terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Cuidado com os piropos!

Piropos e propostas sexuais já dão pena de prisão até três anos


Sabia que os piropos que ouve na rua já podem dar pena de prisão? Provavelmente não, uma vez que a alteração foi pouco noticiada, mas o que é certo é que em agosto as “propostas sexuais” não desejadas passaram a ter uma pena prisão de até três anos, na sequência de uma proposta da então maioria parlamentar composta por PSD e CDS.

O caso é contado pelo “Diário de Notícias”. A alteração consiste num aditamento ao artigo 170º do Código Penal, que já criminalizava o exibicionismo e os contactos de natureza sexual. A diferença é que desde agosto estas “propostas de teor sexual” passam a dar direito a uma pena de prisão até um ano ou, no caso de serem dirigidas a menores de 14 anos, até três anos.

A alteração da lei foi feita no contexto da transposição para as leis nacionais da Convenção de Istambul, uma Convenção do Conselho da Europa para a prevenção e o combate à violência contra as mulheres que data de 2011.

A proposta foi posta em cima da mesa pela primeira vez em 2011, pela mão do coletivo feminista UMAR [União de Mulheres Alternativa e Resposta], e depois em 2013, pelo Bloco de Esquerda. No entanto, só em agosto deste ano foi aprovada, depois de ter sido apresentada pela então maioria de direita.


*

SECÇÃO I - Crimes contra a liberdade sexual


Artigo 170.º - Importunação sexual



       Quem importunar outra pessoa, praticando perante ela atos de carácter exibicionista, formulando propostas de teor sexual ou constrangendo-a a contacto de natureza sexual, é punido com pena de prisão até 1 ano ou com pena de multa até 120 dias, se pena mais grave lhe não couber por força de outra disposição legal.

Artigo 171.º - Abuso sexual de crianças


       1 - Quem praticar acto sexual de relevo com ou em menor de 14 anos, ou o levar a praticá-lo com outra pessoa, é punido com pena de prisão de um a oito anos. 
       2 - Se o acto sexual de relevo consistir em cópula, coito anal, coito oral ou introdução vaginal ou anal de partes do corpo ou objectos, o agente é punido com pena de prisão de três a dez anos. 
       3 - Quem: 

              a) Importunar menor de 14 anos, praticando acto previsto no artigo 170.º; ou 
              b) Actuar sobre menor de 14 anos, por meio de conversa, escrito, espectáculo ou objecto pornográficos;
              c) Aliciar menor de 14 anos a assistir a abusos sexuais ou a atividades sexuais;

       é punido com pena de prisão até três anos.

       4 - Quem praticar os actos descritos no número anterior com intenção lucrativa é punido com pena de prisão de seis meses a cinco anos.
       5 - A tentativa é punível.



*

Sabe-se que não é qualquer piropo que constitui crime, são piropos que a pessoa a quem se destinam ache ofensivo. As crianças e as mulheres já não estão devidamente protegidas pela lei, em matéria de pedofilia e assédio sexual?
Suscitam muitas dúvidas, como agilizar na prática a denuncia e identificação do hipotético infractor para desencadear o processo-crime.

Como será em Tribunal, o Juiz analisar o que será ou não ofensivo quando se trata de matéria pessoal e da sensibilidade de cada um(a)? 

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Banif - paga Zé Povinho

O caso do Banco Banif é a continuação do descalabro na supervisão do nosso sistema financeiro português. Cabe ao Banco de Portugal a competência para a fiscalização de toda a atividade bancária, mas o sistema é permeável e falível, conforme se tem verificado ao longo dos últimos anos no país.

O Banif foi recentemente intervencionado pelo Estado que ficou com uma participação no capital social ao que parece de cerca de 60 ou 70 % e foi nomeado um Administrador Público para representar o Estado português, porque era conhecida a situação do Banco, com conhecimento da anterior Ministra das Finanças e foi o que se viu.

Recentemente numa entrevista à TVI, a Ministra das Finanças do anterior Governo, referiu que houve um falhanço na supervisão do Banco de Portugal e que apesar disso, mantinha toda a confiança no Governador do Bando de Portugal Dr. Carlos Costa, que foi por si reconduzido no cargo. Perante perguntas de José Alberto Carvalho mais delicadas, referiu que não sabia, não tinha conhecimento ou que não dispunha de documentos para comprovar esses fatos e que se deveria aguardar pelos novos desenvolvimentos, sem prejuízo de ser criada um Comissão Parlamentar para analisar a situação do Banco ou seja, mais do mesmo à imagem do BES.

Referiu ainda, que acompanhou de perto a situação grave do Banif, alegando que foram apresentadas várias soluções à União Europeia para resolver este problema, que acabaram por ser chumbadas.

Agora o Governo de António Costa vendeu o Banco por “tuta-e-meia” ao Banco Santander, que foi a parte mais valiosa do banco (ativos-parte boa) e os restantes ativos que se denominam por “ativos tóxicos”, que se referem a créditos de terceiros, como por exemplo, empréstimos/créditos à habitação que não têm garantias que irão ser recuperados, vai ter de ser o Estado Português novamente, a garantir esse dinheiro ao Banco comprador, com sério prejuízo para os contribuintes que vão ter de pagar a gestão ruinosa dos banqueiros e seus administrador, sem que algum venha de imediato a ser responsabilizado.


Sabe-se que grande parte dos problemas nos Bancos portugueses são resultado de gestão ruinosa, mas o que é vergonhoso e se estranha, é o fato de não haver pessoas condenadas e presas neste país, como se verifica na Irlanda onde há vários gestores ou banqueiros na prisão!

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Cimeira do clima em Paris de 2015



Decorre a cimeira do clima em Paris, com o objectivo de alcançar um novo acordo internacional sobre o clima, para diminuir a emissão de gases de efeito estufa, o aquecimento global e em consequência limitar o aumento da temperatura global em 2º C até 2100.

A cimeira está envolta em fortes medidas de segurança, por causa das contestações de activistas que pretendem que sejam aprovadas novas medidas de combate às emissões de gases.

Para o efeito, usam chinelos de criança, botas repletas de flores, ténis acompanhados de palavras em defesa do planeta. São alguns dos milhares de sapatos que cobrem a praça parisiense de onde sairia uma marcha pelo clima, cancelada devido aos atentados. 

Todos nós devemos de subscrever estes protestos, porque estamos defender o planeta, para que os nossos filhos e netos possam viver nele, num ambiente saudável e limpo.

Há especialistas em alterações climáticas que referem que, a continuar este volume de emissões, daqui a 17 anos, vamos ter de parar de emitir, porque as consequências serão imprevisíveis e muito graves.

Será que o ambiente que é um bem comum e universal, deverá ceder aos interesses económicos dos países mais ricos e mais poluentes!

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Novo Governo!



Apurados os resultados finais das eleições legislativas, que culminaram com a vitória da coligação PSD/CDS, decorrem as audições entre os partidos com assento parlamentar, com vista à formação de um novo Governo.

Uma vez que os portugueses retiraram ao Governo de Passos Coelho a maioria, o partido socialista vai ser o garante a governação, para que a legislatura decorra com normalidade e estabilidade. Sabe-se a cede que têm os partidos da esquerda PCP e Bloco de Esquerda em chegar ao poder, numa coligação à esquerda com o PS, mas esta posição não é sinonimo de estabilidade.

O PS perdeu as eleições e não fez qualquer coligação pré-eleitoral, o que significa que, caso formasse um Governo à esquerda, estaria sempre fragilizado, porque dependeria do PCP e Bloco de Esquerda, para governar numa minoria parlamentar.

Nestas condições, honrando a tradição democrática portuguesa, deverá ser o partido mais votado pelos portugueses a formar o Governo, devendo os outros partidos, nomeadamente o PS, chegar a um entendimento com a coligação de modo a viabilizar a situação politica governativa estável, sem prejuízo de exercer a sua oposição.

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Emigração na Europa



Já não bastava a crise económica que atravessa a Europa, que arrastou vários países para uma situação difícil de resolver, com o descalabro das contas públicas e taxas de desemprego elevadíssimas, deparam-se agora, com o fenómeno de emigração.

Por mais reuniões que se tenham realizado na União Europeia, parece que não se vislumbra uma solução conjunta dos estados membros para resolver este fenómeno, e assiste-se diariamente a mortes de pessoas e crianças que morrem um pouco por todo o lado, a tentar atravessar as fronteiras com destino à centro da Europa.

Sabe-se que muitos dos emigrantes chegam ao continente europeu provenientes de países como o Afeganistão, Iraque, Síria e outros países da Ásia, trazidos por grupos corruptos que se aproveitam do seu estado de necessidade de fugir às guerras que grassam nos seus países de origem, mas não se vêem medidas ou posições concretas dos países envolvidos para por cobro a esta situação.

Uma das medidas dos estados membros será acolher os emigrantes nos seus países, tal como Portugal se prepara para receber emigrantes, mas ainda não se sabe as suas reais consequências de adaptação e integração.

Com a crise e dificuldades que vivemos na Europa, vamos certamente assistir a muitas manifestações de grupo de extrema-direita ou nacionalistas a contestar esta situação, como já se verifica na Alemanha.

domingo, 23 de agosto de 2015

O Parque de Lazer de Fiães em Codessoso

Todos sabemos a importância do exercício físico, e os seus benefícios na qualidade de vida e bem-estar das pessoas. A atividade física em grupo ou individual fortalece os ossos e articulações, enrijecimento dos músculos, maior flexibilidade, ajuda a perder as gorduras do corpo (impedindo a obesidade), diminuição do colesterol e aumenta o colesterol bom, melhora o diabetes, auxilia na prevenção de inúmeras doenças (como o infarto, derrame cerebral e problemas cardíacos).

No caso de crianças, ajuda no desenvolvimento das habilidades psicomotoras, regulação das substâncias do sistema nervoso, diminução do estresse, melhora no fluxo de sangue ao cérebro, redução da ansiedade, enfim, além de prevenir todos esses problemas, também ajuda na recuperação de depressão e auto-estima, que são muito comuns na sociedade.

Dada a importância da atividade física, há municípios que estão a instalar equipamentos ao ar livre em parques públicos, destinados a criar condições para a prática do desporto e actividade física.

O Parque de Lazer de Fiães em Codessoso, tem todas as condições para a instalação desses equipamentos. Achamos que é uma ideia que deveria ser pensada no futuro, de modo a serem aproveitadas todas as valências deste espaço que é uma riqueza natural que a todos nos orgulha.

Fotos:





sábado, 22 de agosto de 2015

Acha que conhece a origem da freguesia de Codessoso?

Por vezes pensamos que conhecemos devidamente a nossa terra, mas não é verdade. Há registos históricos e datados que desconhecemos e que por vezes se cruzam no nosso dia a dia.

A maioria das pessoas desconhece a origem ou fundação da freguesia de Codessoso, porque a sua história não é transmitida entre gerações, o que dá origem ao fato de desvalorizarmos esses fatos que marcam o tempo.


Veja alguns desses registos históricos e tente localiza-los na freguesia de Codessoso:

Foto 1




Foto 2




terça-feira, 28 de julho de 2015

Peço justiça!



A tragédia do assassínio de uma mãe e filho de 5 anos, na cidade de Ermesinde, Valongo, chocou o país, não só pelas circunstancias que estiveram na origem do crime, mas também pelo fato de se tratar de uma criança.

Um choque para qualquer pessoa!

Parece que o homicida era uma pessoa extremamente violenta, que passava o tempo a ameaçar de morte a mãe e o filho e inclusivamente a sua família, o que originou a apresentação de várias queixas na polícia.

Esta situação, põe de certa forma a “nú” a inoperância e falta de protecção ou tutela da lei, na protecção das vítimas de violência ou ameaça.

Casos como este de Ermesinde, acontecem com relativa frequência no país, especialmente nos casos de violência doméstica, onde os números de mortes de mulheres às mãos dos seus maridos ou amantes, são assustadores e pouco ao nada se faz, na prática, para acabar com estas situações ou pelo menos as minimizar.

Acho que já está na hora do legislador agilizar a lei e procedimentos processuais para aplicar medidas de protecção das vítimas, para impedir tragédias de mortes que grassam em Portugal e que a todos nos envergonha.

Logo que é apresentada uma queixa por ameaça de morte ou violência, deveria o processo correr termos com urgência e o Ministério Público requerer de imediato ao Juiz de Instrução criminal, a aplicação de uma medida cautelar para impedir que o agressor permaneça com as suas ameaças ou até possa consumar o crime.

Sabemos que é difícil na prática aplicar medidas para isolar o agressor da vítima, mas talvez se resolvesse a questão com pulseira electrónica, que controlasse os seus passos até que o processo fosse concluído!

Gastam-se milhões de euros, com processos como o BPN, BES e com “Ricardo Salgado” que está com prisão domiciliária sem pulseira electrónica, com um custo diário de cerca de 400,00 euros e há dinheiro para pagar aos Agentes Policiais para guardar a sua casa, mas para quem corre risco de vida já não há meios na justiça.

Será que a vida humana perdeu a sua dignidade, numa sociedade moderna?

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Liga de Futebol de 2015/16



A próxima Liga de Futebol de 2015/16 promete!


A mudança do treinador Jorge Jesus para o Sporting, Rui Vitória do Guimarães para o Benfica e a permanecia do Lopetegui do FCP, prometem uma liga de futebol coberta de emoções.


A tudo isto, acrescem as normais rivalidades de disputas de jogadores, pelas principais equipas portuguesas, nomeadamente a contratação do Danilo do Marítimo que está a ser disputada pelo Sporting e pelo FCP e a indefinição do destino de Maxi Pereira, que ainda não decidiu se permanece no Benfica ou ruma ao norte para representar o FCP.


O Sporting fez um grande investimento no treinador Jorge Jesus, com o objectivo de ganhar a liga, o Benfica luta pela conquista do tri e o FCP pretende recuperar o título que já lhe foge há dois anos.


O futebol português não está imune à crise económica que se abateu sobre o país, o que vai originar a necessidade dos clubes que lutam pelo titulo terem de vender alguns dos seus principais jogadores para fazer dinheiro e reequilibrar as suas contas, vem menosprezar o reforço da equipas, com novas contratações de jogadores.

Vamos aguardar pelo inicio da pré-época para ver a definição dos planteis e ver como as equipas se vão apresentar na competição, mas uma coisa é certa, a rivalidade vai ser uma constante, gerada pela mudança de treinadores e jogadores entre as equipas portuguesas.

terça-feira, 19 de maio de 2015

Benfica - campeão nacional de futebol pela 34ª vez - incidentes!


 Foto. in sic noticias


Continua o rescaldo dos incidentes ocorridos no final do jogo de futebol do Guimarães e Benfica, na Cidade de Berço e no Marques de Pombal em Lisboa. Sem por em causa, o apuramentos dos fatos que desencadearam as agressões à família de benfiquistas e respectiva detenção em Guimarães, que estão a ser objeto de inquérito, e que deverão os seus autores serem punidos de forma exemplar, caso se venha a verificar um comportamento desadequando ao exercício das suas funções de autoridade policial, nomeadamente, uso excessivo de força publica de segurança; quando tudo o leva a crer pelas imagens televisivas.

É lamentável o que aconteceu e não faz parte do futebol; que deveria ser uma festa do desporto rei.

Para perceber bem esta historia deveríamos recuar no tempo, e analisar as declarações reprováveis do Presidente da Assembleia Geral do Vitoria de Guimarães na semana que antecedeu o jogo “O Benfica que festeje no Marquês e não em Guimarães" que incitou os adeptos de futebol à violência por falta de civismo e desportivismo, que revelou um provincianismo bacoco que em nada prestigia o povo de Guimarães.

O que não se entende, quando o Guimarães na estava envolvido na disputa do titulo de campeão de futebol, é no mínimo estranho, mas o futebol português e muito fértil nestes acontecimentos.

Aconselham-se todas as pessoas que se interessam por estas questões do desporto, a ler a Lei n.º 39/2009, de 30 de julho, e sucessivas alterações, que estabelece o regime jurídico do combate à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância nos espetáculos desportivos, de forma a possibilitar a realização dos mesmos com segurança.

Espera-se uma punição severa e exemplar ao dirigente do Vitoria de Guimarães, pelos seus comentários tornados públicos pela comunicação social portuguesa, que motivaram em parte, todos estes incidentes de violência, para que os dirigentes do desporto assumam de uma vez por todas, as suas responsabilidades.

 Mas esta situação ainda não foi aflorada pela comunicação social portuguesa!

segunda-feira, 4 de maio de 2015

FIFA proibe os fundos de investimentos dos jogadores de futebol



O Comité Executivo da FIFA decidiu hoje acabar com a propriedade de futebolistas por terceiros, ou seja, por fundos de investimento, a partir de 01 de maio de 2015.

“A interdição entrará em vigor a 01 de maio de 2015”, indica o comunicado da entidade que tutela o futebol mundial, precisando que “os acordos já existentes devem ser mantidos até à sua expiração contratual” e que “os novos acordos assinados entre 01 de janeiro e 30 de abril de 2015” estarão limitados à duração máxima de um ano.

A FIFA tomou a decisão de interditar esta prática a 26 de setembro, com o seu presidente, Joseph Blatter, a considerar que a interdição não poderia ser feita de imediato.

A posse de parte dos passes dos jogadores por fundos de investimento é algo comum na América do Sul, Espanha e Portugal, com os direitos desportivos dos futebolistas a pertencerem aos clubes e a investidores.

In sapodesporto
 

Esta decisão não tem por objectivos a defesa do futebol, mas visa essencialmente a protecção de interesses económicos que existem nos organismos que tutelam o futebol, a FIFA e UEFA.

Estes fundos de investidores, acabam por beneficiar os clubes com menos capacidade financeira; que mediante estas parcerias, conseguem ter nas suas equipas melhores jogadores.

Sem estes investidores, clubes como o Benfica, nunca poderiam estar na final da Liga Europa como se verificou nos últimos anos e o FCP não tinha capacidade financeira para ter este lote de jogadores que hoje compõem a sua equipa que lhes permitiu chegar aos oitavos de final da Liga dos Campeões Europeus este ano.

No recuarmos no tempo, e analisar a afastamento da Juventus de Itália pelo Benfica na meia final da Liga Europa, se pode analisar a desilusão do Michel Platini que é presidente da UEFA, que pretendia ver na final os italianos, porque lhe dava mais dinheiro, ter um clube na final do centro da Europa.

domingo, 19 de abril de 2015

Caminhada da Primavera do GDC

Mais uma grande iniciativa do GDC.


Para quem gosta de caminhadas,tem aqui uma boa oportunidade para participar nesta iniciativa que já começa a ser um clássico nas actividades desta Associação.



quinta-feira, 9 de abril de 2015

Caso do Banco BES



O caso do Banco BES é mais um caso típico da justiça portuguesa do “faz de conta”. É mais que fastidioso, para quem lê e ouve a comunicação social portuguesa. O ruído é “tanto e tão pouco” que não há nenhum cidadão português minimamente informado, que seja capaz de apanhar o fio à meada.

Já decorre há meses a Comissão Parlamentar de Inquérito à Gestão do BES e do Grupo Espírito Santo, onde os Deputados vão regularmente inquirindo os sucessivos intervenientes no processo, como o Ricardo Salgado e outros envolvidos no caso, mas o resultado é sempre o mesmo, uns têm ataque de amnésia (não se lembram de nada), outros empurram a culpa para os outros, e por sua vez, ainda há outros quantos que não sabem ou não viram!

Assim vai este triste Portugal, onde abundam as trafulhices, a corrupção e outros interesses, com o comprometimento de alguns dos políticos da nossa praça, e os clientes, a desesperar sem o dinheiro que desapareceu sem rasto!


Afinal não há responsáveis neste descalabro do Banco BES que já deveriam estar presos?

Viver em Celorico de Basto



Viver

É bom viver em Celorico de Basto porque é um concelho que para além de oferecer infra-estruturas básicas tem ao dispor de todos programas que facilitam a vida dos habitantes.
Dispõe de uma boa rede de equipamentos de educação, vários Equipamentos Sociais e programas que visam melhorar a qualidade.
Com uma oferta abrangente de infraestruturas desportivas, este concelho tem uma oferta de modalidades que se adequa aos gostos dos cidadãos. 
In município de Celorico de Basto

Revista municipal nº 28

A Rota do Românico


A Rota do Românico


Em terras dos vales do Sousa, Tâmega e Douro, no coração do Norte de Portugal, ergue-se um importante património arquitetónico de origem românica. Traços comuns que guardam lendas e histórias nascidas com a fundação da Nacionalidade e que testemunham o papel relevante que este território outrora desempenhou na história da nobreza e das ordens religiosas em Portugal.

Esse património encontra-se estruturado na Rota do Românico, germinada, em 1998, no seio dos concelhos que integram a VALSOUSA - Associação de Municípios do Vale do Sousa - Castelo de Paiva, Felgueiras, Lousada, Paços de Ferreira, Paredes e Penafiel, e alargada, em 2010, aos restantes municípios da NUT III – Tâmega (Amarante, Baião, Celorico de Basto, Cinfães, Marco de Canaveses e Resende), unindo num projeto supramunicipal um legado histórico e cultural comum.

Ancorada num conjunto de monumentos de grande valor e de excecionais particularidades, esta Rota pretende assumir um papel de excelência no âmbito do touring cultural e paisagístico, capaz de posicionar a região como um destino de referência do românico.

Numa viagem pela História, a Rota do Românico oferece ainda aos visitantes momentos de contemplação e convida ao contacto com as gentes da região. Trilhos e caminhos esperam-no para passeios a pé ou de bicicleta, em comunhão com a natureza. Aos mais afoitos o rio Paiva desafia-os para experiências únicas, com descidas de rafting inesquecíveis.

As inúmeras festas e romarias são o palco privilegiado para um regresso aos mercados de antigamente, animados pelos singulares modos de dançar, tocar e cantar. Marcas identitárias também presentes nos ofícios e artes tradicionais, onde sobressaem os bordados, os trabalhos em linho e os restauros de peças de arte em talha e madeira.

Sinta os paladares e os cheiros da cozinha tradicional, sempre regados com os vinhos verdes de excelência nascidos nestas terras. Retempere forças na tranquilidade que envolve as unidades de turismo rural da região ou opte por um passeio por jardins centenários, onde o tempo parece ter parado. Por onde quer que vá, será acolhido com a gentileza e a autenticidade da população local.

Ver mais:



quinta-feira, 12 de março de 2015

Segurança Social - dividas



Espera-se que o debate quinzenal do Governo ponha termo ao “folclore” que rodeou as dívidas de Passos Coelho à Segurança Social. Sem prejuízo desta situação merecer o devido esclarecimento, uma vez que o Primeiro-ministro Passos Coelho esteve cinco anos sem pagar à Segurança Social, sem que fosse interpelado para o fazer.

Quando um cidadão comum não paga as suas contribuições às Finanças ou Segurança Social, é logo notificado para pagar, sob pena de instauração de processo de execução fiscal e consequente penhora de bens pessoais.

O Ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social Mota Soares, referiu "Percebemos que há muitos anos, há cerca de 10 anos, 107 mil portugueses foram nesse sentido vítimas de erros da própria administração. Eu sinto sinceramente que os cidadãos não podem ser penalizados por erros", o que é no mínimo estranho, pois é um mau exemplo que o Estado dá ao cidadão ou seja desorganização total.

Admitindo-se que há falhas no sistema, sabe-se que não há serviços públicos de cobrança perfeitos, mas suscita dúvidas ao cidadão português, se tal situação se deveu a mero lapso dos serviços e foi um mera coincidência ser Passos Coelho, que foi beneficiado por ser um politico.

As dúvidas vão permanecer!

O que é censurável é o país parar quase um mês, a discutir a dívida do Primeiro Ministro Passos Coelho, que entretanto já foi liquidada, apesar de “prescrita” quando há inúmeros problemas que assolam o país e que permanecem por resolver, como seja o combate à pobreza e criação de politicas que gerem emprego, porque as pessoas não querem subsídio-dependência do Estado; quem trabalho.

domingo, 1 de março de 2015

Noticias da região - Rota do Românico

Rota do Românico presente na ITB Berlim 2015

04-03-2015

A Rota do Românico continua a sua aposta no mercado externo e volta a marcar presença na feira de turismo ITB Berlin, que decorre no centro de exposições Messe Berlin, na Alemanha, de 4 a 8 de março.
Considerada uma referência internacional no setor do turismo, a participação na ITB Berlin será uma oportunidade para a Rota do Românico se promover junto dos operadores turísticos estrangeiros e encontrar parceiros especializados na área do touring cultural, capazes de inserir o produto Rota do Românico nos circuitos comerciais internacionais.

O espaço expositivo da Rota do Românico está integrado no Culture Lounge / Halle 16.

Estamos à sua espera!



segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Candidatura de Luis Figo à FIFA



Luís Filipe Madeira Caeiro Figo OIH (Lisboa, 4 de Novembro de 1972) é um ex-futebolista português com uma carreira profissional de mais de 20 anos em clubes de Portugal, Espanha e Itália. Aposentou-se a 31 de maio de 2009. Representou a Selecção Portuguesa de Futebol por 127 vezes, fazendo dele o recordista de internacionalizações pela "Selecção das Quinas".
Figo venceu o Ballon d'Or em 2000, foi o Melhor Jogador do Mundo pela FIFA em 2001 e está incluído no FIFA 100.
Figo é um dos poucos futebolistas a ter jogado pelos dois rivais espanhóis, Barcelona e Real Madrid. Ganhou diversos campeonatos e troféus, como uma Taça de Portugal, quatro Campeonatos Espanhóis de Futebol, uma Liga dos Campeões da UEFA, uma Taça das Taças, uma Supercopa Europeia, uma Copa Intercontinental, quatro Campeonatos Italianos, uma Coppa Italia, e três Supercopas Italianas. In wikipédia

Em 28 de Janeiro de 2015, decidiu candidatar ao órgão máximo que rege o futebol mundial FIFA. É um prestígio enorme para Portugal ter alguém que se disponibiliza para uma candidatura com este impacto no desporto mundial.

Luís Figo é uma figura proeminente do futebol mundial, porque jogou nos melhores clubes de sempre, Real Madrid, Barcelona e Inter de Milão, somando troféus e títulos pessoais, tornando-se conhecido em todo o mundo.

Apesar de ter abandonado o futebol há alguns anos, como pessoa inteligente que é, soube gerir muito bem a sua carreira fora das 4 linhas, como pessoa serena, culta e consensual.

Do seu programa, fazem parte algumas medidas revolucionárias no desporto, como seja o aumento do número de selecções participantes nas fases finais do mundial, reforço do dinheiro para as Federações e introdução de novas tecnologias no futebol com vista a salvaguardar a verdade desportiva.

O atual Presidente da FIFA, o polémico Joseph Sepp Blatter, parte em vantagem para ganhar as eleições, porque conhece os bastidores e os meandros do cargo, mas Luís Figo com os apoios que já conseguiu de algumas Federações Desportivas e de alguns jogadores de futebol conhecidos, vai lançar as bases para uma vitória ao cargo, num futuro muito próximo, o que é bom e prestigiante para o Portugal.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Imposto único de circulação automóvel para 2015



Para quem já liquidou o imposto único de circulação automóvel em Janeiro de 2015, já sentiu os efeitos da carga fiscal que este Governo decidiu para este ano.

Já não bastava o aumento anual do imposto de circulação (IUC), mas ainda lhe foi aplicar um novo imposto previsto na tabela do art.º 216º da Lei 82-B/2014 de 31 de Dezembro de 2014, (Lei do Orçamento de Estado).

Um artifício para saquear dinheiro aos contribuintes. Com isto, estão a força-los a regressar ao tempo em que se andava a cavalo ou a romper as solas dos sapatos a fazer caminhadas, porque não havia dinheiro para pagar o bilhete dos transportes!

Com o chavão da “fiscalidade verde” é criada uma nova taxa de carbono, que terá impactos no custo dos combustíveis e da energia, e uma nova taxa de dez cêntimos sobre os sacos de plástico. A previsão da Fiscalidade Verde é dar aos cofres do Estado cerca de 150 milhões de euros, que serão totalmente alocados à descida do IRS,.

Onde está o beneficio ou desagravamento dos impostos?

Com a carga fiscal sobre os veículos, o Governo de Passos Coelho está preocupado com protecção do ambiente e combater a poluição; mas isto não passa de uma autêntica a farsa, porque o objectivo principal e sugar o dinheiro ao Zé-povinho.

A titulo de exemplo:

Um carro a gasóleo do ano de 2002,
Com a cilindrada de 1.900cc
Imposto de circulação -  209,41
Imposto adicional - € 20,12 – al. B) do art.º 216º da referida lei.
Total a pagar: € 229,53.

Ao que parece estão preocupados com os carros a gasóleo que são mais poluentes para o ambiente; e que é verdade, mas se querem proteger o ambiente não onerem os proprietários dos veículos a diesel, baixem os preços da gasolina para o preço do gasóleo e ai vão ver, que as pessoas não se importam de trocar de carro.
Deveriam seguir o exemplo de outros países como a Suíça onde a gasolina é mais barata que o gasóleo. Isso é na Suíça, cá em Portugal somos mais evoluídos e temos mais preocupações ambientais!

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

E assim vai a saúde!



Depois de muita pressão mediática, o Governo conseguiu negociar com o Laboratório dos Estados Unidos a fornecimento do medicamento ao preço de 50%, para o tratamento dos doentes com a hepatite C.

Entendo a delicadeza com que este assunto foi tratado pelo Ministério da Saúde português, porque não há dinheiro para pagar os medicamentos tão caros.

O que é estranho, é o fato dos países não exercerem protestos ou denunciar publicamente o abuso dos preços do medicamento, para que o Laboratório alterasse o custo dos fármacos.

Quantos milhões de euros não se gastaram com a discussão do projecto do TGV e Aeroporto de Lisboa que foram deitados ao lixo, porque estes projectos não avançaram?

Será que a vida de um ser humano não tem valor?

sábado, 24 de janeiro de 2015

Vídeo de promoção turística.



quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Linha Europeia para Crianças Desaparecidas



116 000 - Linha Europeia para Crianças Desaparecidas

O 116 000 é o número da Linha Europeia para Crianças Desaparecidas.

Desde 25 de Maio de 2009 que o Instituto de Apoio à criança IAC lançou em parceria com nove países europeus, a campanha de divulgação deste número único para as Crianças Desaparecidas. A linha funciona em dez estados membros da EU, Portugal, Bélgica, Eslováquia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Polónia e Roménia.

O atendimento do número é assegurado em cada país por organizações não governamentais nacionais. Possuem uma equipa treinada para oferecer apoio aos pais de Crianças desaparecidas, para receber informações significativas a partir do público sobre um desaparecimento infantil e estabelecem contacto com as autoridades competentes em cada caso. Trabalham em estreita colaboração com a polícia local, e judiciária.


In ordem dos advogados