresas públicas e as com capitais maioritariamente públicos.
Segundo a alteração proposta à última hora pelo PS, que teve a abstenção do PSD e votos contra de todas as outras bancadas, estas empresas poderão fazer adaptações autorizadas e justificadas pela sua natureza empresarial à política de corte de salários.
«Não decorre a aplicação de qualquer ideia de excepção à diminuição da massa salarial no âmbito dessas mesmas empresas», esclareceu o ministro dos Assuntos Parlamentares.
Para Jorge Lacão, «trata-se de reconhecer que o regime laboral em muitas dessas empresas têm especificidades distintas das que são praticadas no âmbito da Função Pública». 
Este ministro frisou ainda que «não se definiu através desta normal nenhum regime de excepção a pensar em particular na Caixa Geral de Depósitos».
Uma das empresas incluída neste regime de excepção é a Caixa Geral de Depósitos, que manifestou preocupação por este corte salarial poder provocar a fuga de quadros para a concorrência.
In TSF

sábado, 20 de novembro de 2010

Desporto

Jogo particular disputado no Estádio da Luz em Lisboa.

Portugal 4 - Espanha 0

O jogo que vai permanecer por muitos e longos anos na nossa memória...

terça-feira, 16 de novembro de 2010

GDC Organiza Jogo e Magusto.

Jogo Futebol Particular no Campo 4 de Maio

13 de Novembro 2010, 15 horas - Codessoso



GD Codessoso 6 “Os Bons Amigos” 0


GD Codessoso: Quim Zé, Zé Russo, Diogo, Bóbó, Fredo, Moura, Tiago, Faneca, Macedo (1), Miguel Pires, Miguel Ângelo (2).
Jogaram ainda: Marco (2), Silvino (1), Alfredo, Paulo Lena.

Intervalo: 4 – 0


Regresso do Futebol com goleada…

A equipa do Grupo Desportivo de Codessoso venceu por 6-0 “Os Bons Amigos” de Celorico de Basto, no jogo que marcou o regresso saudoso do Futebol de 11 ao campo 4 de Maio em Codessoso, agora com um piso novo e mais suave a fazer inveja a muitas equipas dos distritais.

Em relação ao jogo teve quase sempre sentido único, a equipa da casa mais jovem e mais bem preparada fisicamente tirou partido desse facto e jogou a seu belo prazer, não dando qualquer hipótese ao adversário. A equipa visitante mostrou que tem elementos que sabem trocar a bola e privilegiam a circulação da mesma, mas a falta de velocidade e alguns quilos a mais marcaram a diferença entre as duas formações. Em suma foi um bom desafio e com muitos golos e jogadas interessantes, Mas o mais importante foi o convívio que se prolongou no final do jogo com um jantar entre os elementos das duas equipas.


Magusto de S. Martinho

No dia 14 de Novembro realizou-se o habitual magusto de S. Martinho no largo da escola primária de Codessoso, onde não faltou a boa castanha regada com o bom vinho novo da região, compareceram a esta iniciativa organizada pelo GDC algumas dezenas de pessoas de todas as idades. No dizer da direcção do GDC, “pretende-se com estes eventos preservar as tradições e contribuir para o salutar convívio entre a população”.




segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Maior acontecimento religioso do mundo

Peregrinação de Meca

Fazer uma peregrinação à cidade sagrada de Meca, pelo menos uma vez na vida, é considerada uma obrigação de todo o muçulmano, que depois recebe o título de
 hadj, ou santo. A hadjdj, peregrinação ou romagem a um lugar santo, ilustra a umma, a comunidade muçulmana onde se faz a abolição das distinções sociais, étnicas ou raciais, simbolizada pela mesma veste usada por todos, uma túnica de tecido branco não cosido. 
Cidade da Arábia Saudita, Meca está situada junto ao Mar Vermelho e a sua característica de sagrada advém do facto de ter sido o local de nascimento e da morte de Maomé, profeta do Islão. Por este motivo, cada um entre as centenas de milhar de muçulmanos que se encontram em qualquer parte do Mundo reza cinco vezes ao dia voltado na direcção de Meca. Dentro da cidade, o local onde todos os peregrinos se dirigem é a Kaaba, o maior santuário do mundo islâmico, situado na Grande Mesquita de Meca. A Kaaba é um edifício sagrado de forma cúbica - em árabe,
 kaaba significa dado de jogar -, sempre coberto com um manto negro. O peregrino tem de dar sete voltas completas em torno da Kaaba, sempre a orar, antes de entrar no recinto por uma única porta a dois metros do solo, descendo por uma escada móvel de madeira. No ângulo leste de Kaaba está a famosa Pedra Negra, engastada num bloco de prata que mantém unidos os seus fragmentos estilhaçados. Esta Pedra Negra, pedaço de lava solidificado que teria sido entregue pelo anjo Gabriel a Abraão e a seu filho, é beijada pelos peregrinos de forma devota.
Como referenciar este artigo:
Peregrinação de Meca. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2010. 



domingo, 14 de novembro de 2010

Curiosidades

Insólito

Insólito: Casal dá o nó pela 83.ª vez


14 NOVEMBRO 2010 (CM)
Ele é britânico e ela é australiana. Casaram no ano passado no Reino Unido, fizeram nova cerimónia numa praia da Austrália e nunca mais pararam de renovar os votos. Esta sexta-feira, casaram-se pela 83.ª vez na piscina de um resort em Port Douglas, Austrália.

Mark Duffield-Thomas e a esposa Denise já empataram com o até agora recorde do Guinness e dizem que o propósito é chegar às cem cerimónias de casamento.

A razão para tantas bodas tem um fim publicitário: o casal está a promover uma empresa irlandesa de organização de casamentos, que lançou um concurso que teve 15 mil participantes. 

Desde aí, já se casaram em cavernas, lagoas e até numa masmorra, em países como Inglaterra, Indonésia, Tailândia, Espanha ou Ilhas Maurícias.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Deu que falar...

Na freguesia de Vila Boa do Bispo em Marco de Canaveses há três ursos e um burro propriedade do antigo Circo “Magic Circo”, sendo que os ursos encontram enjaulados em condições deploráveis, num espaço exíguo, por falta de dinheiro dos seus proprietários, que tiveram que encerrar actividade devido à crise económica que assola o país. Estes animais vivem em parte com a ajuda da população local, que vão ajudando os seus donos na alimentação dos animais.

Esta situação já foi denunciada às autoridades competentes, mas continua tudo na mesma. O Jardim Zoológico de Lisboa já se mostrou disponível para receber os animais, mas alega que não tem legitimidade para recolher os ursos, porque é uma entidade privada e esta matéria é da competência do Instituto de Conservação da Natureza. Por sua vez, os responsáveis deste Instituto dizem que vão tomar as medidas necessárias à resolução do problema, mas há uma série de burocracias que terão que ultrapassar, pois estão várias entidades públicas envolvidas neste problema.

O que é certo, é que os animais continuam no local sem resolução à vista, enquanto as autoridades públicas vão trocando galhardete há cerca de 5 anos, sem solução à vista…

Afinal quem é que está a fazer o papel de urso no meio de tudo isto? 

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Pedalada GDC a S. Bento da Porta Aberta.

Decorreu no passado dia 06 de Novembro do corrente ano, a primeira prova de cicloturismo organizada pelo Grupo Desportivo de Codessoso denominada “Pedalada GDC”, contou com cerca de uma dezena de participantes todos residentes nesta freguesia. Segundo a direcção da Associação,“ Esta foi uma iniciativa de carácter experimental e só eram aceites na prova cicloturistas da terra porque este tipo de provas envolve muita logística e massa humana ao nível da organização e por isso não se pode facilitar na segurança e apoio durante a prova. Mas foi um sucesso porque não houve problemas e o convívio foi o factor mais importante, no futuro queremos fazer uma prova ainda melhor e com outra projecção, o lema é ganhar experiência para continuar a primar pela boa organização”.

Itinerário: Saída de Codessoso – Celorico de Basto – Fermil – Arco de Baúlhe – Cabeceiras de Basto – Rossas – Vieira do Minho – Barragem da Caniçada – Chegada a S. Bento da Porta Aberta.

Distância: 78. 895 Km                 Tempo de Prova: 04:21:33 h



domingo, 7 de novembro de 2010

OE de 2010

Finalmente o Orçamento do Estado foi aprovado na generalidade na Assembleia da República. Mas, os portugueses lamentam profundamente a fastidiosa odisseia que antecedeu a discussão no parlamento, as reuniões, os debates, as opiniões na comunicação social, que afinal não serviram para nada. Para culminar, o debate na Assembleia limitou-se mais aos ataques pessoas entre os deputados que propriamente a discutir o que é essencial para o país, isto é, em vez de apresentarem soluções para a resolução da crise económica limitaram-se às guerras verbais do costume.

É obrigação dos políticos dirigirem-se aos portuguesas que é a estes que devem prestar contas, agora passar o tempo a discutir tudo, menos aquilo que interessa às pessoas que lutam com o problema de falta de emprego, que não tem meios para enfrentar os seus problemas do dia-a-dia. Já alguém escreveu que estes senhores não passam de uns ladrões de fato e gravata, tanto discutem e, soluções à vista nem vê-las, e o país está cada vez pior.

O que salta à vista dos portugueses é que os deputados apenas servem para aprovar medidas para tirar dinheiro ao bolso dos portugueses. Afinal para que servem tantos deputados, quando mais de três terços deles entram na Assembleia calados e saem mudos, não têm qualquer intervenção pública, estão ali a fazer monte (quórum) apenas se levantam para votar e aprovar diplomas.

Quem será o principal responsável por esta situação económica de Portugal, serão os simples trabalhadores?

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Atleta do GDC Vence "I Corrida dos Santos"

   Diogo Machado do GDC  a receber a taça de 1º classificado.

  
Realizou-se no passado dia 31 de Outubro do corrente ano em Codessoso, a grande prova de atletismo dos santos, organizada pelo Clube Atlético de Codessoso, entre vários atletas e campeões e mais campeões anunciados, faltaram os atletas da terra que não apareceram, e a prova rainha que é a de seniores masculinos ficou-se por 3 ou 4 participantes o que é muito pouco, ressalva-se no entanto a participação de Diogo Machado que representava o Grupo Desportivo de Codessoso e que foi o grande vencedor da prova de seniores, embora devidamente uniformizado com fato de treino e camisola com as insígnias e nome da associação que representava não foi reconhecido como tal no blogue da associação organizadora, ressalva-se se foi por mero engano, condena-se e é de lamentar se foi por discriminação clubista, o que certo e inequívoco é que tanto a freguesia como o GDC foram bem representados e isso é o mais importante.

sábado, 30 de outubro de 2010

Vergonha nacional!

Mordomias...

Em tempo de crise económica.

São estes senhores que apelam aos portugueses que é necessário fazer sacrifícios, pagar impostos, portagens e outros mais. Que afirmam que os portugueses têm de ser solidários e ter um espírito patriótico para superar este momento delicado que atravessa o país.

Vejam o descaramento… são estes senhores que nós elegemos, que nos representam, que gozam com todos nós!


sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Vindimas em Codessoso.

    Quinta do Barreirinho 2010 - Codessoso

As Vindimas realizam-se entre Setembro/Outubro, época do ano de muita azáfama e a freguesia de Codessoso não foge á excepção, terra do típico vinho verde, qualidade exclusiva no mundo e de forte predominância nas terras de Basto. O ano de 2010 foi um ano de grande produção e de lagares cheios como não se via á muito tempo, é a leia da natureza que tanto dá como tira.
    A Quinta do Barreirinho, a Quinta do Souto e a Quinta da Meia Via, são onde se colhem a maior quantidade de uvas, umas para venda nas cooperativas locais e as outras são utilizadas para fazerem vinho próprio para posteriormente ser engarrafado e rotulado para venda ao público, a Quinta do Barreirinho é um exemplo de produção própria e de qualidade reconhecida.
   Mas os pequenos produtores, aqueles que produzem para consumo próprio e que são na maioria pessoas mais velhas e que têm por hábito cultivar a vinha desde sempre, continuam com muito sacrifício a preservar esta tradição, que une famílias e amigos uma vez por ano.

Depois de tanta labuta aguarda-se o dia de S. Martinho, pois, como diz o ditado popular, no dia de S. Martinho vai à adega e prova o vinho.
    
                                                                                                            


domingo, 24 de outubro de 2010

Notícias - Celorico de Basto



A edilidade exigia 300 euros por cada tonelada do material resultante dos carris e 10 euros por tonelada relativamente às travessas.

Armindo Mendes/Lusa


Multimédia

Video
Propostas para compra dos carris demasiado baixas


Celorico de Basto, 22 out (Lusa) - Nenhuma das empresas que concorreram à hasta pública dos carris da antiga linha do Tâmega apresentou propostas que atingissem o valor exigido pela Câmara de Celorico de Basto, revelou à Lusa o presidente da autarquia.
Segundo Joaquim Mota e Silva, apresentaram propostas de compra três concorrentes, mas todos estiveram longe de atingir as exigências do município em termos de preço.
A edilidade exigia 300 euros por cada tonelada do material resultante dos carris e 10 euros por tonelada relativamente às travessas.
Como essa exigência não foi satisfeita – as propostas foram hoje abertas em sessão pública - os serviços técnicos da edilidade vão reunir-se para determinar os termos de outra hasta pública, no sentido de ajustar os preços às exigências do mercado, explicou à Lusa o presidente da câmara.
As receitas decorrentes desta alienação vão ajudar a autarquia nos projetos que tem para o antigo canal da linha do Tâmega, que foi desativada em 1990, no troço entre Amarante e Arco de Baúlhe.
A Refer cedeu recentemente à autarquia todas as infraestruturas dos cerca de 20 quilómetros de via férrea que atravessavam o concelho de Celorico de Basto, incluindo quatro estações e dois apeadeiros, em avançado estado de degradação.
Nos termos do acordo com aquela empresa pública, o município comprometia-se a construir no antigo canal da linha uma ecopista e a recuperar os edifícios.
Numa primeira fase, segundo Joaquim Mota e Silva, avançará a ecopista, ocupando toda a extensão do canal da linha, iniciando-se na partilha com o concelho de Amarante e terminando no limite do concelho, junto a Mondim de Basto. Trata-se de uma empreitada orçada em três milhões de euros para a qual já foi lançado concurso público.
Este projeto, anota o edil, insere-se na aposta da autarquia no sentido de valorizar em termos turísticos as potencialidade naturais do concelho.
Os trabalhos visam dotar toda a extensão de condições para a circulação de bicicletas e peões. A ecopista ligará a um equipamento similar que já se encontra em funcionamento no antigo troço da linha relativo ao vizinho concelho de Amarante, terminado na freguesia da Chapa, que faz fronteira com Codeçoso, freguesia do município de Celorico de Basto.
Na fase posterior, vai arrancar a recuperação das estações e apeadeiros, que servirão de equipamentos de apoio ao funcionamento da ecopista.
Os edifícios da estação de Celorico de Basto, que estão integrados na área urbana da vila, serão aproveitados para um centro interpretativo que procurará mostrar a importância que teve esta linha para toda a região de Basto.
APM.
*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico ***
Lusa/fim 

in tamega on-line

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Ranking das Escolas em Portugal

Todos os anos é divulgado o ranking das Escolas Portuguesas, com base nos resultados dos exames nacionais. Mas, tal como vem acontecendo anualmente, este ano não fugiu à regra e o ranking volta a ser liderado pelos Colégios Privados. Na frente segue o Colégio Nossa Senhora do Rosário e Colégio Luso-Francês ambos do Porto, aparecendo apenas a 1ª Escola Pública na 10ª posição, refiro-me à Escola Secundária Infanta D. Maria de Coimbra.

Analisando só os valores, sem atender a um outro conjunto de factores conexos e que podem ser decisivos, acaba por ser injusto para alunos e professores, pois é necessário avaliar uma séria de condições concretas de cada estabelecimento de ensino e seu enquadramento sócio-cultural.

Quem é que frequenta os Colégios Privados em Portugal?

São os filhos das famílias portuguesas com mais dinheiro, da classe média alta e os mais ricos, em que os pais têm um nível cultural mais elevado, que facilita em muito o desenvolvimento e integração escolares. São aquelas pessoas que têm dinheiro para pagar explicações de acompanhamento dos seus filhos, que estão inseridos no meio sociocultural diferente da maioria dos alunos em Portugal que frequentam o ensino público.

Por outro lado, estes Colégios fazem uma espécie de selecção dos alunos, só querem os bons. Aqueles que reprovar de ano sujeitam-se a ver a sua matrícula recusada no ano seguinte, porque trabalham muito para a estatística e para o prestígio da instituição.

Os alunos ali, são muito exercitados têm uma série de tarefas que levam para casa (TPC), e é aqui que se revela o apoio imprescindível dos pais. Os Professores são escolhidos, não há concursos só os melhores é que leccionam nos Colégios, tem métodos de ensino e apoios aos alunos que não se vê nas Escolas Públicas.

Por sua vez, no ensino público o que se vê são os filhos dos pobres, das classes mais desfavorecidas que não têm dinheiro para por os filhos a estudar nos Colégios Privados, porque não têm recursos económicos.

São estas Escolas onde os Professores faltam a toda a hora, onde os alunos não têm as mesmas ajudas, tem métodos de ensino diferentes onde apenas se “vomita” matéria e salve-se quem poder. É nas Escolas Públicas onde se fazem greves e manifestações, onde os Professores se preocupam mais com as suas promoções e carreiras (salários) em vez de discutir questões estruturais para melhoramento da qualidade do ensino em Portugal.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Carta aberta de um cidadão português...

TENHAM VERGONHA

Carta aberta ao Sr. Mário Soares, Sr. António José Seguro e a todos os políticos de Portugal

Artigo escrito por su tavares 20:53 Terça feira, 12 de Out de 2010
Sou um cidadão que trabalha, paga impostos, para que o Sr. e todos os restantes políticos de Portugal andem na boa vida. Há dias, ouvi o Sr, doutamente, nas TV's, a avisar o povo português para que não se pusesse com greves, porque ainda ia ser pior. Depois ouvi o Sr. António José Seguro, revoltar-se contra os impostos e colocar-se ao lado do povo.

Ouvi o Sr. perguntar onde estava a alternativa ao aumento de impostos, e aqui estou eu para lhe dar a alternativa. Como o Sr. Mário Soares pediu que alguém lhe desse a alternativa à subida de impostos, aqui lhe deixo 10 medidas que me vieram à mente assim, de repente:

1 - Acabar com as pensões vitalícias e restantes mordomias de todos os ex-presidentes da República (os senhores foram PR's, receberam os seus salários pelo serviço prestado à Pátria, não têm de ter benesses por esse facto);

2 - Acabar com as pensões vitalícias e / ou pensões em vigor dos primeiros-ministros, ministros, deputados e outros quadros (os Srs deputados receberam o seu ordenado aquando da sua actividade como deputado, não têm nada que ter pensões vitalícias nem serem reformados ao fim de 12 anos; quando muito recebem uma percentagem na reforma, mas aos 65 anos de idade como os restantes portugueses - veja-se o caso do Sr. António Seguro que na casa dos 40 anos de idade já tem direito a reforma da Assembleia da República);

3 - Reduzir o nº de deputados para 100;

4 - Reduzir o nº de ministérios e secretarias de estado, institutos e outras entidades criadas artificialmente, algumas desnecessárias e muitas vezes até redundantes, apenas para dar emprego aos "boys";

5 - Acabar com as mordomias na Assembleia da República e no Governo, e ao invés de andarem em carros de luxo, andarem em viaturas mais baratas, ou de transportes públicos, como nos países ricos do Norte da Europa (no dia em que se anunciou o aumento dos impostos por falta de dinheiro, o Estado adquiriu uma viatura na ordem dos 140 mil € para os VIP's que nos visitarão);

6 - Acabar com os subsídios de reintegração social atribuídos aos vereadores, aos presidentes de Câmara, e outras entidades (multiplique-se o número de vereadores existentes pelo número de municípios e veja-se a enormidade e imoralidade que por aí grassa);

7 - Acabar com as reformas múltiplas, sendo que um cidadão só poderá ter uma única reforma (ao invés de duas e três, como muitos têm);

8 - Criar um tecto para as reformas, sendo que nenhuma poderá ser maior que a do PR;

9 - Acabar com o sigilo bancário;

10 - Criar um quadro da administração do Estado, de modo a que quando um governo mude, não mudem centenas de lugares na administração do Estado;

Com estas simples 10 medidas, a classe política que vai desgraçando o nosso amado Portugal, daria o exemplo e deixaria um sinal inequívoco de que afinal, vale a pena fazer sacrifícios, e que o dinheiro dos portugueses não é esbanjado em Fundações duvidosas, em TGV's, em aeroportos, em obras sumptuosas. Enquanto isso não acontecer, eu não acredito no Sr. Mário Soares, não acredito no Sr. António Seguro, e não acredito em nenhum político desde o Bloco de Esquerda ao CDS, nem lhes reconheço autoridade moral para dizerem ao povo o que deve fazer. Em último caso, têm a palavra as Forças Armadas, que têm o ónus de defender o povo português de qualquer agressão externa e / ou interna , e que paradoxalmente têm estado em silêncio perante o afundamento de Portugal.

Zé do PovoPortugal

In visão

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Crise económica em Portugal...

O Governo decidiu em Conselho de Ministros avançar com o 3º PEC (pacto de estabilidade de crescimento) que é mais um pacote de medidas de austeridade para combater o défice da despesa pública, para que chegue ao final do ano e atinja a meta dos 7,3 %.

Das mediadas enunciadas pelo Governo destacam-se;

• Aumento dos impostos (IVA) que passa para 23%,

• Redução do salário na função pública em 5%,

• Criação de um novo imposto sobre a riqueza (Bancos),

• Redução das prestações sociais,

• Pagamentos de scuts,

Os portugueses continuam sem perceber como é possível equilibrar as contas públicas sem reduzir drasticamente a despesas do Estado. É tempo de reavaliar o interesse público de cerca de 700 Fundações que existem em Portugal que recebem anualmente aos milhões de euros, a que acresce o facto de terem benefícios fiscais. Algumas das Fundações são conhecidas do público, como é o caso da Fundação do Mário Soares, Saramago e outras.

Para que servem tantos institutos públicos em Portugal?

Empresas públicas um pouco por todo o lado?

Não é tempo de repensar e combater o despesismo do poder local, empresas municipais que foram criadas a torto e a direito para desenvolver actividades de interesse público muito duvidoso, para alimentar boys, com administradores pagos a peso de ouro e, que anualmente apresentam milhões de défice.

Há empresas públicas que dão anualmente milhões e milhões de euros de prejuízo ao Estado, com gestão ruinosa com administradores incompetentes a ganhar rios de dinheiro, que vivem à grande e à francesa, com carros topo de gama e outras benesses, onde tem o descaramento de distribuir prémios anuais que são uma vergonha perante uma país onde mais de um milhões de pessoas vivem abaixo do limiar da pobreza.

Porque será que todas as empresas públicas, dão tanto prejuízo ao país, como são os casos das Águas de Portugal, CP, Refer, Entradas de Portugal, RTP, TAP, algumas das quais já referenciadas pelo Tribunal de Contas.

Todos os anos sai do Orçamento do Estado dinheiro para cobrir os défices anuais destas empresas, mas alguém toma medidas para acabar com esta vergonha?

Quando é que os administradores públicos vão começar a ser responsabilizados pela gestão irresponsável destas empresas?

Porque será que o Estado todos os anos gasta milhões e milhões de euros com assessores, aos quais pede pareceres técnicos e outros estudos, a maioria dos quais requisitados os Escritórios de Advogados de pessoas conhecidas, quando tem quadros técnicos nos serviços que poderiam realizar essas funções, não é uma forma de poupar dinheiro!

Neste momento delicado de crise económica que atravessa o país, já se viu a classe política reagir, com medidas para acabar ou diminuir este desperdício de dinheiro dos contribuintes, em vez de aumentar os impostos, reduzir salários e cortar nas prestações sociais aos mais necessitados.

No meio de tudo isto, uma coisa é certa há uma grande falha de comunicação do Governo, já é a terceira vez que José Sócrates e Teixeira dos Santos se enganam nas previsões económicas ou então, estão a mentir aos portugueses escondendo a crise profunda que assola Portugal.

Era importante que todos nós compreendêssemos a real situação da crise económica e os seus responsáveis para entendermos o motivo do aumento dos impostos, pagamento das scuts, redução dos salários, preços elevados dos combustíveis.