sexta-feira, 7 de março de 2008

Comente...

A malta acha que já viu tudo, até que recebe um e-mail destes...




Dani Graves, de 25 anos, e Tasha Maltby, de 19, são um casal de namorados gótico de Dewsbury, norte de Inglaterra. No passado fim-de-semana foram impedidos de viajar num autocarro porque Dani passeia a sua namorada de trela.A BBC News conta que o casal acusa a transportadora Arriva de discriminação. O condutor do autocarro rejeitou a entrada de Dani e Tasha, alegando que a trela iria por em risco a segurança dos restantes passageiros em caso de travagem brusca.O caso está a ser investigado pela Arriva, empresa «que leva muito a sério qualquer acusação de discriminação», segundo um responsável da empresa, Paul Adcock.Adcock acrescentou que a Arriva irá «pedir desculpa a Dani Graves por algum inconveniente causado pela forma como o assunto foi tratado».Para Tasha Maltby, este foi um caso «claro de discriminação, quase como um crime de ódio», contou ao Daily Mail.A jovem de 19 anos descreve-se como um «animal de estimação humano».«Comporto-me como um animal e tenho uma vida bastante calma. Não cozinho nem faço limpezas e não vou a lado nenhum sem o Dani», explicou.
Tasha defende o seu estilo de vida acrescentando que «não fere ninguém» e que o casal é feliz assim, independentemente de quão estranha esta relação pareça.Portugal Diário

2 comentários:

Zé povinho disse...

Esta imagem revela a excentricidade dos novos tempo. Espero que o progresso que todos nós esperamos, não transporte sinais de retrocesso, para uma sociedade que pressupõe que já tenha os pressupostos de civilização consolidados. É este o "devir" que nós prestectivamos para os nossos descendentes...

Anónimo disse...

isto retrata a realidade, alguns andam sempre de trela só que não é visivel .....