terça-feira, 24 de abril de 2012

25 de Abril!

A Associação Portuguesa dos Militares do 25 de Abril, Manuel Alegre e Mário Soares já tornaram público que não vão participar nas cerimónias de comemoração do 25 de Abril. 

Quando se discute em acabar com alguns feriados civis e religiosos, fará sentido continuar com este feriado do 25 de Abril, quando temos em Portugal Mexias e Catrogas a ganhar milhares e milhares de euros por mês e haver pais que não têm dinheiro para dar pão aos seus filhos?

Devemo-nos questionar se na realidade vivemos numa democracia ou numa “ditadura” democrática, onde meios dúzia de pessoas vivem à “grande e à francesa” com salários chorudos e as restantes pessoas no limiar da pobreza, quando esses mesmos contribuíram para este estado de coisas.

Não estará o regime politico refém de referências ou personalidades capazes de se libertarem das amarrar de um neoliberalismo selvagem, que subjuga o sistema politico aos grandes interesses económicos!

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Para pensar!


Segundo uma sondagem realizada pelo Centro de Estudos de Religiões e Culturas da Universidade Católica Portuguesa, refere que quatro em cada cinco portugueses são católicos e quase metade vão à missa. De acordo com este estudo, o número de católicos está abaixo dos 80 % da população portuguesa. Cada vez mais há novas confissões religiosas, o que representa um enfraquecimento da presença da religião católica na vida das pessoas.

A isto ainda acresce, o aparecimento de uma grande percentagem de não-crentes e crentes sem religião, que está relacionado com convicções pessoais e desacordo com as doutrinas e regras das igrejas e religiões, por não estarem de acordo com as normas morais. Sabemos que a religião católica ainda se rege por dogmas antigos, irrefutáveis e imutáveis, que estão desajustados da sociedade moderna.

Será que a Igreja Católica está a precisar de um novo Concílio de Trento!

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Dá que falar!

EX-PRESIDENTES CUSTAM UM MILHÃO POR ANO.

Os ex-presidentes da República mantêm várias regalias quando deixam o cargo e representam uma despesa de um milhão de euros por ano, prevista no Orçamento do Estado. Eanes, Soares e Sampaio têm direito a uma subvenção vitalícia de 80% do salário do presidente em funções, a que se soma uso de automóvel do Estado, com condutor e combustível, gabinete de trabalho, assessor e secretário, passaporte diplomático e ajudas de custo equivalentes às do primeiro-ministro. In jornal Corrio da manhã

domingo, 15 de abril de 2012

Angariação de Fundos

A direção do Grupo Desportivo de Codessoso quer manter no ano de 2012 a mesma agenda de atividades e se possível melhorar a sua qualidade e participação em alguns eventos, mas como todos sabem a crise afecta toda a gente e os patrocinios são escassos, apelamos por isso ao apoio de todos os sócios e simpatizantes.

  Aos sócios agradecíamos que regularizassem as quotas do corrente ano, junto dos membros desta associação.

Pedimos também aos simpatizantes e filhos desta terra espalhados pelos quatro cantos do mundo, que se façam sócios ou enviem a sua ajuda através do NIB: 003502400000971713038 (passamos recibo e enviamos pelo correio).

Todos juntos podemos continuar a dar vida á nossa terra….
Se quiser mais informações entre em contacto connosco através do 255323163 ou 934303123, email: fdinomachado@hotmail.com ou gd_codessoso@hotmail.com

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Novos Corpos Gerentes do GDC

No passado fim-de-semana houve eleições para os novos Corpos Gerentes desta Associação para o biénio 2012/2013. Felizmente apareceu uma lista composta por um misto de juventude e experiência, alguns dos elementos já faziam parte de anteriores Direcções e à última da hora não negaram o seu apoio a esta causa. 

Reinaldo Ribeiro foi eleito por unanimidade para ao cargo de Presidente da Direcção do GDC, dando assim continuidade ao trabalho de liderança que iniciou aquando da fundação da Associação. 

A nova equipa de trabalho é a seguinte:

DIRECÇÃO 

Reinaldo Ribeiro
Ana Maria
Fernandino Machado
Tiago Machado
Pedro Moura

ASSEMBLEIA GERAL

Alfredo Carvalho
Diogo Machado
Sílvia Carvalho

CONCELHO FISCAL

Carlos Pires 
Andreia Pinheiro
Orlando Machado

Sexta-feira dia 13!

A Sexta-feira no dia 13 de qualquer mês, é considerada popularmente como um dia de azar.

O número 13 é considerado de má sorte. Na numerologia o número 12 é considerado de algo completo, como por exemplo: 12 meses no ano, 12 tribos de Israel, 12 apóstolos de Jesus ou 12 signos do Zodíaco. 

Já o 13 é considerado um número irregular, sinal de infortúnio. 

A sexta-feira foi o dia em que Jesus foi crucificado e também é considerado um dia de azar. Somando o dia da semana de azar (sexta) com o número de azar (13) tem-se o mais azarado dos dias. 

Triscaidecafobia é um medo irracional e incomum do número 13. O medo específico da sexta-feira 13 (fobia) é chamado de parascavedecatriafobia ou frigatriscaidecafobia.

In wikipédia

quarta-feira, 11 de abril de 2012

1ª Liga de Futebol


A Liga portuguesa de Futebol da 1ª Divisão de 2011/12, caminha para o seu final, mas envolta em polémica com erros grosseiros de arbitragem, com influência directa nos resultados desportivos, nos quais fica bem patente a falta de verdade desportiva.

O que faz transparecer para o simples adepto de futebol, é que estes erros e confusões dão um certo jeito a alguns dos “Senhores” do nosso futebol, porque nada fazem para mudar este estado de coisas.

Uns vivem à sombra desta “pasmaceira” aproveitando-se da arbitragem para se justificar perante os sócios dos clubes dos fracassos das épocas desportivas; quanto outros vão somando títulos a seu bel-prazer aproveitando-se a arbitragem e dos árbitros.

Os adeptos aceitam tudo isto, sem regatear uma mudança radical nesta “trapalhada”, porque continuam a ir aos estádios, ignorando que o fenómeno do futebol não passa de uma mentira e confrangedora “batota”.

Se querem verdade desportiva no futebol português, tem de haver grandes mudanças:

Introdução de novas tecnologias no futebol.

Profissionalização dos árbitros de futebol da 1ª categoria.

Árbitros estrangeiros a apitarem jogos na 1ª Liga portuguesa de futebol.

Acabar com os empréstimos de jogadores entre equipas da 1ª divisão.

Tornar público o relatório dos observadores dos árbitros nos jogos de futebol.

Proibição de divulgar a nomeação/nome dos árbitros antes dos jogos.

Criação de um Tribunal do Desporto em Portugal.

terça-feira, 10 de abril de 2012

Dá que pensar!

A PADEIRA DE ALJUBARROTA!

Hoje em dia precisava-mos de muitas padeiras destas, para ver se punha este país em ordem!






sexta-feira, 6 de abril de 2012

segunda-feira, 2 de abril de 2012

TGV - já era!


O cancelamento do TGV vai custar ao Estado (contribuintes) 300 milhões de euros. Este valor é reclamado pela empresa da Soares da Costa, depois do Tribunal de Contas ter chumbado o projecto, sem que alguém venha a ser responsabilizado por esta situação!