quinta-feira, 31 de julho de 2008

Para rir...

Excesso de carga Aqui é que está uma açorda!...

A politica que temos

Deputados deram mais de 1500 faltas
Os 230 deputados da Assembleia da República deram mais de 1500 faltas nas 109 reuniões plenárias da terceira sessão legislativa, das quais só 10 foram injustificadas. Manuel Alegre, PS, e Carlos Gonçalves, PSD, são os recordistas, com 39 faltas.
Todas as faltas do ex-candidato presidencial socialista foram justificadas, a maioria por doença. O social-democrata Carlos Gonçalves, eleito pelo círculo da emigração, deu duas faltas injustificadas e 37 justificadas, todas elas com o mesmo motivo: trabalho político.
Os deputados do PSD foram os mais faltosos, com 675 faltas, uma média de nove faltas por deputado e de seis faltas por sessão. Logo a seguir, a bancada socialista registou 593 faltas, uma média de cinco por deputado e por sessão.
Seis deputados foram obrigados a descontar parte do ordenado masnenhum perdeu o mandato - o que acontece com mais do que quatro faltas injustificadas. Entre os que perderam parte do ordenado destaca-se o ex-líder parlamentar do PSD Luís Marques Guedes, que teve três faltas injustificadas.
Trabalho político e doença foram os principais motivos invocados para justificar faltas, 959 e 334 respectivamente.
Houve vinte e três deputados nunca faltaram nos dez meses da sessão legislativa: 15 são do PS, quatro do PSD, dois do CDS-PP, um do PCP e outro do PEV.
In JN

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Horror - Palestina

Execução de militantes do Fatah por militantes do Hamas.
A que ponto animalesco pode chegar o bicho-homem...
Sem Deus, até onde a humanidade chega ...
.
.
video

terça-feira, 29 de julho de 2008

Será possível?...

Gestores públicos receberam 27 milhões ANA SUSPIRO
EMPRESAS DO ESTADO.
Os encargos com a remuneração das administrações das empresas públicas subiram no ano passado 30%. As Finanças dizem que os dados de 2006 e 2007 não são comparáveis, mas admitem que o número de gestores subiu com os administradores não executivos cada gestão custou 349 mil euros em 2007.
As administrações das empresas públicas receberam um total de 26,8 milhões de euros no ano passado. Esta soma compreende um universo de 77 empresas que representam cerca de 90% da carteira de participações relevantes do Estado.
Este montante significa um valor médio por cada administração (pode ter entre três e onze elementos) de 349 mil euros, de acordo com o documento sobre o bom governo das sociedades que acompanha o relatório sobre o sector empresarial do Estado, divulgado na semana passada.
O valor médio das remunerações desce para os 323 mil euros por ano, quando excluímos a Caixa Geral de Depósitos, entidade onde o accionista Estado mais paga.O documento mostra que para além das remunerações base e complementares, os gestores públicos beneficiaram de 4,5 milhões de euros outras regalias e compensações, tendo sido assumidos custos de 2,8 milhões de euros em benefícios sociais. Se essas parcelas forem adicionais às remunerações, o que não é claro no documento, os gestores receberam então 34 milhões de euros em 2007.
Os custos com a remuneração base da gestão das empresas públicas revelam uma subida da ordem dos 30% em relação aos encargos pagos aos conselhos de administração de 78 empresas públicas em 2006. O relatório sobre o sector empresarial do Estado de 2007 [relativo a 2006] revela que as administrações receberam 20,3 milhões de euros, incluindo remuneração base, outras regalias e compensações e encargos com benefícios sociais. Não obstante, o valor médio pago por empresa era mais alto em 2006, cerca de 398 mil euros, de acordo com o relatório.
Questionado sobre o aumento dos encargos globais com as administrações de empresas públicas, fonte oficial do Ministério das Finanças esclarece que os dois números não são directamente comparáveis.
É que o levantamento do ano passado, e relativo ao 2006, foi feito com base em informação das próprias empresas e não incluíam a totalidade da carteira do Estado. Os dados de 2007 têm um âmbito mais alargado.
Além disso, os dados de 2006 só revelam a remuneração base e por isso também não são comparáveis, realçam as Finanças.Mais gestoresMas por outro lado, o Ministério das Finanças reconhece que as empresas do Estado tem agora mais administradores que no passado, embora sejam não executivos e com salários menos altos. "Em virtude da importante reforma do modelo do governo do Sector Empresarial do Estado (SEE) e em particular do reforço de função de fiscalização foram nomeados administradores não executivos".
Outra alteração importante na carteira do Estado que explica o aumento dos encargos com administrações é a transformação de hospitais que estavam no sector público administrativo em empresas públicas, o que naturalmente se traduziu na subida dos custos com a remuneração das administrações no sector empresarial do Estado. Em média, 84% das remunerações dos gestores públicos é paga pelas próprias empresas.
As empresas públicas pagaram ainda 1,486 milhões de euros aos órgãos de fiscalização das administrações, um valor médio global de 19305 euros por empresa.PREJUÍZO GLOBAL ASCENDEU A 373 MILHÕES EM 2007Gestão. O sector dos transportes públicos é a grande dor de cabeça do EstadoEntre a Caixa Geral de Depósitos (CGD) e a Refer há uma diferença da ordem dos mil milhões de euros em resultados.
Enquanto o banco público apresentou um lucro recorde de 856 milhões de euros em 2007, a gestora da Rede Ferroviária Nacional registou prejuízos 223 milhões de euros.Apesar da melhoria de 14% ou de 129,6 milhões de euros anunciada pelo Executivo, no final da semana passada, nos resultados das empresas públicas, a verdade é que o saldo continua negativo.
Aliás o prejuízo global até aumentou quase três vezes para 373 milhões de euros, antes de interesses minoritários, o que é explicado pelo facto da Parpública ter registado lucros extraordinários em 2006 decorrentes das mais-valias com privatizações que não foram repetidos no ano passado.
O sector dos transportes continua a ser a grande dor de cabeça do accionista Estado.A somar aos prejuízos da Refer, as operadoras de transportes somaram 557,2 milhões de euros de resultados negativos, praticamente o mesmo nível do ano anterior. A CP é a que apresenta mais prejuízos, não obstante uma ligeira melhoria dos resultados também sentida na Carris e no Metropolitano de Lisboa.
A Metro do Porto foi a empresa que mais agravou os prejuízos. O sector dos transportes públicos é aliás um dos grandes responsáveis pelo aumento de endividamento que nas empresas não financeiras registou um crescimento de 2835 milhões de euros face a 2006.
Em matéria de dividendos, o Estado recebeu 556 milhões de euros no ano passado, relativos aos lucros apurados em 2006, o que representa um aumento de 4%. Por outro lado, o Estado reforçou o esforço financeiro que subiu 177 milhões de euros para 881 milhões no ano passado, sobretudo através de dotações de capital e de indemnizações compensatórias. A saúde foi uma das áreas mais beneficiadas, com um acréscimo do investimento de 150 milhões de euros.
In Diário de Notícias

Futebol

Apito final Boavista e Pinto da Costa: FPF confirma castigos ADALBERTO RAMOS
A Direcção da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) confirmou ontem a despromoção do Boavista e o castigo de dois anos de suspensão a Pinto da Costa, depois de ter decidido adoptar o conteúdo do parecer jurídico do Professor Freitas do Amaral solicitado na sequência da polémica reunião do Conselho de Justiça (CJ) da FPF, no passado dia 4 deste mês, que decidiu, então, manter as penas aplicadas pela Comissão Disciplinar da Liga embora com a presença de apenas cinco conselheiros, depois de o presidente abandonar a sala, considerando não haver condições para prosseguir o encontro.
Em causa, a partir dessa data, ficaram dúvidas relativas à legalidade das decisões tomadas pelos cinco conselheiros na ausência do presidente (Gonçalves Pereira), o que levou não só este último a apresentar duas providências cautelares no Tribunal Administrativo de Lisboa (TAL), mas também o Boavista. Todas elas foram aceites.
Perante este imbróglio, o presidente da FPF, Gilberto Madail,decidiu encomendar a um especialista em Direito Administrativo, o Professor Freitas do Amaral, um parecer jurídico relativo aos factos ocorridos na reunião do CJ da FPF. Analisadas as 137 páginas do documento, a Direcção da FPF entendeu seguir as teses do catedrático, que considerou de validade jurídica as decisões saídas da polémica reunião: a descida do Boavista à II Divisão, por coacção sobre árbitros em três jogos do campeonato em 2003 e 2004, e suspensão de dois anos a Pinto da Costa, presidente do FC Porto, por tentativa de corrupção.
Em termos imediatos, os efeitos das medidas ontem aprovadas pela FPF, e que vieram a público através de um comunicado de seis pontos, traduzem-se na "declaração do interesse público", procedimento administrativo fundamental para, logo de seguida e junto do TAL, contestar as já referidas [três] providências cautelares e, então, fazer aplicar as sentenças da justiça desportiva acima referidas. Tal não impede, contudo, que o Boavista, embora obrigado a cumprir o castigo daquela última, prossiga a sua contestação na justiça cível.
As conclusões da reunião federativa
"Depois de analisar o resultado do processo de averiguações conduzido pelo Professor Freitas do Amaral aos factos ocorridos na reunião do Conselho de Justiça de 4 de Julho de 2008, a Direcção da Federação Portuguesa de Futebol decidiu, por unanimidade, o seguinte:
1 - Adoptar o parecer do Professor Doutor Diogo Freitas do Amaral;
2 - Contestar todas as providências cautelares existentes ou que venham a existir sobre este assunto;
3 - Proceder à respectiva declaração de interesse público;
4 - Solicitar ao Sr. Presidente da Assembleia Geral a marcação de uma Assembleia Geral Extraordinária para análise das consequências implícitas no parecer e que não são da responsabilidade da Direcção mas sim da Assembleia Geral;
5 - Homologar os Campeonatos Profissionais logo que seja notificada a declaração de interesse público a todos os interessados nos respectivos procedimentos;
6 - Homologar os Campeonatos Nacionais das II e III Divisões o mais rapidamente possível após a resolução dos casos pendentes no Conselho de Justiça".
IN Jornal o Jogo

Recortes - comunicação social

EM 2006 HOUVE 4157 CASOS DE FRAUDE NO RENDIMENTO SOCIAL DE INSERÇÃO Milhares a dar o golpe
Fiscalização apanhou um em cada seis agregados familiares a usufruir indevidamente da prestação social Texto ● Duarte Baião duarte.n.baião@24horas.com.pt
OEstado foi burlado por um em cada seis agregados familiares fiscalizados pela Segurança Social e beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI). Os números são de 2006, e constam do relatório de 2007 do plano nacional de prevenção e combate à fraude e evasão contributivas e prestacionais, elaborado pelo Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social – o último disponível. Há dois anos, foram efectuadas 24.176 acções de fiscalização a famílias que usufruíam do RSI/Rendimento Mínimo Garantido (RMG). Essas acções resultaram na detecção de 4157 casos de fraude e, consequentemente, na cessação e suspensão dos contratos com famílias que não seriam carenciadas. O facto de os beneficiários do RMG terem sido automaticamente incorporados no RSI, e de existirem mecanismos de inserção diferentes nos dois modelos, impede, segundo fonte ministerial contactada pelo 24horas, que existam números relativos ao ano de 2007. “A grande especificidade do RSI português consiste no facto de se tratar de um contrato individual, analisado caso a caso, Ou seja, nem a verba, nem o contrato, nem as cláusulas do mesmo são comuns a todos os beneficiários do RSI, pelo que não há um padrão de fraude”, disse a mesma fonte do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social. No entanto, a quebra das principais condições de atribuiçãodo rendimento, como a alteração não declarada da condição sócio-económica, é considerada fraude e passível de suspensão. As acções de fiscalização são feitas por equipas do Instituto de Segurança Social (ISS). em 2008 O RSI abrange, segundo números de Junho do Instituto de Segurança Social, 120.943 famílias e um total de 334.865 pessoas. No primeiro semestre de 2008, o RSI custou ao Estado 206,7 milhões de euros. No mês passado, o valor médio de prestação por família era de 230,89 euros e de 87,10 euros por beneficiário. Instado pelo 24horas a esclarecer como é feita a fiscalização do RSI, o ISS respondeu: “A fiscalização do RSI acompanha o ritmo e intensidade da de outras prestações do sistema de Segurança Social. Os meios existentes são suficientes e os resultados obtidos nos últimos anos demonstram de forma inequívoca a eficácia das acções, em particular no RSI. Está prevista para 2008 a fiscalização a 30 mil famílias.”
29.07.2008 - In Correio da manhã

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Assalto em Celorico de Basto

Encapuzados assaltam Café em Gandarela

No dia 26 de Julho pelas 21.20 horas, dois indivíduos encapuzados assaltaram em Gandarela – Celorico de Basto um estabelecimento, denominado “Café Oliveira”, segundo apuramos dois indivíduos encapuzados e utilizando uma pistola 6,35 mm, aproximaram-se do proprietário e ameaçaram-no que caso não entrega-se todo dinheiro ali existente disparariam referida arma sobre o mesmo, meliantes acabaram por levar da caixa registadora cerca de 300,00 € em dinheiro e um telemóvel.

No acto do Roubo e com a atrapalhação os assaltantes que estariam muito nervosos, acabaram por disparar um tiro como sinal de intimidação que felizmente não atingiu ninguém, estando a essa hora o Café quase deserto de clientes, não sendo de estranhar portanto a escolha dos assaltantes que de certeza não foi feita ao acaso, mas ressalvam-se alguns pormenores dos acontecimentos por falta de informação.

Segundo se sabe os dois indivíduos vestiam calças de ganga, t-shirt branca e mediam cerca de 1,75 altura, depois de consumado o assalto entraram num Toyota Corola de cor azul que se encontrava no exterior à espera dos mesmos e conduzido por outro individuo que ficou no veiculo, colocando-se em seguida os três em fuga para direcção desconhecida até ao momento, as autoridades suspeitam que o carro utilizado no Roubo terá sido furtado na zona de Fafe no mesmo dia.

A Polícia Judiciária está a investigar este caso visto, tratar-se de um crime com ameaça de arma de fogo e com posterior disparo de uma munição, este tipo de assaltos violentos começam a ser reincidentes neste concelho, o que é preocupante para a população de Celorico de Basto, este tipo de criminalidade já não é exclusiva das grandes cidades, as pequenas povoações começam a ser alvo preferencial devido ao seu isolamento e insegurança.

.

FM

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Clássicos da música

SUA MÚSICA
O ano que você nasceu GIRISSIMO
GIRISSIMO É SÓ MUSICA DE VARIAS ÉPOCAS E GOSTOS ...
Clique no link... ao abrir... clique no ano de seu nascimento ou outros anos e ouvirá músicas com gravações originais que foram sucesso na época!!!!!
.
.
.

HOBBY

Rádio modelismo video

Parecer - Freitas do Amaral

Parecer de Freitas do Amaral diz que decisões do CJ são válidas

Publicado: 2008-07-25 09:43:37 Actualizado: 2008-07-25 14:26:08
Por: Sandra Henriques

D.R. O parecer de Freitas do Amaral não tem carácter vinculativo


O parecer que Freitas do Amaral entregou à Federação Portuguesa de Futebol afirma que são válidas as decisões tomadas pelo Conselho de Justiça na polémica reunião de dia 4 de Julho e critica o comportamento de Gonçalves Pereira.

A Federação Portuguesa de Futebol já divulgou o parecer de Freitas do Amaral, o qual indica que são válidas as decisões que ordenam a descida de divisão do Boavista e a suspensão de Pinto da Costa por dois anos.

Desta forma devem ser consideradas correctas as decisões tomadas pelos cinco conselheiros que continuaram a reunião após a saída da sala do presidente do Conselho de Justiça, Gonçalves Pereira, e efeitos destas resoluções deverão ser considerados válidos.

Freitas do Amaral defende ainda a eleição de um novo CJ, o que só pode ser feito por iniciativa do presidente da Assembleia Geral, Mesquita Machado.

O comportamento de Gonçalves Pereira é também criticado pelo parecer do especialista em direito administrativo. O conteúdo do parecer não tem carácter vinculativo, o que significa que não tem efeitos imediatos na justiça civil nem na desportiva.
.
.
Fonte: RTP

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Programa S. Tiago


Obras públicas - Celorico de Basto

Secretário de Estado anunciou ontem em Celorico de Basto a construção do Nó de Britelo

Escrito por Henrique Gomes (H.G)
22-Jul-2008




O secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas e das Comunicações, anunciou ontem em Celorico de Basto o lançamento de concurso para a construção do Nó de Britelo, na sede do concelho, que vai permitir uma nova ligação da Via do Tâmega à sede do concelho. Paulo Campos disse que esta obra, orçada em cerca de dois milhões de euros, vai honrar um compromisso antigo da administração central para com o Município de Celorico de Basto.

A nova estrada, com cerca de 700 metros de extensão, estará pronta em Setembro de 2009 e vai acabar com um dos pontos de maior sinistralidade no concelho. Já o presidente da Câmara celoricense, Albertino Mota e Silva, congratulou-se com a visita do governante, mas lembrou que a administração central tem um dívida com Celorico que ainda não foi saldada.

O autarca lembrou que os sucessivos governos andam a prometer a via do Tâmega desde 198, mas a obra ainda não está terminada. O autarca lembrou que continua a ser um martírio percorrer a EN entre Celorico e Arco de Baúlhe, situação que só terminará quando for concluída a variante do Tâmega ligando Celorico ao vizinho concelho de Cabeceiras de Basto.
.
In notícias de basto

Notícias de Celorico de Basto

Celorico de Basto promove Jogos Populares no próximo dia 26 de Julho

Escrito por Henrique Gomes (H.G)
22-Jul-2008



Jogar à malha, ao lencinho, ao jogo do pau ensebado. Saltar à corda, participar em corrida de sacos, jogo da paulada ao cântaro, são alguns dos jogos populares que o Município de Celorico de Basto está a promover e que se realizam no dia 26 de Julho, no âmbito do 1.º Encontro de Jogos Populares inserido no programa das Festas do Concelho. O evento realiza-se no Parque Urbano do Freixieiro, garantindo assim a animação durante o dia 26. A participação nos jogos Populares destina-se a todos os que manifestem vontade em participar nesta actividade. Os jogos estão abertos à participação de toda a população, devendo as inscrições ser efectuadas na Câmara Municipal celoricense. As equipas devem ser constituídas no mínimo por 12 elementos e no máximo por 16. Deverão ser compostas por elementos masculinos e femininos, bem como possuir elementos de diferentes idades para a participação em actividades a eles reservadas. Cada equipa deverá ser constituída por um terço de elementos do sexo Feminino ou um terço do sexo Masculino, quatro elementos com idades compreendidas entre os 8 e os 12 anos e dois elementos com idade superior a 50 anos. Os jogos propostos adaptam-se às diferentes faixas etárias: Ao escalão Júnior destinam-se o Jogo do Garrafão, a Corrida de Perna Atada, o Rebenta Balões e o Lencinho. Para o escalão Sénior estão propostas as seguintes actividades: Sueca, Damas, Dominó e Sapo com Moedinha. As Actividades para a equipa em geral são, o Jogo da Malha, Tracção à Corda, Corrida de Sacos, Pau Ensebado, Paulada ao Cântaro, Corrida de Colher com ovo, Bacia Com Farinha, Bola na Parede, Corrida de Andas, Jogo do Carregador, Actividade Extra e Corrida de carrinhos Rolamentos. Destaque para esta corrida de carrinhos Rolamentos, cujo percurso está a ser definido pela organização, prevendo-se que o início da corrida seja no lugar de Venda-nova, Britelo e o término junto à Piscina Municipal. No decorrer dos jogos estará uma comissão que julgará todas as ocorrências verificadas ao longo dos jogos e que atribuirá a pontuação. Todas as equipas receberão um prémio de participação no valor de 100€. As que tiverem uma classificação correspondente ao 1º, 2º e 3º prémio receberão o valor monetário de 500€, 350€ e 200€, respectivamente.

.

In: notícias de bastos

Scolari

Luís Filipe Scolari, deu início a mais uma etapa na sua vida de treinador, assentando arrais nos ingleses do Chelsea. Pelo caminho ficou o trabalho que desempenhou na selecção portuguesa. Pessoa de personalidade forte, carisma e determinação que trouxe um novo olhar e sentido patriótico, que envolveu os portugueses em torno da equipa de todos nós.

Amado por muitos, odiado por outros, especialmente pelos adeptos do FCP, que nunca lhe perdoaram o facto de ter deixado de convocar o Vítor Baia, quando este tinha sido considerado pelas estatísticas do futebol, como o guarda-redes com mais títulos ganhos em todo mundo.

Contudo, teve o condão de unir os portugueses e os próprios jogadores da selecção, pondo fim a um mal que existia muitas vezes no seio da equipa, onde por vezes, imperava a rivalidade entre jogadores, especialmente dos três maiores clubes portugueses.

Scolari restaurou a credibilidade e independência no relacionamento com os principais clubes, limpando a imagem que todos tinham dos treinadores que passaram pela selecção, não deixou que houvesse ingerências no seu trabalho ou escolhas dos jogadores a seleccionar, acabou com as jogadas de bastidores, onde era perceptível a pressão externa de alguns dirigentes desportivos para ver os seus jogadores seleccionado de forma a valorizar “seu produto”.
Foi uma pessoa que incomodou muita gente que estava mal habituada, daí ter criado algumas incompatibilidades com alguns presidentes de clubes e treinadores de equipas onde militavam jogadores da selecção nacional, refiro-me a Pinto da Costa, Mourinho, Carlos Queiroz, entre outros. Mas foi sempre firme nas suas convicções e imune a pressões, veja-se o caso que gerou, quando ainda era seleccionador do Brasil, ao deixar de fora da convocatória do mundial o conhecido Romário.
Quanto às suas qualidades técnicas como treinador, tenho algumas reservas, porque nem sempre esteve bem nas suas opções, de referir que Portugal assegurou a participação no Euro 2008 nos últimos jogos, num grupo de apuramento perfeitamente ao nosso alcance. Mas relativamente às suas capacidades humanas, não restam dúvidas, que é um excelente treinador, soube sempre superar as críticas e pressões, utilizando estas no sentido de proteger os jogadores e reforçar o espírito de grupo.

Na avaliação do seu trabalho, poder-se-á dizer que não fez um grande trabalho uma vez que, teve sempre à sua disposição um naipe de jogadores dos melhores do mundo. Mas acontece que, Portugal sempre teve grandes jogadores e nunca ganhou nada. Ter atingido uma final do europeu de 2004 e ter ficado em quarto lugar no último mundial, é sempre de considerar um trabalho positivo, apesar do fracasso na participação do Euro 2008.

Talvez tivesse sido um erro colocar a fasquia muito alta, ao incluir Portugal entre as selecções favoritas ao título, e devido à conjuntura mediática que envolveu a selecção nacional, com a “novela” Ronaldo e o anúncio precipitado do abandono da equipa pelo Scolari, tivesse retirado concentração a todos.

Agora que foi anunciado o novo seleccionador português Carlos Queiroz, desejamos ao novo timoneiro sorte no regresso à Federação Portuguesa de Futebol, e que continue na senda das vitórias.

Ao Scolari desejamos felicidades para o seu novo desafio…
.
.
AM

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Dá que pensar!...

Vídeo impressionante ... emocionante ...!!! As imagens deste vídeo são impressionantes e emocionantes para além da grande lição que tiramos delas. Mais uma vez concluímos que o ser humano é incrível !!! É longo!!! O vídeo encerra uma mensagem de força como nunca vi. É caso para dizer: - "Isto, só visto !!! Ainda teremos desculpas para não triunfar???????? " E nós sempre a queixarmo-nos da vida ....
Depois deste vídeo temos de repensar nas nossas existências

terça-feira, 22 de julho de 2008

SMS - actualidades

Vejam e perguntem-se: qual país, com os governos que teve e tem, conseguiria isso?...



We all know that Hiroshima was leveled in August 1945 by an atomic bomb.

Hiroshima in 1945







However, its people recovered in these 62 years from total destruction. Here is the proof.

Wow!

The colors of the city...





















NO Comment!

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Arte

Desenhando uma mulher (Fantástico!!!)
A arte do artista com arte. :) É só dar um click no link e esperar alguns instantes, que começa o espectáculo.

Crise


Com a crise económica que está a devastar o nosso país, aqui fica uma sugestão para as férias dos portugueses!...




Destak - só visto

Lotaria oferece gasolina grátis para toda a vida
Gasolina grátis para toda a vida ou para um ano são alguns exemplos de prémios que se podem ganhar na lotaria Dinheiro de Verão, que começa a ser vendida a 9 de Julho e até Agosto, no Estado norte-americano da Florida. A lotaria vai oferecer, semanalmente, prémios que vão desde 158 mil euros em dinheiro até à oportunidade de o depósito de combustível do veículo se manter cheio durante pelo menos um ano. No total, o jogo vai dar, todas as quartas-feiras, prémios no valor de 1,2 milhões de euros e cartões de gasolina grátis. Em cada um dos sorteios semanais, um jogador ganhará 158 mil euros, cinco obterão gasolina para toda a vida e outros 50 terão os depósitos das viaturas cheios durante um ano.
Namoro no carro acaba em queda dum precipício
Lin Gu, de 25 anos, e Lee Shin, de 29 anos, foram parar ao hospital de Taiwan depois de terem caído de uma altura de mais de 12 metros, segundo revela o site Ananova. O casal, que estava a ter relações sexuais no banco de trás do automóvel, esqueceu- se de puxar o travão de mão. Ossos partidos, várias lesões e nódoas negras foram algumas das consequências que o casal de namorados teve de recordação de uma noite especial. «Eles estacionaram perto do precipício e esqueceram- -se de puxar o travão do carro. Quando começaram a fazer sexo, o movimento fez com que a viatura deslizasse e caísse», explicaram fontes policiais. No entanto, os dois cidadãos de Taiwan «tiveram muita sorte em não se terem magoado mais», acrescentou um porta-voz da polícia.
Chocolate leva hospedeira em viagem ao espaço
Uma hospedeira francesa ganhou uma viagem ao espaço depois de ter visto a embalagem de chocolate dentro do lixo. A embalagem continha o número vencedor de um concurso para voar até os limites da atmosfera da Terra. A futura turista espacial Mathilde Epron, de 32 anos, disse que comprou o chocolate Kit Kat no supermercado próximo da sua casa mas que, num primeiro momento, deitou o papel da embalagem no lixo, porque não acreditava que a sorte lhe pudesse bater à porta. «São sempre outras pessoas que ganham», pensou Epron. Duas horas depois, voltou a pensar no concurso, decidiu arriscar a sorte, tirou a embalagem do lixo e encontrou o código vencedor marcado do lado de dentro. A comissária vai ter quatro dias de treino de astronauta em Oklahoma City, nos EUA, antes de embarcar na nave Rocketplane XP, que vai subir até 100 km de altitude.
Saudita queria casar com jovem de 10 anos
Um saudita de 60 anos foi obrigado a adiar o seu casamento com uma menina de apenas 10 anos por pressões dos activistas dos direitos humanos da Arábia Saudita. O noivo pagou cerca de 26 mil dólares ao pai da criança, residente em Haél. A 600 quilómetros da capital Riade, como dote para o casamento. As notícias sobre este estranho noivado indignaram a sociedade saudita, que se mobilizou para impedir este matrimónio. Várias activistas e escritores classificaram o acordo entre o noivo e o pai como uma venda e sublinharam que o casamento iria provocar graves consequências para a saúde física e psicológica da criança e que poderia provocar danos na imagem exterior do reino saudita. Perante estas críticas, o pai e o noivo comprometeram-se a adiar o casamento.

sábado, 19 de julho de 2008

Música ao seu gosto!...

Festa da aldeia
Música ao seu gosto...
Tradições do povo e as suas festas, seus costumos, danças, cantares e saberes

Humor - videos







SMS

Duas Luas no dia 27 de Agosto... Todo o Mundo está à espera.
O Planeta Marte será o mais brilhante no início da noite. Parecerá tão grande quanto a Lua cheia.
Isto acontecerá no dia 27 de Agosto quando o planeta Marte ficar a 34.65M milhas da Terra. Vê o céu no dia 27 de Agosto, 12.30am.
Parecerá que a Terra tem 2 luas.
A próxima vez que ele ficará tão perto da Terra será em 2287. Partilha com os teus amigos pois NINGUÉM VIVO HOJE voltará a vê-lo
.
Não se esqueça de marcar na agenda!...

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Notícias de Celorico de Basto

Presidente visitou vale do Tâmega´ Cavaco Silva pede aos portugueses para "não baixarem os braços" perante a crise 17.07.2008 - 19h41 Lusa
O Presidente da República pediu hoje aos portugueses para "não baixarem os braços" perante a desaceleração da economia, sublinhando que o país já foi capaz de ultrapassar outros momentos difíceis. Sobre o recurso à energia nuclear, Cavaco Silva diz que a matéria "deve ser debatida e estudada"."Num momento em que foram reveladas algumas previsões preocupantes quanto ao comportamento da nossa economia, quero dizer aos portugueses que este é um tempo para não baixarem os braços", declarou Cavaco Silva, em Celorico de Basto, concelho da região do vale do Tâmega, uma das sub-regiões mais deprimidas do país.
O chefe de Estado defende que só através de uma "mobilização de forças" será possível inverter a desaceleração da economia, prevista por várias instituições, incluindo o Banco de Portugal. "Não podemos resignarmo-nos. Já ultrapassámos fases difíceis e fomos capazes de vencer os obstáculos", insistiu.Em Celorico de Basto, Cavaco Silva reuniu-se com os presidentes das nove câmaras do Vale do Tâmega e, no final, reconheceu que a região "tem alguma debilidade estrutural", mas sublinhou que também "tem coisas boas", nomeadamente potencialidades turísticas. "É preciso é aproveitá-las, para que possam ser criados novos empregos", que fixem os jovens, referiu, destacando o papel que as autarquias podem ter no desenvolvimento económico do país.
Questão nuclear deve estudada, durante a visita, Cavaco Silva foi questionado sobre as declarações de Vítor Constâncio que, esta semana, ao apresentar as mais recentes previsões do Banco de Portugal afirmou que Portugal deveria ponderar o recurso à energia nuclear, como forma de reduzir a dependência do petróleo. "Na campanha eleitoral, foi-me feita exactamente essa pergunta. Nessa altura, respondi da seguinte forma:
A questão deve ser debatida e deve ser estudada, por forma a encontrar o verdadeiro interesse nacional. Hoje não responderia de forma diferente", afirmou.O chefe de Estado escusou-se também a comentar os investimentos em infra-estruturas anunciados pelo Governo, por considerar que não deve pronunciar-se em público sobre a matéria. "As minhas opiniões são conhecidas do Governo", afirmou, salientando que prefere não falar delas "para que não possa ser acusado de ter partido por aqui ou por outro lado".
In Público
Vídeo RTP

quinta-feira, 17 de julho de 2008

SMS - Holocausto

Sábias palavras!! Obviamente reencaminhei o e-mail para todos os meus contactos.

Na verdade esta nova moda de reescrever a História assemelha-se cada vez mais ao romance "1984" de Geoge Orwelll - aí essa falsificação intelectual chamava-se "duplipensar". A única verdadeira arma contra todos os totalitarismos ou fundamentalismos é A VERDADE!!


As imagens que seguem ultrapassam o próprio conceito de INTOLERÁVEL!


Exactamente, como foi visto há cerca de 60 anos...


É uma questão de História lembrar que, quando o Supremo Comandante das Forças aliadas (Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, etc.), General Dwight D. Eisenhower encontrou as vítimas dos campos de concentração, ordenou que fosse feito o maior número possível de fotos, e fez com que os alemães das cidades vizinhas fossem guiados até aqueles campos e até mesmo enterrassem os mortos.

E o motivo, ele assim explanou: 'Que se tenha o máximo de documentação - façam filmes - gravem testemunhos - porque, em algum ponto ao longo da história, algum idiota se erguerá e dirá que isto nunca aconteceu'.

'Tudo o que é necessário para o triunfo do mal, é que os homens de bem nada façam'. (Edmund Burke)

Relembrando:

Esta semana, o Reino Unido removeu o Holocausto dos seus currículos escolares porque 'ofendia' a população muçulmana, que afirma que o Holocausto nunca aconteceu...


Este é um presságio assustador sobre o medo que está atingindo o mundo, e o quão facilmente cada país está se deixando levar.

Estamos há mais de 60 anos do término da Segunda Guerra Mundial.

Este email está sendo enviado como uma corrente, em memória dos 6 milhões de judeus, 20 milhões de russos, 10 milhões de cristãos, e 1900 padres católicos que foram assassinados, massacrados, violentados, queimados, mortos à fome e humilhados, enquanto Alemanha e Rússia olhavam em outras direcções.

Agora, mais do que nunca, com o Irão, entre outros, sustentando que o 'Holocausto é um mito', torna-se imperativo fazer com que o mundo jamais esqueça.

A intenção de enviar este email, é que ele seja lido por, pelo menos, 40 milhões de pessoas em todo o mundo.

Seja um elo desta corrente e ajude a enviar o email para o mundo todo.

Traduza-o para outras línguas se for o caso!

Não o apaguem. Você gastará, apenas, um minuto do seu tempo a reencaminhá-lo.































Humor

Como fazer pipocas com telemóveis!... http://sorisomail.com/email/1963/como-fazer-pipocas-com-telemoveis.html

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Arquivo - Nossa Senhora do Ribeiral

Cont. do mês anterior Quem é Maria Celeste Ferreira?
Do contacto breve com a figura central dos acontecimentos que motivaram a presente reportagem, sem deixarmos de admitir e considerar a eventual subjectividade inerente à apreciação, ficou-nos a impressão que se trata de uma pessoa simples e de boa-fé, provida de um grande misticismo religioso e que está absolutamente convicta daquilo que afirma.
Maria Celeste Teixeira Ferreira, nasceu há 60 anos na Costa, num lugar de Codeçoso. Freguesia donde saiu aos 13 anos “para ir servir” , primeiro em Arnóia e depois no Porto. Vive em Pedroso (Vila Nova de Gaia) há mais de vinte anos, é casada com um professor do ensino básico aposentado, que actualmente trabalha nos serviços de apoio da Escola Preparatória local, e é mãe duma filha de 25 anos. Perguntando-lhe em que se ocupa, respondeu-nos: “sou franciscana secular e dedico-me a evangelizar”. Segundo apuramos, sem podermos confirmar se integra ou não a Ordem Terceira Franciscana, assim tão designados os fiéis que, permanecendo no mundo, se esforçam por atingir a perfeição cristã, segundo o espírito e a forma de vida da Ordem Franciscana. Quanto à última afirmação, é sabido que, de acordo com os princípios de cristianismo, evangelizar não é prerrogativa exclusiva de ninguém, mas dever de todos quantos se afirmam cristãos.
Refere-nos que tem uma casa alugada em Fátima, onde passa grande parte do seu tempo, na qual já teve instalado um Lar de Terceira Idade que, por carência de meios materiais e humanos, se viu forçada a encerrar e onde actualmente aloja peregrinos, fonte de parte dos recursos utilizados no Ribeiral.
Em Pedroso, não se destaca por alguma particular piedade ou devoção e, como refere o pároco, não tem qualquer participação especial na vida religiosa e eclesial da paróquia para além do cumprimento do preceito dominical, tomando da parte na missa vespertina de sábado. A mesma fonte admite a responsabilidade dela numa instituição em Fátima que, ate falar connosco, julgava ser um abrigo para raparigas transviadas e desprotegidas.
Prevenimos os nossos leitores que os dados biográficos aqui mencionados provém, em grande parte da própria biografada, pois, conforme nos declarou uma vizinha com quem conversamos, tem uma forma de vida um tanto misteriosa e um relacionamento mínimo com a vizinhança, verificando-se frequentes e prolongadas ausências e não sabendo as pessoas do que efectivamente se ocupará.
Informar: A nossa obrigação para com os leitores
A elaborar e publicar a presente peça jornalística, o “Jornal da Terra” teve a preocupação e o único propósito de informar com rigor e isenção os seus leitores acerca dos acontecimentos e das reacções que suscitam. É incontestável que o assunto possui as características, a actualidade e o interesse geral, que definem uma notícia. E, porque noticia, aqui a sua publicação.
Não nos compete tirar quaisquer conclusões, remetemos isso para quem nos lê. Não integramos qualquer grupo de interesses pró ou contra a alegada aparição do Ribeiral e o fenómeno religioso que aí tem lugar. Temos a noção de que o assunto tratado – as aparições sejam elas no Ribeiral, em Fátima, em Lourdes ou em qualquer parte, serão sempre um tema delicado e susceptível de controvérsia, até porque também a própria Igreja não obriga os católicos ao reconhecimento divino das aparições.
Ousar correr riscos é e será sempre o nosso lema.
.
Por Raul Lopes In jornal da terra

terça-feira, 15 de julho de 2008

Destino de férias - México

Sugestão de férias - Cidade do México
.
.
EL AUTOR DE ESTAS ADMIRABLES IMAGENES DEL
DISTRITO FEDERAL DESDE EL AIRE.
ESPERO LAS HAYAN DISFRUTADO. SI QUIEREN
ENVIARLE UN MENSAJE BUSQUEN SU CORREO EN
.

SMS

Sempre a aprender - Troca dos pneus da frente com os de trás
.
Outro dia um amigo meu foi à Norauto com a intenção de fazer a"habitual" troca dos pneus da frente com os de trás.Desde sempre, ouvi dizer e ele também, que é aconselhável ter os pneusque estão em melhor estado no eixo da frente, visto que aqui o pneu émais desgastado.No entanto o funcionário que o atendeu desaconselhou essa troca.Segundo lhe disse, os estudos mais recentes têm demonstrado que ospneus em melhor estado devem estar no eixo traseiro (independentementedo tipo de tracção do carro).É claro que, depois de anos a ouvir o contrário, fiquei um bocado nadúvida e resolvi pesquisar.Encontrei no site da famosa construtora de pneus francesa MICHELIN aconfirmação disso: os pneus em melhor estado devem estar atrás porquestões de segurança .Mas o melhor é certificarem-se por vocês próprios no site da MICHELIN.Aqui vai o link directo para a questão em causa.
.
Espantem-se quanto eu me espantei.
.

Resenha histórica de Codessoso

Cont. do mês de Junho
Numa sociedade cujas classes populares eram sujeitas a pesados impostos, tributos e encargos, não eram de somenos importância estes privilégios, que concediam aos caseiro, lavradores e moradores nas terras e coutos da Colegiada numerosas e significativas isenções. Assim, estavam aqueles isentos, entre outros, dos arranjos dos caminhos, do pagamento de peitas, fintas e talhas, e sobretudo de servir no concelho. A que acresciam outras regalias, como a dos bois, cavalgaduras, pão, vinho e palha dos lavradores não poderem ser tomadas pelos senhores, assim, como os seus filhos ou filhas não poderem ser tomados para servidão de pessoas. Mais ainda, a isenção da guerra, os filhos dos lavradores não poderiam ser alistados no exército ou na armada, podendo até ser dispensados de irem aos alardos das Ordenanças. Nos primeiros anos do século XVIII foram ainda estes privilégios ampliados por D. João V, que os isenta de todos os tributos sólitos e insólitos, em que se compreendiam as décimas não só a respeito das fazendas foreiras àquela Igreja, mas todas as mais que por qualquer título pertencessem aos privilegiados.
Em 1455, o rei D. Afonso V mandou inquirir quantos e quais os caseiros e servidores desta Igreja que eram abrangidos por estes privilegio. O dito monarca confirmou estão os respectivos privilégios, ficando esta relação e confirmações a constar de um livro próprio, com folhas de pergaminho e cobertas de couro vermelho, guardado no arquivo do Colegiado, e de uma correspondente lista ou tábua guardada na Câmara da Vila de Guimarães. Ficam estes beneficiários, a partir de então, a ser designados como privilegiados das tábuas vermelhas6.
Com o argumento de que, naquela data, o Couto de Codeçoso ainda não integrava as propriedades da Colegiada e, por isso, não consta do rol mencionado atrás, modernamente há historiadores que colocam em dúvida a qualidade de privilégio das tábuas vermelhas do Couto de Codessoso.7 pela minha parte, que conheço as versões de três autores setecentistas que afirmam o contrário e que mencionarei oportunamente, afirmo, até que me provem em contrário, que o Couto de Codeçoso era detentor desse privilégio.
Eram passados cerca de vinte anos sobre a tomada de posse do Couto de Codeçoso pela Colegiada, quando o donatário de Celorico de Basto, Pero da Cunha Coutinho, fidalgo de alta estirpe que integrava o Conselho do Rei, sobrinho-neto de D. Nuno Álvares Pereira e filho daquele Fernão Coutinho que Celorico criou um couto de homiziados, pretendeu incluí-lo dos seus domínios, que lhe respeitando as imunidades e privilégios. Então, o Cabido da Insigne e Real Colegiada da Nossa Senhora de Oliveira moveu-lhe uma demanda perante o Corregedor da Comarca de Entre-Douro-Minho, tendo os Desembargadores proferido sentença, em Guimarães a 1 de Março de 1499, contra o dito Pero Coutinho e a favor do Cabido, para que mantivesse e conservasse a jurisdição civil no dito couto, que era reconhecido, julgado e confirmado por sentença ou alvarás de D. Afonso IV em 1326, de D. Fernando em 1369, de D. Duarte em 1434 e de D. Afonso V em 1455. Sete meses depois, em cumprimento de referida sentença, o meio cónego Lopo Fernandes, como procurador do Cabido da Colegiada, veio tomar posse do couto e da sua jurisdição, logo dando posse e juramento ao juiz e porteiro, na presença do escrivão João de Queiroz, tabelião do julgado de Celorico de basto, representando o réu Pero Coutinho, que secretariou igualmente o acto.8
Das isenções de encargos públicos concedidas aos privilegiados das tábuas vermelhas mencionadas mais atrás, não referi propositadamente o do corte e carreto de madeiras, porque pretendia aqui relatar um episodio, o qual de algum modo abona a minha tese de que o Couto de Codeçoso era beneficiado dos ditos privilégios. Nos finais da primeira metade do século XVII, em data em que não posso agora precisar, [o Cabido interviera a favor da soltura de Domingos Francisco Amador e Afonso José Pereira, presos por ordem do corregedor da comarca, “porquanto em conservação dos seus privilégios” tinham procurado embargar “que se não cortase madeira no dito couto de codesozo he Aboim pêra as galleas de sua magestade” (sic), fundados em que eram caseiros da Colegiada, beneficiando desta isenção irrevogavelmente desde D. João I. O Cabido obtiveram então despacho favorável da Relação do Porto mandando “restituir os paos que estavam cortados”, considerando que era “muito justo” que se conservassem os privilégios concedidos à Igreja Colegiada de Guimarães]. 9
Antes da paróquia
No ano de 1527 realizou-se o primeiro “numeramento” da população, mandado fazer por D. João III, em carta de 17 de Julho, aos corregedores das seis comarcas em que se dividia o reino. Do elenco dos moradores das freguesias de Entre-Douro-Minho, o que nele se contém relativamente a Codeçoso limita-se a indicar que pertence ao concelho de Celorico de Basto e a mencionar os seus trintas moradores.10
Aqui moradores deve entender-se como fogos e, na minha opinião, no número indicado estão incluídos os de Aboim. Do período que antecede imediatamente a formação da paróquia, na segunda metade do século XVI, possuo a transcrição dos vários relatórios relativos a Visitações de Codeçoso. Recorde-se que o Concílio de Trento (1445-63) ordenou que os bispos visitassem, ou fizessem visitar por um seu representante, os lugares das respectivas dioceses. A estas visitas pastorais dá-se o nome de Visitações e delas resultaram abundantes relatórios que fornecem dados muito úteis sobre o estado das igrejas, as suas obras de arte e alfaias, os seus bens fundiários, a vida social e espiritual das populações.
A primeira Visitação de Santo André de Codeçoso que conheço foi feita, em 1550, pelo licenciado Padre André Ferreira, bacharel, desembargador e visitador do Arcebispo de Braga D. Frei Baltasar Limpo (1550-58). Este, que na mesma data também visitara Telões e Aboim, escreve que a capela de Codeçoso está afastada do Mosteiro de Telões mais de duas léguas de cerros, de muito mau caminho fragoso e obrigado à travessia de ribeiros. Tem onze freguesias e rende dez ou onze reis e os ditos fregueses não tem missa senão de dois em dois meses ou aquelas que mandam celebrar. Por essa razão não ouvem missa e são mal paroquiados pelo facto do pároco do Mosteiro viver muito longe. Encontrou a capela de todo derrubada e desbaratada e, não obstante estar assim degradada, continuavam os fregueses a nela receber os sacramentos.
Em consequência do que acima é descrito, o Visitador ordenou ao Cabido da Colegiada que lhes desse um Capelão para aí celebrar missa todos os domingos, festas principais e dia do padroeiro, o qual doutrinaria os fregueses e os obrigaria a vir à capela, celebrando aí missa. Relativamente à nomeação de um pároco (Cura), ordenou que se fizesse como já dispusera para S. Pedro de Aboim, isto é, que o Cabido nomeasse um Cura para ambas as freguesias, a fim de ministrar os eclesiásticos sacramentos aos respectivos fregueses, o qual residiria numa delas, e na outra celebrar-se-iam as missas pelo supracitado Capelão. O Visitador ordenaria também que fossem feitas amplas e profundas obras de restauro, assim como ordenaria que a corte e a parreira situada junto da porta da dita capela fosse dali retirada, “p.a q não se faça cural aporta dela”.11
Texto: Raul Lopes
Nota: continua para o próximo mês

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Passeio paroquial - Codessoso

Tal como prometido, o “jornalocodessoso” não pôde deixar de estar presente em mais um evento da freguesia:
o 1º Convívio Paroquial, que se realizou no passado domingo, dia 6 de Julho.
O ponto de encontro era a Igreja, as pessoas começaram a chegar por volta das 7.45/8.00 horas, e por volta das 8.45 horas saímos em direcção à Mota, onde seria a partida, já com todos os passageiros das três freguesias, que ocuparam cerca de 10 autocarros.
A próxima paragem foi Balasar, onde chegamos por volta da 11.15 horas, ali começaram as pessoas a cumprimentar-se, dado que ainda só tinham visto as que iam nos seus autocarros. Balasar é uma terra bonita, um meio pequeno onde as pessoas são muito simples e simpáticas. Claro que, o centro de todas as atenções são; a casa onde viveu a Beata Alexandrina, o seu sepulcro e claro está, a Igreja, que também é muito linda.
As pessoas juntaram-se perto da Igreja, à espera do início da Eucaristia que estava marcada para as 12.00 horas, que seria presidida pelo Sr. Padre Francisco Medeiros. A celebração da missa atrasou um pouco, devido à celebração das comunhões que tiveram tido início às 10.00 horas, e que atrasaram algum tempo.
Como já era de prever, a Igreja encheu por completo, é que para além dos muitos que éramos a participar neste convívio, também todos os Domingos esta Igreja tem imensos peregrinos que vêm de todos os cantinhos do nosso belo Portugal, pela devoção à Beata Alexandrina, e para assistir à Eucaristia. A missa foi muito bonita, o grupo coral era composto por um conjunto de jovens da terra, que foram simplesmente fantásticos e correu tudo muito bem.
Também o Sr. Padre Granja, pároco de Balasar, pessoa muito acessível e simpática, intreviu na celebração e comoveu muita gente, com as suas palavras dirigidas ao Sr. Padre Francisco e a maneira como o elogiou.
Terminada a celebração, as pessoas dirigiram-se para os autocarros, e seguiram para junto do campo de futebol a cerca de 800 metros de distância, para saborear/partilhar o farnel, onde aproveitaram para confraternizar.
A paragem durou cerca de duas horas, onde toda a gente dançou e contou, com um menino de 11 anos, da freguesia de Fervença, à concertina acompanhado por outras pessoas com outros instrumentos, é de louvar este menino, porque conseguiu animar toda a gente.
Por volta das 15.15 horas, partiram novamente em direcção à Igreja onde se iria realizar a adoração ao Santíssimo, que estava marcada para as 16.00 horas. Enquanto se esperava que a hora chegasse, muitos aproveitaram para visitar a Casa da Beata Alexandrina e também para adquirirem algumas recordações.
À hora marcada deu-se início a esta pequena celebração que foi muito bonita, onde o Sr. Padre Granja tomou a palavra e falou a todos os visitantes, em breves palavras explicou toda a vida da Beata Alexandrina.
Logo que terminou a Adoração ao Santíssimo, começaram as despedidas a Balasar, rumar direcção aos autocarros, para dali seguirem com destino à Penha, Guimarães, onde se lanchou e se aproveitou para conviver mais um bocado. Aí, jogou-se à malha e ao pião, cantou-se, dançou-se, e algumas pessoas aproveitaram para andar no comboio turístico.
Por ali ficaram durante cerca de uma hora e meia, por volta das 20.30 horas, iniciou-se o regresso em direcção às respectivas freguesias.
O convívio foi muito bom, correu tudo muito bem, felicitações ao Sr. Padre Francisco pela iniciativa, e esperamos num futuro próximo repetir o convívio.

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Estado do futebol português

GUERRA ABERTA DO CONSELHO DE JUSTIÇA
A reunião de sexta-feira 4 de Julho, do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol, acabou quando os casos mediáticos do Apito Final entraram na ordem dos trabalhos para serem decididos.
Péssima imagem, que se está a dar para a opinião pública, do órgão do topo da hierarquia do desporto português, que tem em mãos o dever de apreciar os recursos do Boavista e Pinto da Costa, da decisão da Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol, que determinou a subtracção dos seis pontos ao FCP, a suspensão por 2 anos do Pinto da Costa e a descida de divisão do Boavista.
Esta situação era de todo previsível, a partir do momento que foi tornado público, que o Presidente do CJ “aconselhou” a SAD do FCP a aderir ao recurso do seu Presidente do FCP, para assim, poder usufruir dos seus efeitos, no caso de decisão procedente na UEFA.
É caso para perguntar, onde está a autonomia e independência deste órgão de recurso?
Parece que tudo decorreu com normalidade até entrar nos temas quentes do Apito Final, onde o Presidente usou da palavra para comunicar o incidente de escusa suscitado pelo Boavista e FCP, relativamente ao Vogal João Abreu, alegando que o representante da Associação de Futebol de Setubal integra a lista de peritos do Regulamento do Estatuto da Inscrição e Transferência de Jogadores.
O Presidente do CJ Gonçalves Pereira, deu provimento ao pedido do Futebol Clube do Porto e Boavista, e nos termos do nº 3 do art. 45 do Código do Processo Administrativo, reclamou competências para excluir o Vogal João Abreu, tendo este, se recusado a abandonar a reunião e foi de imediato encerrada por Gonçalves Pereira, da qual foi lavrada acta.
Perguntas que exigem respostas…
O facto do Conselheiro João Abreu ser perito é motivo de impedimento legal?
O Presidente do Conselho de Justiça, pode reclamar competência para apreciar unilateralmente o pedido de escusa, apresentado pelo Boavista e FCP?
Ao abrigo do art.º 9, al. b) do Regulamento do Conselho de Justiça, Gonçalves Pereira, tem competência para encerrar os trabalhos, contra a vontade manifestada por alguns dos outros Conselheiros?
A acta elaborada e assinada contra a vontade dos outros Conselheiros, tem eficácia jurídica?
Os restantes Conselheiros podem dar continuidade à reunião, depois do abandono do Presidente do Conselho de Justiça, e apreciar os referidos recursos do Presidente do FCP e Boavista?
O Presidente do CJ pode ser suspenso pelos Conselheiros Vogais?
Tem fundamento legal o processo disciplinar que foi instaurado ao Presidente do CJ?
São nulas as deliberações do CJ , após o abandono do Presidente Gonçalves Pereira?
A Federação Portuguesa de Futebol, tem que notificar os clubes e entidades em causa da decisão do Conselho de Justiça:
Afinal ficou tudo decidido? ou Ficou tudo por decidir?
Perante tudo isto, vamos assistir a recursos para o Tribunal Administrativo.
Daqui resultam acusações graves
Ao JN o Conselheiro João Abreu referiu que “Fui pressionado pelo Dr. Gonçalves Pereira, para mudar de opinião e votar contra as escutas. Ele queria reduzir o CJ a seis elementos, para, com voto de qualidade, decidir os recursos para o lado que quisesse” .
O que se estranha é as afirmações do Presidente do CJ, Gonçalves Pereira que admitiu que “tem todas as condições para continuar e para marcar nova reunião do CJ, após as águas serenarem”.
Porque será que Presidente do CJ, nunca colocou a possibilidade de abandonar o cargo?
Será para satisfazer o interesse de terceiros?
Daqui se podem retirar várias ilações; estes recursos já deveriam ter sido julgados há muito tempo, pois tinham carácter de urgentes, mas por motivos que ninguém sabe, não foram apreciados pelo Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol, que originou que a UEFA não pudesse decidir a participação do Futebol Clube do Porto na próxima Liga dos campeões, e teve que admitir o clube a participar na próxima competição.
O que parece, é que este órgão colegial é composto por pessoas que são indicadas pelos clubes e associações, que são manipulados de fora para dentro, são os “lóbis” do nosso futebol, que impedem a evolução do desporto e dão esta imagem triste de Portugal como um país “terceiro-mundista” por esse mundo fora.
É o sistema que está enraizado no nosso futebol, a funcionar na sua plenitude…

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Recortes - comunicação social

Ozono a mais não preocupa Lamas d'Ôlo
2008-07-02 Ermelinda Osorio
Os níveis de concentração do ozono na aldeia de Lamas d' Ôlo, na Serra do Alvão, perto de Vila Real, excederam os limites aconselháveis por duas vezes na última semana. A população já foi alertada e a universidade está a estudar a situação.
"Já tenho ouvido falar nessa coisa do ozono, mas se quer que lhe diga, não estou nada preocupado", garante António Peixoto Dinis, de 79 anos, "nascido e criado em Lamas d'Ôlo". O habitante acrescenta que " quando está mais calor é certo que descanso um 'cibinho', mas só se não tiver nada para fazer na agricultura, porque a reforma mal dá para comer". Prazeres Martins, de 82 anos, lá vai dizendo que se "preocupa um bocadinho", mas também é o mesmo que a move a sair de casa nas horas de mais calor: "às vezes, é preciso sachar o milho ou cortar a erva. Se tiver que morrer morrerei", justifica.
Faustino Relvas, Manuel Relvas, Manuel Alves, Eduardo Capela e Domingos Gonçalves andam a calcetar uma rua em plena hora da sesta. Não estão "nada preocupados", mesmo que lhes digam que "a actividade física muito intensa não convém", refere o presidente da junta de freguesia, Domingos Fernandes. O autarca recorda: "várias pessoas na aldeia que têm durado até quase os 100 anos e mais. Sinceramente, divulgamos os alertas, mas acho que ninguém liga nada a isso".
O fenómeno da concentração do ozono nesta zona de montanha está a ser estudado há dois anos pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). A investigadora, Margarida Correia Marques, explica que "a partir de 180 microgramas por metro cúbico passa a ser obrigatório informar as populações, porque as pessoas mais sensíveis (crianças, idosos, asmáticos e pessoas com problemas respiratórios) começam a ressentir-se". Segundo informação da Comissão de Coordenação da Região Norte, essas pessoas "devem evitar inalar uma grande quantidade de ar poluído, especialmente durante o período mais quente. Por esse motivo, a actividade física intensa ao ar livre deve ser reduzida ao mínimo".
Margarida Correia Marques acrescenta que "as conclusões do estudo deverão ser apresentadas em Setembro, mas avançou já que "existe claramente uma correlação entre a temperatura elevada e as concentrações de ozono, e nestes períodos em que se atingem as concentrações mais elevadas, normalmente a Península Ibérica está sob a influência de massas de ar tropicais continentais oriundas do Norte de África, havendo outros factores a ter em conta, como a altitude ou as baixas concentrações de óxidos de azoto, ou os compostos orgânicos voláteis (emitidos pelas plantas)".
In: JN

Insólito!...

Padre parou sino por causa de mulheres nuas
Só activou relógio quando ASAE fechou bar onde dizia haver barulho e mulheres nuas 01h20m Margarida Luzio
Incomodado com o barulho provocado por um bar onde alegaria haver "desfiles de mulheres nuas", o padre de Valpaços parou o relógio da Igreja. A ASAE encerrou o café e o relógio voltou a ouvir-se.
Ao encerrar um bar, na última semana, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) devolveu à população de Valpaços o direito de ouvir o relógio da igreja. Por acção indirecta. O relógio tinha sido "calado" há menos um mês pelo padre da cidade, Manuel Alves, em protesto contra o funcionamento de um bar (Café Central) junto à Igreja e à residência paroquial. Farto de insónias, por causa do barulho provocado pelo estabelecimento, e alegando que haveria "desfiles de mulheres nuas" no interior do café, o pároco terá prometido que o relógio só voltaria a dar horas quando o café encerrasse. Assim foi.
O café fechou e o relógio voltou a ouvir-se. Mas a cruzada do pároco para fechar o estabelecimento não se ficou por aqui. Manuel Alves fez várias queixas à GNR, pôs a casa paroquial à venda e, iniciou, a partir do altar, uma campanha contra o bar.
Inconformados com a atitude "autoritária" do padre, os responsáveis pelo estabelecimento prometem reabri-lo mal ultrapassem as falhas (questões de segurança) apontadas pela ASAE, as mesmas que faziam com que o estabelecimento funcionasse sem licença de utilização municipal. Pelo menos, definitiva. "Tínhamos autorização provisória por 60 dias. Só faltava fazer alguns acertos", garante o gerente, Alex Ribeiro.
O pároco recusa falar sobre o assunto. "Não forneço nenhuma informação. É tudo do conhecimento público", disse ao Jornal de Notícias.
A fúria do pároco contra o café terá começado no dia 31 de Maio, após uma festa de finalistas no piso inferior do café, que terá durado até às 9 horas. "A partir daí, começou a difamar o nome da casa na igreja. Até dizia que havia desfiles de mulheres nuas", contou Alex Ribeiro, lembrando que sempre tiveram respeito pelo templo vizinho. "No mês de Maria, na hora do terço, desligávamos sempre a música e a televisão", precisou.
A proprietária do Café Central, Sílvia Costa, queixa-se do autoritarismo do pároco. "Quando fui tentar falar com ele, a primeira coisa que me disse foi que tinha um minuto para falar", afirma a jovem de 27 anos, que garante não poder estar parada. "Já investi aqui seis mil euros", precisa Sílvia Costa, que tem a seu cargo dois filhos.
In: JN

Notícias da Região

Voluntários ingleses ajudam no Alvão 2008-07-05 Ermelinda osório
Sete voluntários ingleses e uma alemã, pertencentes a uma organização britânica, passaram uma semana na serra do Alvão, em Vila Real, trabalhando arduamente para proteger espécies raras como a borboleta azul.
Eles pagam e abdicam das suas férias para trabalhar, limpando lameiros de vegetação intrusa prejudicial ao desenvolvimento da maculinea alcon (borboleta azul). Pertencem à British Trust for Volunteers (BTCV), um organismo de conservação da natureza inglês com mais de 50 anos, que organiza 500 campos de voluntários por ano, em vários países do mundo, e tem como patrono o Duque de Edimburgo.
Jennifer Jousiffe já "passou dos 50 anos", e depois de uma carreira executiva de topo numa empresa de telecomunicações, decidiu "que já tinha dinheiro suficiente para se reformar no ano passado". Faz trabalho voluntário no campo "regularmente em Ipswich e já fez o mesmo em Espanha e na Alemanha. Já tinha estado em Portugal outras vezes, mas só conhecia até Coimbra. "O Norte e o Douro são mesmo fabulosos", diz ao JN.. Adora pastéis de nata, que em casa compra na pastelaria "A Portuguesa".
Ron Ford, de 62 anos, é outro reformado. Era médico de clínica geral, perto de Birmingham, e desde muito jovem que faz trabalho voluntário. "No ano passado estive na Estónia. Este ano quis conhecer Portugal, que é lindíssimo. É bom saber que o nosso trabalho ajuda a proteger uma espécie rara com a borboleta azul", afirma. Emma Heweet tem 26 anos e trabalha com gerente de um viveiro em Sussex. Já fez "este tipo de trabalho na Nova Zelândia e na África do Sul" e faz "o mesmo em Inglaterra, uma vez por semana".
Rachel Neale, 33 anos, trabalha na cantina de uma escola: "Estou a gostar imenso de Portugal. Nem sequer sabia que existiam borboletas azuis. Antes do Alvão, já estive na Roménia, três vezes em Itália e na Estónia", conta.
In: JN

Sinistralidade Rodoviária - Celorico de Basto

Celorico de Basto Maio /Junho 2008
Sinistralidade Rodoviária
No mês de Maio e Junho do corrente ano registaram-se no concelho de Celorico de Basto, segundo apuramos junto de fontes policiais, os seguintes acidentes rodoviários:
25 Colisões com danos materiais. 03 Colisões com 03 feridos leves. 03 Despistes com danos materiais. 01 Despiste com 01 ferido leve. 01 Atropelamento com 01 ferido leve. 49 Condutores intervenientes referidos acidentes fizeram o teste alcoolemia, acusando todos uma tas inferior 0,50 G/L.
Foram registados pelas forças policiais locais 33 acidentes, dos quais resultaram cinco feridos leves, nos restantes sinistros apenas se registaram danos materiais.
O "codessoso on-line" felicita os condutores Celoricenses pela diminuição da sinistralidade e a ausência de acidentes com feridos graves e mortes.
De salientar que nenhum condutor foi detido, e nem sequer autuado por acusar álcool no momento do sinistro, das duas uma ou os condutores deste concelho estão a ter mais consciência, ou o aumento dos combustíveis já se faz sentir com a diminuição do tráfego!
De qualquer maneira os acidentes diminuíram e isso é muito positivo.
Por: FM

domingo, 6 de julho de 2008

Presidente abandona o GDC

Crise no Grupo Desportivo de Codessoso
O GDC está sem Presidente da Direcção, segundo foi possível apurar a instabilidade directiva deveu-se a divergências entre alguns elementos da Direcção e outros membros dos órgãos sociais, que contestaram a decisão do clube da candidatura ao concurso público da Junta de Freguesia de Codessoso, para a exploração do Bar no Parque de Lazer de Fiães para a época balnear de 2008. Esta situação foi despoletada, na reunião mensal do plenário dos órgãos sociais que se realizou no último sábado do mês de Maio, onde alguns dos elementos manifestaram desagradado pelo facto do clube ter concorrido e ganho o concurso. Esta rotura levou o Presidente da Direcção, Dr. Albino Monteiro a “bater com a porta”, uma vez que, puseram em causa a sua legitimidade e/ou competência, originando a quebra de confiança directiva, deixando de ter condições para continuar a comandar os destinos do clube.
.
Ao que o “codessoso on-line” apurou, mais demissões se vão seguir, nomeadamente, Secretário Vítor Moura e Tesoureiro Fernandino Machado, pelas referidas razões e por solidariedade com o Presidente da Direcção. A solução está agora nas mãos do Presidente da Assembleia-Geral, Reinaldo Ribeiro, que terá que marcar novas eleições no clube. APM

sábado, 5 de julho de 2008

Adrenalina sobre rodas

Para quem gosta da adrenalina dos carros... video

Fórum - actualidades

Portugal foi o primeiro país a abolir as execuções judiciais para crimes comuns, em 1867. Mas as mortes decididas em Tribunal já tinham acabado antes dessa histórica decisão.
Datas das últimas execuções:
Portugal – 1849 Suécia – 1910 Malta – 1943 Finlândia – 1944 Itália – 1947 Polónia – 1988 Bulgária – 1989 Estónia – 1991 Lituánia – 1995 Letónia - 1996
Recentemente decorreu em Lisboa uma Conferência da União Europeia, subordinada ao tema “A Europa Contra a Pena de Morte”, como forma de sensibilizar os estados europeus a abolir as execução judiciais, com recurso à pena de morte.
Concorda com a restauração da pena de morte em Portugal e/ou prisão perpéctua, como forma de combater a criminalidade, como a pedofília e abuso sexual de crianças e jovens?

quinta-feira, 3 de julho de 2008

1º Convívio Paroquial


1º Convívio Paroquial de Codessoso


No próximo domingo, dia 6 de Julho, realizar-se-á um convívio entre as três paróquias confiadas ao Sr. Padre Francisco Medeiros.


O convívio que é organizado pelo mesmo, decorrerá em Balasar, Póvoa de Varzim, onde o Sr. Padre Francisco esteve a estagiar no seu primeiro ano de sacerdócio.


A terra de Balasar é bastante conhecida, pela sua padroeira Beata Alexandrina.



Esta iniciativa já conta com cerca de 500 inscrições:


170 são de Codessoso
100 de Moreira do Castelo
Restantes de Fervença


A partida está marcada para as 8h/8h30, junto à Igreja de Codessoso.



O jornalocodessoso irá acompanhar este convívio, para relatar em primeira-mão toda a viagem, que esperamos que corra bem em todos os aspectos.

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Humor

ATENÇÃO: NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA!!! VER FOTO!!



Ricardo no INTER !!!



Eu até fico doido, como é que estas coisas acontecem!!!!!! Inacreditável!!!


Sugestão de leitura

William Shakespeare
Título
Tudo Bem Quando Termina Bem

Ciência

Cuba anuncia vacina para cancro do pulmão
Especialistas cubanos garantem que a vacina terapêutica aumenta a esperança de vida em doentes terminais. A Sociedade Portuguesa de Pneumologia reage com cautela ao anúncio. Na terça-feira, o Centro de Imunologia Molecular de Cuba anunciou ter conseguido aumentar entre 30 a 40% o tempo de vida de doentes com cancro do pulmão, ministrando uma vacina terapêutica.As primeiras experiências para criação da vacina CIMAVAX EGF começaram em 1992; o primeiro ensaio clínico ocorreu três anos depois.Actualmente, o produto está a ser ministrado e testado em 579 pacientes internados em 18 hospitais cubanos.A líder do projecto, Gisela González, explicou que a vacina é composta "por duas proteínas básicas no Factor de Crescimento Epidérmico (EFG), que provoca uma resposta imune". "É segura, não tem efeitos adversos", explicou. Perante os resultados, a responsável mostra-se confiante na comercialização do produto. Existem "condições de produção para colocar este tratamento à disposição tanto de Cuba como do resto do mundo”, sustenta.
Refira-se que, desde 2004, o produto tem autorização do Gabinete de Controlo de Activos Estrangeiros do Departamento do Tesouro Norte-Americano para ser estado e comercializado.Anúncio recebido com cautelaA Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) reagiu com cautela ao anúncio. À Lusa, o vice-presidente da SPP, Renato Sotto Mayor, lembra que para um "produto ser aprovado tem de passar por muitos estudos e ensaios". O especialista adverte que o estudo cubano ainda não está publicado em nenhum jornal científico credenciado.
Foto: AFP
Fonte: Lusa
Ver mais: Ciberia
Artigos Relacionados: